quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Trinta anos depois... a CGTP já não está in


 Imagem de hoje, de um manifestante corajoso, de pedra na mão...

Convoca-se aqui um artigo do defunto O Jornal, de 19.1.1982, sobre outra "greve geral" convocada pela CGTP e o partido comunista e esquerda em geral.

O paralelo com a "greve geral" de hoje, convocada pela mesma CGTP ( perdeu apenas o in)e pelo mesmo partido Comunista e esquerda em geral, faz-se do seguinte modo: o motivo é o mesmo, ou seja protestar contras as "políticas de direita" e as razões as mesmíssimas, ou seja táctica política de capitalizar adesões eleitorais. O resto, ou seja, o país...que se lixe!

E há outro paralelo porque esta farsa repetida é sempre a mesma: hoje parece que houve violência a seguir à manifestação em greve geral ( não fazem greve nesse aspecto...) e tal como há trinta anos, houve logo nos media quem se apressasse a decretar que a violência poderia resultar  de "infiltrados" das forças de "direita" ou mesmo da polícia ou mesmo, sabe-se lá!- dos adeptos da troika.

Estes esquerdistas serôdios são sempre os mesmos: arruinar o país é o único desiderato que lhes importa. A seguir aparecem como salvadores. O fascismo, o verdadeiro, não fez outra coisa.


22 comentários:

Floribundus disse...

sem que o deseje estes comunas obrigam-me a reviver um passado que não desejava ver repetir-se.

a PSP 'massajou' alguns marginais em frente da assembleia. lamento ter sido pouco. a democracia é este festival que leva as tvs ao delírio e os contribuintes à bancarrota.

estivadores, condutores do metro, maquinista da cp têm ordenados de ministro.

Lxa era hoje uma capital sitiada

zazie disse...

São estes cretinos. Isto agora é tudo pago por lobbies internacionais

http://pt.indymedia.org/

zazie disse...

É tal e qual como o PREC- o PCP a servir para a boleia da extrema-esquerda.

Só que hoje em dia isto é tudo a McDonalds, igual em toda a parte e o PCP vai-se tramar porque isto cola-se.

josé disse...

A História repete-se mesmo: primeiro como tragédia e agora como farsa, autêntica farsa.

Nenhum media denuncia isto que é evidente.

zazie disse...

Pois repete-se José. E vai ser o fim da macacada com todos a quererem distanciar-se destes anarquistas.

ahahahaha

Eu até acho que assim é que o PS vai ter de fazer frente anti-facista com o PCP e o BE por causa dos guy fawkes

":O)))))))

menvp disse...

A CGTP faz parte do esquema/palhaçada
.
.
Eleições em todos os "trimestres"... PS... PSD... 'vira o disco e toca o mesmo'... e os lobbys - manobrando à Esquerda e à Direita - continuarão a fazer tudo o que muito bem entenderem!!!
(nota: e a CGTP vai mantendo o seu protagonismo na sociedade!)
.
GREVE GERAL... sim mas... para reivindicar um sistema semelhante ao suíço:
- os cidadãos teriam (por exemplo) uma semana para recolher (por exemplo) 100 mil assinaturas para referendar algo que considerem importante!
Exemplos:
- referendar um orçamento de Estado;
- referendar o negócio 'madoffiano' BPN... {nota: assim não seria nacionalizado pela Esquerda (PS)}.
Pois é... este sistema - semelhante ao suíço - tem um 'problema': retira protagonismo às greves gerais... e também à CGTP...
.
Em vez de andarem por aí a reivindicarem eleições em todos os "trimestres" ('vira o disco e toca o mesmo')... os cidadãos estariam muito mais atentos à actuações dos governos... e os governos seriam julgados em eleições ao fim do seu mandato de 4 anos.
Nota: O número de referendos durante a legislatura... seria um indicador do resultado desse julgamento nas urnas ao fim de 4 anos de governação.
.
.
P.S.
Aprofundando o sistema suíço: blog «fim-da-cidadania-infantil».

Apache disse...

