sexta-feira, 15 de maio de 2009

Eurico no "i"

O jornal i de hoje anuncia na primeira página, em parangona um exclusivo com declarações de Alberto Costa sobre o "Estado da Justiça".
Seis páginas à frente, a parangona, reduz-se a meia dúzia de parágrafos e a umas frases desgarradas do ministro, aliás já ouvidas na televisão:
" As dificuldades estão sobretudo na área da investigação e acção penal, a cargo do Ministério Público. Não há dúvida que isto difunde uma imagem negativa da justiça.", diz Alberto Costa, ministro da Justiça há vários anos.
Tantos que liderou a equipa governamental que tem feitos sucessivas reformas em instrumentos legais, com o resultado que se vê e que o mesmo alija de modo ligeiro para as costas largas do Ministério Público.
Como se o MP fosse a besta de carga das asneiras ministeriais e como se os avisos sucessivos e reiterados que lhe fizeram oportunamente sobre a inconsequência e perversão das reformas nada lhe dissessem ou importassem.
Alberto Costa é uma vergonha política na pasta que detém. É preciso dizê-lo e afirmar ainda que a sua incompetência é que tem sido o factor principal desta má imagem e deste descalabro que se verifica em alguns sectores, nomeadamente na acção executiva, no processo penal e na execução de penas.
No campo da investigação criminal a carência de meios adequados tem sido denunciada até pelo PGR que o ministro nomeou. E nas matérias mais sensíveis da criminalidade económica, a carência é "arrepiante", embora os calafrios do ministro sejam outros.
Por outro lado, o jornal i escolheu para comentar este assunto, o desembargador Eurico Reis.
Estamos conversados sobre a competência do "i " para lidar com estas matérias.

Arre!

3 comentários:

MARIA disse...

Digamos que esta nota de Alberto Costa que se refere à investigação criminal e ao seu insucesso, como se nada tivesse a ver com isso, além de tudo o mais, não é lá muito inteligente, atento o momento político pelo qual o País e este governo está a passar.
Diria mesmo de uma tremenda falta de sensibilidade e jeito para a vida pública.
Caramba, nem parece Ministro de Sócrates, ao menos este chegou à Madeira e logo disse à populaça :
- atenção que eu o presidente do vosso governo regional temos os nossos arrufos, mas vocês e os vossos superiores interesses estão sempre acima disso-
Digam lá se isto não é arte política pura?
Até parecia um pai de família ...
Aprenda Dr. Alberto Costa...
Aprenda ...

Unknown disse...

"Alberto Costa é uma vergonha política na pasta que detém." Não não é! É um vergonha, pura e dura, do país. Muito bem estariamos se fosse só política.

Mani Pulite disse...

Costa e o seu Capacho favorito estão a impedir a divulgação pública do Relatório das Pressões.Nem ao CSMP o deram.Que raio de Conselheiros são esses que aceitam isso?Animais invertebrados e rastejantes?O Relatório cá para fora já!É um dever patriótico.

Lerpa angolana alastra a Portugal