quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

A ronha dos rolhas

O caso do governador do Estado de Illinois, preso na terça-feira, ouvido nessa condição e libertado sob fiança, merece atenção particular, por causa do procedimento penal que levou a essa situação.

Nos EUA, um Governador do Estado, foi sujeito a escutas telefónicas, por suspeitas de corrupção, por denúncia anónima e feitas pela polícia, sem intervenção de um juiz a autorizar e a filtrar a coisa, no prazo de 48 horas, depois de terem sido apresentadas ao MP, pela polícia, 15 dias depois de as fazerem ( é o que vigora cá).
Os resultados da investigação, enquanto o mesmo era ouvido, foram comunicados , em conferência de imprensa, pelo Procurador Geral e pelo responsável policial que efectuou as escutas, citando frases do mesmo, gravadas, como prova das intenções do mesmo.

Todas as provas indiciárias do facto foram recolhidas pelas escutas telefónicas. O facto principal, denunciado agora, tem a ver com o preenchimento de um lugar no Senado, vago depois de Obama ter sido eleito.
O Governador, dispôs-se claramente, a aceitar benefícios privados, em troca da escolha do senador que aceitasse as suas condições. Portanto, procurou negociar o lugar político e isso nos EUA é crime. Por cá, é nada de nada.
No entender dos penalistas portugueses que costumam copiar os alemães, na sua jurisprudência, estes procedimentos, provavelmente, são indício de grave violação de direitos humanos, A juiza Fátima Mata-Mouros, deve estar perplexa, também.
No entanto, Barack Obama, já se pronunciou. E não foi para vilipendiar os investigadores, como por cá fizeram os ilustres responsáveis de um partido político, ao ponto de mudarem as leis penais, só por causa disso. Foi para se demarcar do caso.

Por cá, em Portugal, esta situação deve causar perplexidade nos dirigentes partidários habituadíssimos a negociar lugares políticos.
Uma escuta publicada, apanhada no processo dos sobreiros, dá conta dessa manifesta verdade: os políticos escolhem, negociando, os lugares para este ou para aquele. No caso, era o de PGR...
Se fosse na América, os interlocutores teriam sido detidos, por suspeitas de corrupção.
Por cá, os mesmos conseguiram passar a sua indignação por terem sido escutados, por ter sido publicada a escuta e por terem sido acusados de intenções que apesar de evidentes, negaram.

Por causa desse episódio e outros, relacionados com o processo Casa Pia, a lei processual penal foi modificada no sentido de proibir a publicação de escutas, depois, - notem bem, depois!- do processo ter acabado, de as escutas terem sido citadas, de terem sido transcritas e analisadas no processo. Rolha total.

Que se deve chamar a isto? Democracia?

10 comentários:

Horácio disse...

Perdoe – me o atrevimento Não seria possível mudar o grafismo do blogue, de modo a que o texto preencha um pouco mais a página do blogue, em vez da estreita coluna actual?

josé disse...

Bem gostaria de resolver esse problema, mas não consigo, mesmo com ajudas externas que já tive.

É que nos computadores onde vi, não aparece esse problema, visível.

Será que o problema se pode resolver no computador de quem vê?

Já andei a escarafunchar no template e não vejo solução a contento, que seja clara.

Agradecia sugestões.

JC disse...

No meu computador, não vislumbro qualquer problema.
O texto ocupa integralmente o ecrã.

Horácio disse...

Bom,a ser assim o defeito é meu. Grato pela atenção.

Karocha disse...

No meu também não ocupa José mas isso neste momento é o menos
Democracia?
Para eles talvez!
Não sei que diga...

Miguel M. Ferreira disse...

Eu talvez compreenda melhor que ninguém o problema: No escritório o texto aparece a um canto do ecrã...em casa o texto ocupa o ecrã todo!!!

Infelizmente....não sei pk...

Jacinto disse...

Conclusão óbvia : a Democracia é para povos democráticos...

zazie disse...

José. Eu já espreitei noutros 3 e acontece isso. Fica demasiado estreito. E até percebi como. Primeiro porque o espaço atribuído ao texto está muito curto. Depois porque a margem da esquerda não está fixa.

Se quiser, esteja à vontade e mande-me o código que eu experimento a ver se descubro o problema.
E também acontece outra coisa- a barra em cima tende a desaparecer até que se leia o título.

Mas é lindo. É mesmo uma obra de arte

ahaha
Palavra- foi um achado estas cores e as linhas.

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Phónix...

os que vêem o texto a ocupar integralente o ecrã usam ecrá de quantas polegadas?
Ou será que é mudança por ser em firefox. Eu uso IE porque o blogger está feito para IE.

Dura lex, sed latex