segunda-feira, 18 de julho de 2011

Outro escândalo

Diário Digital:

Dirigentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) utilizam entre 150 e 160 automóveis daquela força de segurança, muitos deles com direito a motorista, segundo a manchete desta segunda-feira do Diário de Notícias.

O jornal refere que são automóveis descaracterizados, alguns dos quais «desviados» das equipas de investigação criminal, sem controlo de quilometragem, de gastos com portagens ou de consumo de combustível.

Quem usa estes carros, deste modo, pode estar a praticar um crime de peculato. É preciso investigar.

5 comentários:

Carlos disse...

Isto, já não é escândalo. Escãndalo, é ainda haver tótós que acreditam nesta corja política que nos desgoverna.

Karocha disse...

Bingo Carlos!

Wegie disse...

É melhor não se meterem com a PSP senão eles desatam a meter baixa à seja ceguinho e é o fim da macacada.

Investigador criminal disse...

Se fosse só na PSP...
E na GNR?
E na PJ? (posso, com conhecimento de vista, não de mudanças ou de volante, dizer que há centenas, sim CENTENAS de carros que todos TODOS os dias são utilizados por funcionários da PJ para irme para casa sem que NADA - leiam-se razões de serviço- o justique)
INVESTIGUEM também.......

Unknown disse...

A Cândida Vilar como está próxima da PSP vai investigar de certeza.