Páginas

sábado, 12 de setembro de 2009

A Itália, a Espanha e Portugal e o ridículo do El País

Em Itália, o caso Berlusconi vai de vento em popa e a Espanha sopra nas velas do escândalo, através do jornal El País.
Juan Luis Cebrián, o hipócrita que censura a TVI portuguesa , mas apoia a campanha contra Berlusconi por factos e motivos bem mais sórdidos e particulares do que o assunto do jornal de Sexta da TVI, contra José S., aproveita o caso particular do Pm italiano como um escândalo de tomo, mas esconde na Tv que administra, um caso de interesse público em Portugal que ainda vai dar mais que falar, depois das eleições.

O jornal de Cebrián, El País, "dedica vários artigos à visita de Zapatero a Itália, destacando em particular o facto de o premier espanhol ter reunido, a convite de Berlusconi, na Villa Certosa, la villa do presidente do conselho italiano na Sardenha, teatro da party com mulheres em topless e das fotos cuja publicação, Berlusconi conseguiu impedir em Itália, mas o próprio El Pais publicou em Espanha."

O jornal de Cébrián sobre a TVI e o jornal de Sexta escreveu o quê? Que Cébrián é um censor? Nãaaa...

E sobre Berlusconi, por ocasião desta visita? Isto, simplesmente:

"Nenhuma crítica se avizinha suficientemente do ridículo que esta personagem representa para a União Europeia de cada vez que fala em público."

Não?! E sobre a censura de Cébrian a um jornal televisivo de um país vizinho, o que se poderia dizer e que pelos vistos poucos dizem, para salientar o escândalo e a interferência ridícula?

Isto:

Este Cebrián e o El País, além de ridículos na coerência, são censores, manipuladores, politizados para o lado xuxa e além disso, mentirosos.

Um currículo e peras!

1 comentário:

Mani Pulite disse...

Ao Cébrian não conseguem fotografar as erecções porque anda sempre de avental.