sexta-feira, 8 de abril de 2011

Confiança cega


Se a notícia desta capa for verdadeira, deveria ser suficiente para o PS afastar este bandoleiro Inenarrável da governação e do partido.

Mas ainda que seja verdadeira, não o vai fazer porque isso implica deixar vagos lugares tão apetecidos. Motoristas, benesses, convites, tachos para nipotes e amigalhaços e tutti quanti. Preferirão por isso nem indagar sequer a veracidade porque acreditam desde já na falsidade. E portanto, basta-lhes a negação do visado que tem crédito do tamanho do mundo entre esse pequeno universo de apaniguados.

Tal como Vale e Azevedo tinha na altura em que lhe apareceram os problemas no clube.


Como diz a sabedoria popular, "não há pior cego do que aquele que não quer ver".


E cegos deste calibre há por aí aos montes e vales da vida corrente que se esvai em expectativas.


8 comentários:

Carlos disse...

Mais uma vergonha dos homens que dão tão má-fama à esquerda.

Manuel A. - Cabeça de lista do PS por Coimbra (!?)

JC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JC disse...

Já negaram a notícia, com a veemência habitual:

“A notícia é totalmente falsa, uma mentira de uma ponta à outra”, diz fonte do gabinete de José Sócrates

http://economico.sapo.pt/noticias/sao-bento-desmente-compromisso-de-ajuda-anterior_115535.html

"De uma ponta à outra" - realço - para não ficar qualquer dúvida

JC disse...

Entretanto, a palhaçada continua:

"Governo aceita excepção aos cortes salariais na CGD"

http://economico.sapo.pt/noticias/governo-aceita-excepcao-aos-cortes-salariais-na-cgd_115499.html

Depois da suspensão da introdução nas portagens, a aceitação "verbal" de mais excepções ao corte de salários.

Agora na coutada que Vara já administrou antes de transitar para o BCP.

Para isto, já não são governo de gestão?

E depois a culpa da falta de crédito de Portugal é da crise política provocada - dizem - pela oposição.

Até quando vamos ter que gramar o inenarrável e a sua comandita?

Fernando Melro dos Santos disse...

Quando a negação oficial sai, é porque é verdade.

Anónimo disse...

O gabinete de José Sócrates já tem um longo historial de desmentidos que depois se vem a verificar serem um pouco imprecisos, com necessidade de ajustes múltiplos. Posteriormente, são de tal ordem os factos e os desmentidos descabelados, que acabam por decretar silêncio oficial. Acontece que há menos de 72 horas o PM disse que tinha um plano sem FMI e ainda não disse qual era. Se negam, por experiência é verdade.

lica disse...

e, no fim, vai ganhar outra vez as proximas eleições.

skeptikos disse...

Cadê a oposição?
Que silêncio ensurdecedor...!