Páginas

sábado, 25 de julho de 2009

A privatização do Estado.

"Lisboa, 25 Jul (Lusa) - Francisco Louçã acusou hoje José Sócrates de tráfico de influências ao ter oferecido à militante bloquista Joana Amaral Dias um lugar de Estado em troca de apoio às listas socialistas para as legislativas.

Falando no almoço-comício numa associação recreativa do Barreiro, em que apresentou a lista do bloco de esquerda (BE) para as legislativas no distrito de Setúbal, Francisco Louçã felicitou Joana Amaral Dias por ter recusado apoiar as listas socialistas numa primeira investida do PS em busca do apoio da militante do Bloco.

"Acontece, no entanto, que voltou a convidá-la para cargos de Estado em troca de um eventual apoio, seja a chefiar um instituto público na área da saúde, seja num qualquer lugar de Governo. Isso mostra-nos o desespero em que está o PS", acusou o coordenador do BE, que foi mais longe nas suas acusações."

José S. sente-se dono do Estado. Por isso oferece a quem lhe convém, quando bem entende, lugares nos institutos públicos, no Governo, etc etc.

É a esta pouca-vergonha que já chegamos.



7 comentários:

Segismundo disse...

Razoáveis as palavras de um hipócrita que se tomasse as rédeas do Estado iria ainda mais longe,aplicando a sua doutrina dissimulada.
Quatro anos a servir de muleta a Sócrates não impediu que este lhes deixasse uma casca de banana no caminho...
A Louçã não causa engulho o tráfico de lugares no Estado,não lhe agrada é ver a raposa rodear o seu galinheiro.

musaranho-coxo disse...

Para o caso não interessa. O que interessa é saber-se destas jogadas de bastidores que depois são tapadas com a boa da "ética republicana".

Colmeal disse...

E depois vem dizer que não convidou ninguém ... ainda existe alguém que acredita neste tipo ???

E ficou todo ofendido com o Santana por este ter dito a jornal I que "De mim nunca disseram que me licenciei a um domingo" será que foi dita alguma mentira ?

Expinho e Lino disse...

Oferecer aquilo que não é nosso a um terceiro, ainda por cima com intenção de vir a cobrar vantagens, não deveria dar cadeia?

Se for uma galinha, dá!

Se for algo infinitamente mais valioso já pode?

Ritinha disse...

"De mim nunca disseram que me licenciei a um domingo" será que foi dita alguma mentira ?

Claro que sim. Ele nunca se licenciou.
(licenciosidades não contam)

Paulo Lopes disse...

...e a puta aqui sou eu?

Metamos o Palhaço na prisão já, antes que fuja para a China, após a estrondosa derrota a 27 de Setembro!
A Bem Justiça!

Mani Pulite disse...

"O Mentiroso quando desmente só confirma que é verdade" Monsieur de La Palisse.