quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

os coveiros do sistema

Quem ouve falar António Costa, um candidato a líder do PS e actual presidente da Câmara de Lisboa, dá de barato que é tipo honesto, sem ambições de grandeza monetária ou vidinha fácil. Um político decente, vá lá. A contrastar com muitos e muitos que transpõem as portas do edifício do largo do Rato.
E no entanto, esta notícia do Público de hoje, com alerta por aqui, provoca perplexidade, pelo sintoma de desmando, laxismo, anomia ética, numa palavra, corrupção, sem que o nome seja imediatamente associado a crime. Uma profunda corrupção política, sem qualquer justificação plausível e razoável, na situação económica que temos e peranto o país que somos.
A notícia diz isto:
"Gastar cerca de 800 mil euros em pareceres jurídicos e advogados externos para acompanhar processos desde 2005 pode não ser muito significativo. Mas se se tiver em conta que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) tem 238 juristas nos seus quadros de pessoal, o facto já parece menos normal. E se o valor real puder ser muito superior, porque o apuramento não é exaustivo (diz a câmara) e muitos custos jurídicos podem ter passado para as empresas municipais, o quadro torna-se mais complicado. Mas a surpresa pode ser ainda maior, se se considerar que do total de 800 mil euros em quatro anos, mais de metade foram gastos só em 2008."

ADITAMENTO, às 21h e 30m:

É raro apagar um postal ou parte dele, nos blogs que animo. Faço-o neste, em relação ao assessor do IPJ e ao coveiro da CML , porque me sinto ludibriado e isso é coisa que não gosto. Peço desculpa ao blogger que citei, porque estou ciente que também ele, terá sido induzido em erro, pelo menos parcial. E agradeço a quem me avisou, precisamente nos comentários deste postal.

A história, pelos vistos tem barbas e já foi contada noutro sítio.
Quanto ao título, fica na mesma, porque a essência, essa, mantém-se.

6 comentários:

António disse...

vale;-)
viva Portugal...

lusitânea disse...

O NEPOTISMO é a coisa menos visada pelos criticos do "sistema".Mas é avassalador.Os filhos de algo, só por isso, a ultrapassar quem queimou as pestanas e apresenta curriculo.Bastando uns telefonemas e já está.Colocado numa das milhentas chafaricas de que o Estado é proprietário ou se necessário for se criam de propósito.Depois não admira que com tudo controlado pela "família" a corrupção não exista, até as coisas rebentarem.Os "libertadores" de Abril de "lava pratos" a donos da coisa...

Karocha disse...

Ninguém põem termo a isto?

Miguel M. Ferreira disse...

E este estado de coisas não é de agora...

No reinado Sampaio tudo se passava igual...no reinado de Soares...no reinado Carmona...no reinado de Santana..etc...etc..etc

E se notarem bem...em todos estes reinados estiveram presentes TODOS os partidos...TODOS!!!!

celia disse...

...deveria era mandar esses posts para Belém, e porque não perguntar-se ao PR, eleito para ser presidente de todos os portugueses, até quando vamos chafurdar no esgoto em que se transformou esse país de sem-vergonhas de tanta vigarice sem pejo, sem dignidade|
É uma vergonha angustiante o que qualquer cidadão com carácter sente perante tudo o que hoje acontece em Portugal.

AM disse...

http://dbyd.spaces.live.com/blog/cns!2F8AA3169C8867C4!142.entry

para o josé que é uma pessoa inteligente

Finito, Fernando Esteves