segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

A nova história do capuchinho vermelho do PS

"José Sócrates foi um lider muito marcante"- Francisco Assis, na RTP2, agora mesmo.
O PS, mais uma vez, sente o poder a fugir e anseia pelos lugares que entende serem-lhe devidos  de pleno direito. Empresas públicas, lugares no Estado, lugares de nomeação política, enfim, a meia dúzia de milhar de empregos que o Estado garante aos apaniguados dos partidos, todos com remuneração acima da média e que multiplicam o rendimento daqueles agregados familiares habituados há décadas a mamar na porca da política, como diziam os nossos antepassados do séc. de Ramalho Ortigão.
Assis segue por isso o guião que decoraram agora: não dizer mal do fantástico Sócrates que nos levou directamente à bancarrota, tal como a Esquerda logo a seguir ao 25 de Abril de 75 e outra vez dez anos depois.

Para sacudir a água suja do capote basta fazer de conta que não foi nada com eles e que Sócrates foi vítima de uma cabala do capitalismo financeiro internacional. De resto todos os países da Europa sofreram as agruras dessa malfeitoria e todos pediram ajuda ao FMI, como aconteceu connosco por três vezes, sempre com os mesmos a mandar.
E acreditam piamente nessa nova versão do capuchinho vermelho  em que o lobo mau comeu o rendimento dos portugueses obrigando-os a uma austeridade que os mesmos prometem arredar logo que cheguem ao poder. Como? Logo se verá...pois o que interessa é chegar ao poder, inventando a nova narrativa para voltar a enganar os papalvos com memória curta e de galinha.

3 comentários:

Floribundus disse...

a rataria voraz reuniu-se em Coimbra para delinear a estratégia de uma 4ª falência do 'estado ladrão'.

não me espanta ver aquelas 'abéculas' a dizerem sempre as mesmas 'sandices'.

falar, passear, viver bem à custa dos contribuintes é tudo o que sabem fazer.


nunca têm menos de 1,5 milhões de votos de gajos que vivem às costas dos contribuintes.

o 'regabofe' vai continuar: todos unidos para comerem as sobras de quase nada.

por causa do fugitivo de Paris em 1 ano já me 'limparam' 10% da minha reforma. sirvam-se

Floriano Mongo disse...

Só mesmo um devoto como Assis é capaz de ver uma batina imaculada no "Armani" de Sócrates.

Kaiser Soze disse...

Há uns dias vi o Marques Mendes aventar que esta pressão dos socráticos para que o Costa concorresse a líder do PS tinha que ver com a vontade que este último não fizesse sombra na corrida a PR...corrida que Sócrates pretenderá encabeçar.

Pá...
Isto parece-me uma daquelas teorias da conspiração ridículas mas quando ouço coisas como "não renegar as ideias de Sócrates" e "a culpa foi dos mercados" parece-me o início de uma narrativa que vai nesse sentido.

A ser verdade, sinto-me a entrar na toca do coelho.