domingo, 30 de setembro de 2012

Os que se governaram neste regime

Alguns são estes. Todos à custa do Estado, directa ou indirectamente. Alguns eram simples funcionários; outros, profissionais liberais com rendimentos quase nulos ou de trabalho diário para o pão. Em duas dezenas de anos, governaram-se. Como? Na política, voilà! O caso mais notável? O de A. Vara, sem dúvida alguma.
O que é mais lamentável é a ausência geral de mérito em prol do interesse comum. A escolha desta gente para os cargos que lhes proporcionaram rendimentos é quase anedótica e tem sempre uma componente política associada. No início dos anos noventa, a revista Motor perguntava a Fernando Gomes, então presidente da câmara do Porto que carro ambicionava ter: um BMW série 5, respondeu ( provavelmente, de seu, tinha um Renaul 5 ou coisa que o valha). Mira Amaral, esse até era um pouco mais modesto: preferia um Mercedes série C ( então recém chegada ao mercado e com linhas modernas). Passados vinte anos é vê-los...
É ver aqui:


8 comentários:

Floribundus disse...

« o 'x' eu conheci-o
era um pobre vadio»

depois do 25 continuei 5 anos na politica sem precisar de cargos. hoje envergonho-me só de pensar nisso.
conheci grande parte da escumalha que o hoje faz o favor de não me conhecer.

lembro-me de um destes gajos (perdão sexas) com ar choroso a mendigar um lugar de deputado e outros.

um outro é conhecido pela alcunha
«a mim quanto é que me toca». não morria por não ter onde cair morto.

uma das razões porque deixei de frequentar o minúsculo oriente era ser obrigado a ouvir conversas sobre o 'gamanço'

a 25 tocou a saque
«enquanto houver um português com um pão, a revolução continua»

lema do 25
«quem roubou, roubou,
quem não roubou, roubasse»

hajapachorra disse...

Folgo de ver ali o parreirão entre dois penedos; merece, tal é o seu talento e talante aventalício. Um morcão de Soure que foi dirigente da AAC nunca mais precisou de trabucar e 25 anos depois acorda rico. Foda-se.

lusitânea disse...

Mas o deboche continua.Uns putos ainda a cheirar a fraldas caem até em empresas agora "privadas" sem mérito nenhum a não ser o de fornecerem a "protecção", isto é, a garantia da continuação das "rendas" das ditas cujas deixando os profissionais de lá cheios de moral ao verem-se africanizados por merdas daquelas...
Se os capitalistas um dia se virem outra vez "nacionalizados" não se devem queixar...pois que quem semeia colhe!

josé disse...

O percurso do Parreirão é o paradigma do regime socialista democrático. Sem tirar nem pôr.

Lamentavelmente não temos um romancista que ponha em história as aventuras destes individuos. Já nem digo um Eça, porque bastava um Jorge Amado ou mesmo um Leonardo Sciascia

josé disse...

Estes indivíduos desgraçaram um país em dois tempos: o do comunismo que apoiaram no campo económico e depois na governação desastrada e trágica.
Além de incompetentes estes é que são os verdadeiros ignorantes de que fala o Borges.

miguel disse...

O Expresso podia publicar quanto herdaram alguns,após passar pela política.

Floribundus disse...

um desabafo sobre esta merda de estado qualquer que seja a burocracia castradora.

recusaram a minha tese de doutoramento que podia ter feito num país de língua Alemã.

nem resposta ao meu pedido de inquérito à actuação de médica de 7 rios.

pessoa da minha família teve o doutoramento marcado antes do mestrado. não consegue há anos a marcação do doutoramento. em Espanha, onde andou, teria concluido há 10 anos.

outro familiar. não consegue marcar o 2º mestrado. pensa em universidade estrangeira porque aqui lhe dificultam burocraticamente o doutoramento.
prof numa escola de Lxa não são convenientemente aproveitados as suas capacidades técnicas nos dominios da administração escolar, da informática, dos estudos duma língua estrangeira importante e vários outros.

estamos na merda porque raros querem sair dela

adágio latino
'a sorte é deusa leviana'

neste nacional-fascismo não passamos de brinquedos
'toys are us'

Streetwarrior disse...

José...aliás, os comunistas enquanto houver 1 pão, não se acaba a revolução.

Aliás, os Comunistas e os gajos do Bloco o que querem é ver esta merda a arder.
http://expresso.sapo.pt/chumbada-limitacao-dos-salarios-dos-gestores-publicos=f632972

(Ironia)

O juiz que os incomoda