Páginas

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Meo plágio

- Meos! Qual é a vossa missão?
- Plagiar, meu comandante. Plagiar como gente grande que brinca com os pequenos espectadores.
- E como ides fazer isso, meos?
- Desta vez vamos aos anos oitenta. Nada de sessentas e de clo-clos. Desta vez, é o Tron. Fatiotas fosforescentes e visão de futuro, meu comandante.
- Vamos lá a isso meos. Pr´a quem é, bacalhau basta.




6 comentários:

zazie disse...

Mais uma?

Nem sabia desta. Já se tornou hábito.

joserui disse...

Ah é plágio? Eu julgava honestamente que os génios lá dos meos estavam a chamar referências culturais...
Já viram o trailer do novo Tron? Coisa fina. -- JRF

josé disse...

É. Julgam-se Tarantinos se calhar.

Plágio ? Credo! Nada disso. Meras referências culturais e pastiche e está dada a explicação.

Para quem é, bacalhau basta e o espectador típico sabe lá o que foi o Tron.

É tudo uma fantasia. O Tron também era. Da Disney. E provavelmente plagiou outros...

joserui disse...

Lá está a minha confusão... Não sou o espectador típico :) . Agora que penso nisso, realmente pouca gente deve saber o que é o Tron, se bem que está aí o novo... -- JRF

AF disse...

Honestamente, a mim lembra-me mais o Automan :) (estou certo que o José se lembra desse, e do seu fabuloso amigo Cursor que se convertia em Lamborghini Countach)

josé disse...

Pode ser esse ou outro que a questão é menor.

Apenas classifica estes génios do humor no tom adequado: menor e bemol.