quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

O descontentamento

Do Diário Digital:

Quase 75 por cento dos professores mudavam de profissão se tivessem alternativa e 81 por cento admitem que, se pudessem, pediam a aposentação, mesmo com penalizações, segundo um inquérito a mais de mil docentes que será apresentado hoje.

Este é o melhor sinal da falta de respeito deste Governo ( e de outros) por uma classe profissional que abrange mais de cem mil pessoas e é fundamental para qualquer "pogresso" ou desenvolvimento de qualidade de um qualquer país. Significa ainda, acima de tudo, uma falta de respeito, por todos os cidadãos de um país que esperam e desesperam pela melhoria sensível das condições de vida e revêem todos os anos, a tendência para o contrário.

Os políticos que não percebem isto, não merecem ser eleitos seja para o que for. Os habituais comentadores da causa, nem vale a pena citar, porque a desgraça autista, ainda é maior. A estes, basta-lhes a palavra mágica: Esquerda. É o abre-te sésamo!, da modernidade do partido popular da esquerda democrática.

3 comentários:

lusitânea disse...

São os efeitos colaterais da africanização.Quanto mais burro sair o aluno melhor....
Quanto menos ganhar o professor mais africanos podemos alimentar...

a.leitão disse...

Pelas sondagens que por aí navegam, cheira-me que o futuro deste país será o cano de esgoto da Europa

Fartinho da Silva disse...

Acho que o PM, José Pinto de Sousa, não queria dizer "popular" mas sim "populista" :)