Não tenho nenhuma ligação à CGTP (nem qualquer mandato para falar em nome deles) mas o que consta (e já observei em manifestações anteriores) é que a CGTP costuma retirar quando esta rapaziada se chega à frente. São patetas ligados a movimentos internacionais como os Indignados, Anonymous, Occupy, manifestantes da Praça Tahrir (e de outras “Primaveras Árabes”) que não parecem estar relacionados com a esquerda “clássica” pois, apesar dos desmentidos, continuam a ser conotados com os “investimentos” de George Soros e David Rockfeller.

josé disse...

Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele, é um ditado antigo que aqui se aplica.

muja disse...

Isso é uma granda treta. Antes desses movimentos todos aparecerem ( e são todos bastante recentes), havia gente a fazer as mesmas figuras e com os mesmos propósitos. Antes destes eram os do Black Block ou lá o que era. E antes desses haviam de ser outros.

O que é certo é que o que há em comum é o comportamento idêntico e aparecerem apenas quando estas coisas são convocadas pelo PC (através do seu tentáculo sindical). Quem nos garante (e eu até aposto) que estas cousas não são coordenadas e que a cgtp não faz retirar os "pacíficos" para entrarem os "soldados"? Aliás o ideal até é os "pacificos" ficarem na zona para haverem cabeças partidas e sangue para as câmaras, porque os soldados levam capacete...

Não consta que estas coisas acontecam nas manifs do PNR, por exemplo. Porque é que ninguém aproveita essas para fazer desacatos?

Está bem abelha...

muja disse...

Aliás, nem poderia ser de outra maneira. O PC não toleraria que seitas não-alinhadas tomassem conta das suas manifestações.

E se dúvidas houver, é ver Atenas. O PC grego tem uma verdadeira polícia de choque, e não hesita, por exemplo, em proteger o Parlamento grego contra as seitas não-alinhadas se isso corresponder aos seus objectivos políticos. Eu vou procurar o link e já aqui ponho...

JC disse...

Ainda não vi o fóssil Arménio a demarcar-se dos desacatos cometidos ontem em frente ao Parlamento.

Pelo contrário, vi-o a condenar a acção da polícia.

Veste a pele do lobo e continua com ela vestida.

muja disse...

Ver aqui:

http://www.vice.com/vice-news/teenage-riot-athens-3

Vale a pena ver a parte 1 e 2 também.

zazie disse...

mujah,

Quem viveu o pREC sabe como isto funciona.

A diferença é que agora os mls e maoístas são mais macdonalds.

Mas é igualzinho.

Segue o link que eu deixei que aquilo é um mundo.

zazie disse...

http://pt.indymedia.org/

Um dia destes até entro lá na delegação porque eu ia jurar que há gente muito in que por lá anda.

Não é por nada... Se tivéssemos jornalistas até sabíamos quem finacnia globalmente e quem financia por cá.

Eu tenho uma ideia... porque já cruzei dados e as coisas apontam para misturas muito engraçadas.

zazie disse...

http://www.ait-sp.blogspot.pt/

Mas o que é preciso é seguir os patrocinos sempre que há uma convocatória.

zazie disse...

Isto é o máximo



A Biblioteca e Observatório dos Estragos da Sociedade Globalizada
e dos meios para a superar apresenta:...

muja disse...

Pois, eu já estive a ver...

Acredito que a quem tenha vivido esses tempo, isto não mostre nada de novo. Mas para quem não viveu isto é muitas vezes novo, chocante e confuso. De qualquer forma é sempre interessante ver como é, sobretudo com vídeo.

Estes tipos da Vice, no que respeita a reportagem são muito bons. Que ninguém espere opiniões muito profundas ou eruditas, não é disso que se trata. Mas vão onde muitas televisões não põem os pés, seja porque não querem ou não podem.

Aconselho muito a série Vice Guide to North Korea. O da Libéria também. As séries Toxic também (sobretudo a da Itália, é de entrar em parafuso, completamente.). Em suma, há muito bom material que vale a pena ver no site.

