terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Tu querias!

DN:

O Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa (DIAP), liderado por Maria José Morgado, vai investigar se alguns arguidos do processo de Aveiro foram avisados de que a Polícia Judiciária estava a fazer escutas aos seus telemóveis. É que, de um momento para o outro, todos mudaram de aparelho, excepto o empresário Manuel Godinho

As suspeitas de fugas de informação para alguns arguidos do caso "Face Oculta" vão ser investigadas pelo DIAP de Lisboa, dirigido por Maria José Morgado. A decisão de enviar as certidões relativas a estes factos para o Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa já foi tomada por Pinto Monteiro, procurador-geral da República.

Depois de ter ouvido de manhã esta notícia, lembrei-me imediatamente de um sketch humorístico de Jô Soares, num antigo programa de tv. O sketch parodiava um indivíduo que queria coisas banais e óbvias, mas que o humorista achava impossíveis e terminava com a expressão- " Tu querias! Dizes bem: querias! Querias mas não tens!"

Na falta do sketch fica outro sobre um bicho estranho dentro de uma gaiola: um corruuuu, corruuu...

6 comentários:

zazie disse...

ahahahahahahaha

Dr. Assur disse...

Curiosamente o DN de hoje, referindo-se ao SOL, diz isto:

"Segundo aquele semanário, as trocas de telemóveis começaram a 25 de Junho deste ano. Coincidentemente, um dia após uma reunião na Procuradoria-Geral da República, que juntou o procurador de Aveiro, João Marques Vidal, o procurador distrital de Coimbra, Alberto Braga Temido, e Pinto Monteiro.

Foi neste encontro que, pela primeira vez, o PGR foi informado da existência de escutas telefónicas a conversas entre Armando Vara e o primeiro-ministro, José Sócrates..."

http://dn.sapo.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1435382

cfr disse...

Até hoje ainda não percebi o eudeusamento de MJMorgado, a "superprocuradora". Quantas condenações já resultaram da sua "superprocuradoria"? Não sei se estou em erro mas não foi MJMorgado a responsável pelo gabinete que deixou prescrever o recurso no processo das fp-25?

Será desta que surpreende?

josé disse...

Esse processo das FP25, nessa altura e segundo me lembro, estava completamente morto. Amnistias e perdões mais injustiças várias, como é costume nestas coisas, conduziram a esse desfecho.
A Morgado não recorreu de uma decisão, acho, porque estava convencida daquilo que escrevi.
E se assim foi, fez bem.

O processo das FP 25 tal como o da Casa Pia ou do fax de Macau ou outros em que pessoas politicamente reconhecias intervém, como agora o Face Oculta, não tem o destino normal dos outros processos e são depois esses mesmos que tudo fazem para sapar a justiça e impedir que se faça que depois vêm clamar em denúncia contra a crise na Justiça.

O que lhes vale é a maioria das pessoas não estar devidamente informada e por isso deixa passar. E não estão devidamente informadas porque os apaniguados do sistema controlam a informação.
Não mostram o que desagrada ao patrão. Seja o primeiro-ministro seja o capitalista que manda neles.

Sabujos, serve como expressão?

Então está bem. Sabujos, principalmente nas direcções de informação das tv´s é o que temos.

Quanto ao resto

josé disse...

Têm horror à verdade. A referência é por isso, a conveniência. Por vezes é a verdade, mas apenas circunstancial e espisodicamente.

Neo disse...

A julgar pela força com que a gaiola do corrupto saltou da mão do Jô e pelas circunstâncias que vivemos...ia jurar que sabia para onde fugiu o inquilino da dita!