sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Pior a emenda que o soneto

Alguém se lembra desta?

«Eu cá gosto é de malhar na direita, e gosto de malhar com especial prazer nesses sujeitos e sujeitas que se situam, de facto, à direita do PS. São das forças mais conservadoras e reaccionárias que eu conheci na minha vida e que gostam de se dizer de esquerda plebeia ou chique. Refiro-me, obviamente, ao PCP e ao Bloco de Esquerda».


Então, agora, leia-se esta:

«Com toda a franqueza, acho excessivo a forma como a RTP fez a promoção desta entrevista fazendo uma coisa que é inaceitável: pôr o som de uma intervenção minha numa reunião partidária e a imagem de eu a falar no Parlamento».

A autoria das duas frases, pertence ao mesmo pigmeu. Dose dupla, portanto, de ridículo.

Mas nem assim vai ao sítio.

Aditamento em 22.2.2009, às 21h:

A RTP, atenta e com a veneração do costume, em profunda atenção devida ao pigmeu da propaganda política, faz mea culpa, derreia-se na desculpa e consegue ultrapassar o ridículo:

José Alberto de Carvalho, director de Informação da RTP, reforçou ontem ao DN um argumento que diz utilizar muito em público: "Reivindico para a RTP o direito de errar." Isto para assumir que a estação errou ao colocar na promoção da entrevista do ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, uma expressão que ele disse numa reunião partidária, mas com imagem do Parlamento.

6 comentários:

Anónimo disse...

Um sujeito como Santos Silva a expelir uma exigência de desculpas à RTP no governo de Santana Lopes, dava queda à primeira frase, dissolução da AR e histeria grupal no PS.

Anónimo disse...

Já está entre o nível da sarjeta e da fossa.

Tino disse...

Eu acho afrontoso para os Pigmeus associarem esta digna etnia a uma criatura absolutamente nogentacomo Augusto SS.

O mais educado que me ocorre é apelidar a criatura de "escarro" para não lhe chamar monte de *****.

josé disse...

Calma, tino!

Santos Silva é um pândego. Não acredita naquilo que diz roboticamente. É um palhaço, neste contexto, porque faz rir.

Ou acredita tanto como aquele cómico, o Ali, que anunciava com ar sério que tudo estava bem, quando os tanques já se viam ao longe...

Ha do que disse...

José,
A coisa está cada vez mais engraçada!
Perante este pedido de desculpas ao Ministro Santos Silva, acho que deveria actualizar o postal...

josé disse...

Ha do que:

Já está. Isto está de gritos.