terça-feira, 19 de julho de 2011

Caramunhas do mal

Sol:

Rupert e James Murdoch estão neste momento a responder às questões dos deputados britânicos sobre o caso das escutas em que esteve envolvido o jornal News of the World. (em actualização)

Na comissão de cultura da Câmara dos Comuns, James Murdoch disse que o facto de os factos agora revelados não terem sido descobertos mais cedo é motivo de «profunda frustração» e de «lamento sincero». Reconheceu ainda que «o que aconteceu no News of the World é errado».

O pai, Rupert Murdoch, frisou a um deputado - batendo repetidamente com a mão na mesa - que o News of the World representava «menos de um por cento» da News International, e que a ética da companhia está acima do que aconteceu no semanário.

Esta atitude não é nova nem sequer admira, porque esta gente para salvar o coiro é capaz de tudo. Por cá também houve disto, no caso TVI.

11 comentários:

Wegie disse...

Caramunhas do mal:

«Um agente de um dos serviços secretos portugueses, o Serviço de Informações de Segurança (SIS), é suspeito de estar ligado a uma rede de tráfico de armas e branqueamento de capitais, desmantelada há duas semanas pela Polícia Judiciária no Algarve. O papel de J.N. passaria por facilitar contactos em território português a troco de comissões nos negócios de venda de armas, ao que o DN apurou. A sua casa já foi alvo de uma busca. Segundo várias fontes contactadas pelo DN, o SIS foi informado da investigação em curso e já expulsou o operacional.» (Diário de Notícias)

josé disse...

Podes crer que estamos a falar do mesmo...
E a missa ainda nem a meio vai.
Espero que se saiba mais porque há mais e mais grave. Muito mais grave.

Karocha disse...

LoooLLL José

Estive a ouvir o Paulo Querido e, fartei-me de rir.
Disse ele que em Portugal,não se podiam fazer tais escutas nem apagar mensagens do voicemail!
É mesmo de quem não sabe.

joserui disse...

Quem me explica uma coisa que ando a seguir pouco a coisa: estas escutas do News of the World são conseguidas pelos próprios meios ou através de subornos de gente nas telecoms e/ou entidades com acesso? -- JRF

joserui disse...

Há assim uma diferença ética significativa entre estes artistas e os artistas da Wikileaks tão elogiadas em diversos... huh... quadrantes? -- JRF

joserui disse...

Ah, José e Wegie... quais eram aqueles bons restaurantes em Leça, que já não me lembro? -- JRF

josé disse...

O António. Polvo no forno. Vi lá o Siza Vieira no outro dia. E noutro estava o Júlio Pomar.

20 euros por refeição, sem sobremesa.

josé disse...

Fica no caminho de Perafita. E uma dose de polvo dá para duas pessoas.

Wegie disse...

Veleiros, A Cozinha da Maria, O Pedra Alta no Lavre, santo Garfo, Salt'O Muro, Requinte, etc.

Wegie disse...

josérui,

Não vou aqui dissertar sobre ética mas subjectivamente simpatizo com o que o que a Wikileaks faz e antipatizo com o que estes gajos fazem.

joserui disse...

Eu sou democrático a distribuir antipatias: não simpatizo com ninguém. Ninguém sabe o modus operandi? Porque afecta o poder político? É só porque contrataram acessores ex-News OTW ou é outra coisa?
(Grande especialista em restaurantes! A ver se começo pelo António) -- JRF