sexta-feira, 3 de junho de 2011

Cúmulo da cretinice

Na Sic-Notícias conseguiram o pleno: juntar dois cretinos a discutir política actual e as eleições de Domingo. É o que está a suceder a esta hora ( 22:40) com o apresentador( Miguel Ribeiro) e o director do Expresso.

5 comentários:

Floribundus disse...

o recângulo fascista encontra-se bem representado.
'força, força, camarada'

há cerca de 50 anos as sobras de 1925 do minúsculo oriente do seminarista tentaram fazer uma sessão de iniciação numa vinha dos arredores de Torres Vedras.
enganaram-se na propriedade e quando a sessão decorria apareceu o dono de varapau na mão e aos gritos:
'-fora canalha da chinchada'
toca a correr enquanto se retiravam balandraus e aventais.
refeitos dos susto o avô dum doutor politólogo, que tinha idade para ser meu pai, perguntava-me o que era chinchada

Alexandre Ferreira disse...

Curiosamente notei alguma «chispa» entre os dois, a certo momento do debate.
Vá lá que reconheceu, o Director, a mais valia ética da proposta e posicionamento de campanha do Passos Coelho. O que se estranha considerando a sua afeição por uma visão tacticista que tanto tem prejudicado a discussão política em Portugal (e em quase todas as democracias, diga-se). Basta pensar na forma como foi apreciado o debate entre Passos Coelho e Sócrates e como este último (para lá de todas as evidências de manifesta derrocada ética e moral) sempre foi incensado precisamente por dominar como ninguém a forma sobre a substância e inevitável alienação da realidade.

maurito disse...

... pior foi o Adão e Silva... já não o posso ouvir... imaginem isto... no carro pelas 20h30, o gajo esteve na TSF ... e depois vai para a Sic... foi demais... o gajo só vê Socrates... mas ainda fique mais chateado porque o gajo fala...fala... fala... e os outros comentadores deixam-no falar...

Luis disse...

O adeus a Sócrates.

Descobri este vídeo no youtube. Uma maravilha

http://www.youtube.com/watch?v=35ycQtXyNY0&NR=1


Já vai tarde ... o vigarista.
Que vá e que não regresse nunca mais!

Pável Rodrigues disse...

É muito estranho, ou talvez nem tanto, que os sofistas estejam a voltar em força. José Sócrates será sem dúvida o máximo expoente dessa "escola".
Platão caracterizava o sofista como sendo " um impostor, caçador interessado em jovens ricos, comerciante didáctico e atleta em combate verbalístico ou erístico, purificador de opiniões, mas também malabarista de argumentos, mais verosímeis do que verdadeiros, mais sedutores do que plausíveis". Nada mais actual. Assenta como uma luva ao nosso "quase-engenheiro".

Mas não será que o renascer desta "escola" pressagia o fim da nossa civilização, tal como o seu
advento prenunciou o fim da democracia Grega?