segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mais uma vichysoise, fria

Há uns anos Marcelo Rebelo de Sousa contou publicamente um episódio supostamente real, relacionado com um pressuposto encontro entre pessoas que poderá não ter sucedido. Para confirmar o encontro até referiu a ementa do repasto: uma vichysoise.

Agora, segundo se disse, no último Domingo na tv contou uma novidade acerca de um futuro e seguro Secretário de Estado, antes de ser nomeado. Acreditaram em Marcelo.

Pelo que se pode ler da lista de secretários de Estado, o nome referido, Bernardo Bairrão, não consta.
Marcelo devia tirar as devidas ilações. Mas não tira porque não estamos em país para isso. E não aprende nem esquece nada.

6 comentários:

Wegie disse...

Li e gostei. Como o gajo costuma dizer em relação aos 80 livros que diz que lê por dia.

Tino disse...

O curioso é que estava na lista entregue ao PR.

Mas desapareceu da lista fornecida pela presidência à comunicação social.

Isso ainda é mais intrigante ou caricato...

Floribundus disse...

o 'entertainer' devia ter mais cuidado com os seus fornecedores de notícias. neste caso a tvi. onde ao que parece o 'secretário' se demitiu do cargo

Luís Bonifácio disse...

Acharia estranho o PSD meter no governo uma pessoa que se ajoelhou perante Sócrates e demitiu a pedido deste a Manuela Moura Guedes.

hajapachorra disse...

Passos nasceu com o cu virado para a lua! Este lelice do levezinho proféssô caiu-lhe do céu: de uma penada livra-se de um comprometidíssimo 'gestor', de um patarata brilhante no comentário televisivo e talvez de um dos inúmeros obstáculos que se depararão a quem quiser vender a RTP... Marcelo não resiste ao seu lado feminino.

disse...

Não é o anúncio uma contratação que falhou à última hora o meu problema em relação a Marcelo Rebelo de Sousa.
O meu problema é a forma cativante e atractiva que a sua conversa de porteira reveste, fazendo muitos acreditar que ouvem lúcidos comentários.