Kaiser Soze disse...

É mais fácil procurar inocentes do que culpados, neste caso.
O Governo e os partidos que não PCP e BE~andam à deriva e povo à deriva é povo perdido.
Um vácuo no poder é coisa que não dura porque todos querem ordem e há sempre quem se chegue à frente...quer se queira quer não, quer se goste quer não.

O BE e o PCP (incluindo, naturalmente, a CGTP) apanharam a onda em andamento e usando expressões como "estão a matar o povo" não podem esperar lenços e abraços constantes com as forças policiais.
Ia dar merda, deu merda e esse comunismo fossilizado bem o sabia; não vale a pena condenar aquilo que já se esperava.

Quanto aos infiltrados, acredito que os havia e não me faz particular diferença que ideais defendem porque os extremos amam-se (mais do que se tocam, numa cena auto-erótica).
Na grécia, a Aurora Dourada anda a dar de comer a quem tem fome...e as pessoas não esquecem quem as alimenta literalmente.
Nos países islâmicos, a Irmandade Muçulmana criou hospitais e refeitórios onde não havia e os Egípcios, por exemplo, não o esqueceram.

zazie disse...

Mujah, é incrível como só mais tarde nos apercebemos do efeito do Tempo.

Para quem viveu isto é eco em caricatura.

O José conta, já que mais ninguém o faz.

Vivendi disse...

O Apache tem razão. Esses movimentos são financiados pela elite ocidental global. Soros e Rockfeller com grandes interesses em subverter os valores da sociedade tradicional. Defendem o socialismo fabiano para ir impondo a nova ordem mundial.

Unknown disse...

Arménio Carlos vem apelando diariamente à violência. Isso tem uma tradução:

“Este governo magoa-nos muito. Ele é o culpado. Nós só estamos a exercer o direito ao uso legítimo da violência, q foi a arma q ele próprio nos forneceu”.

É Aterrador! Lmbro-me do livro “Os Condenados da Terra”, de Frantz Fanon, fazia a defesa do terror e da violência dos negros africanos contra o colonizador como uma espécie de afirmação de identidade do oprimido q foi conferida pelo próprio opressor!!

Ora, isso implicava uma auto-anulação moral; tudo o q fizessem, inclusive contra o inimigo, seria sempre responsabilidade do… próprio inimigo!

É claro q muitos debruçar-se-ão sobre o acontecido nas manifestações, buscando uma razão de fundo e de fôlego q os explique, como se ela já não estivesse dada há muito tempo.

Os cidadãos podem comportar-se como horda? Não!

Vivemos tempos em q as arruaças são “protestos dos oprimidos” portanto manifestações saudáveis de motivações virtuosas, evidências de q as sociedades precisariam de um novo modelo, q transcenda a democracia representativa.

A democracia é um jogo com regras. Um estado não pode exibir sintomas de fraqueza e de pouca disposição para fazer valer O LEGÍTIMO USO DA FORÇA DA DEMOCRACIA. Sob pena de pôr em causa a própria democracia.

Arménio Carlos é a cara do extremismo q vem tentando incendiar o país na tentativa transformar actos criminosos ou moralmente condenáveis, em categorias políticas de resistência.


Unknown disse...

José,


No livro “Fascismo de Esquerda” o jornalista americano Jonah Goldberg evidencia como as esquerdas, nos EUA (lá, chamam-se “liberais” — não confundir com o “liberalismo”), tentam cercear o debate, promovendo uma verdadeira guerra cultural — prática herdada de totalitarismos — para silenciar o “inimigo”.

Por cá, os fascistas de esquerda estão assanhados. Ou se está com eles, ou eles decretam que você é desumano e sórdido. E nós sabemos o que eles fazem com desumanos e sórdidos, não é? O ataque organizado à democracia, sob a pele de suposto progressismo e de amor à tolerância, é só obscurantismo e fascismo. De esquerda, sim! Como é, em essência, qualquer fascismo.

Recomendo vivamente este fabuloso livro.