quinta-feira, 24 de junho de 2010

Desaparece o 24 Horas

O jornal 24 Horas vai acabar. Falido. Sem solução editorial.
O jornal do grupo Controlinvest, do "amigo Joaquim", e então dirigido editorialmente pelo intrépido Pedro Tadeu, fautor principal da derrocada do jornal, foi um dos órgãos mais (des)informativos durante o inquérito Casa Pia. Tomou sempre posição pelos suspeitos e abertamente contra os investigadores do Ministério Público. Abriu uma guerra ao antigo PGR Souto Moura, em modo sniper, com apoio de grandes jornalistas tipo K. e em várias primeiras páginas vilipendiou e enviezou as figuras institucionais da investigação criminal.

O jornal de Pedro Tadeu, em várias ocasiões, pisou o risco do mau gosto, com destaque para a primeira página sobre os problemas de saúde do antigo ministro da Justiça Vera Jardim, usado despudoradamente para atacar a PGR de Souto Moura, por motivos incompreensíveis e fatalmente inconfessáveis.
O director que lhe sucedeu nada melhor soube fazer porque a escola era a mesma: tabloidismo e sensacionalismo por vezes insustentável. Sobre o Casa Pia, nada mudou e a apreciação crítica sobre o andamento do processo repisa as mesmas linhas turvas do antigo director que alias escrevia que tudo o que lhe interessava jornalisticamente eram "os famosos, o dinheiro e o crime". E também confessou na mesma entrevista que nunca seria leitor do seu próprio jornal. Julgava-se superior ao produto que apresentava ao leitor...

É triste sempre que um jornal fecha, mesmo um pasquim em que Pedro Tadeu transformou o 24 Horas. É triste que jornalistas fiquem sem poder trabalhar, mas para termos jornalistas do género de alguns que lá trabalhavam e escreviam notas editoriais de qualidade abaixo de Tadeu, quase apetece dizer que do mal o menos.

3 comentários:

Karocha disse...

Que pena José
O Pasquim tinha uma coisa boa, o suplemento informático!

joserui disse...

Boa viagem! Mas li algures que a quebra este ano foi de 51%... Ora isso vai mais além que tabloidismo e falta De qualidade (aliás nesse aspecto o Jornal estava no negocio De dar aos leitores o que eles queriam). Deixaram De querer? Deve haver mais alguns a caminho da extinçao. -- JRF

Mani Pulite disse...

MENOS LIXO.JORNAIS E BANCOS LEVAM O MESMO CAMINHO.