Páginas

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Olha que porra...

 Expresso:

Soares diz que "Cavaco foi salazarista convicto"...

Realmente, uma coisas destas é um escândalo tão grande como Soares ter sido um comunista de vão de escada.

10 comentários:

zazie disse...

ehehehe

Este anormal não se cala

lusitânea disse...

Que tudo desmorone se não derem dinheirinho para pagar a enfermeira à Fundação

lusitânea disse...

A central de intoxicação do Costa "até ao fim" foi metida em funcionamento.Desde cipaios que bateram em pretos depois do 25 até jornalistas todos foram activados senão as sondagens não descolam...
Pena o PSD ter tantos internacionalistas do Homem Novo e mulato...

foca disse...

O José que é das leis diga-nos por favor a partir de que idade é que se é inimputavel?

Não seria caso de retirar do indivíduo alguns direitos de cidadania, como votar?
Se um jovem responsável de 17 anos e 11 meses não pode votar, porque é que este tumor pode?

S.T. disse...


Está agastado . Será porque perdeu o dízimo que o 44 entregava ao pastor ?

josé disse...

A imputabilidade vai dos 16 aos 106. Depois disso já não há...

josé disse...

A inimputabilidade é a todo o tempo.
Mas este é apenas abusador e julga que vai ganhar mais esta. Mas não vai.

Vai morrer amargurado.

BELIAL disse...

“…Todo o homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar…” Tiago 1:19

Eis como actuar por ora, com esta escumalha que procura pela forma "divertir" a essência".

Depois do santença haverá tempo de reagir.
Deixá-los assentar bem, a pata na poça...há horas de coruja e horas de falcão.

Maria disse...

Este Soares não tem emenda. Depois do genocídio que a seu mando mercenários e terroristas perpetraram na África Portuguesa, depois de ter destruído criminosamente a nossa economia espatifando todas as suas áreas produtivas, depois de sem quaisquer problemas de consciência ter roubado o erário público (em seu exclusivo proveito e dos seus queridos camaradas) sucessivamente durante quarenta anos e quase esvaziado sem inibições nem entraves de espécie alguma os cofres do Banco de Portugal das toneladas de ouro e divisas, depois de ter aberto as portas do País de par em par à entrada das piores redes de criminalidade do mundo, ainda tem a supina lata de mandar bocas e ameaças aos governantes actuais como se fosse o mais impoluto dos portugueses. Já para não falar na defesa despudorada do seu delfim (que praticou enquanto governante as piores malfeitorias a seu mando), protestando uma e outra vez a inocência de alguém que praticou sucessiva e impunemente os mais graves actos de corrupção e de tráfico de influências sem o mínimo rebuço ou quaisquer pruridos valendo-se do cargo governativo então desempenhado.

Soares, que moralmente está por detrás dos múltiplos crimes de Estado e de sangue praticados em democracia, é tão ou mais culpado do que o seu delfim actualmente detido preventivamente. E tal como este, aquele já devia estar há muito tempo detido após ter sido julgado e respondido perante a Justiça pelos gravíssimos crimes cometidos.

Maria disse...

Soares deveria benzer-se de cada vez que pronuncia o nome do Prof. Salazar. Não fora ter existido este Grande Português e Maior Estadista e o pior intrujão e o mais perigoso traidor à Pátria nunca haveria tido a vida ultra luxuosa que tem levado nem jamais roubado desavergonhadamente os biliões, primeiro contos depois euros, pertença absoluta e indeclinável do povo português.

Ele devia era perdir perdão aos portugueses pelos danos irreversíveis a eles causados e agradecer diàriamente ao deus dele o ter sucedido - por pura canalhice, inúmeros golpes baixos e Alta Traição à Pátria - àquele que pode ser considerado o mais competente, íntegro e leal governante que existiu no séc. XX em Portugal.