Páginas

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Quem tem medo são mesmo os magistrados...

Fátima Campos Ferreira organizou um programa na RTP1 sobre a política e a justiça, buscando a inspiração numa frase avulsa de Paulo Rangel num encontro na "universidade de Verão" do PSD.

Disse no início do programa Prós e Contras de hoje que convidou magistrados para participarem no programa e nenhum aceitou o convite.

A conclusão rápida é de que os magistrados têm medo de participar neste tipo de programas com o enredo que lhe foi criado por alguns políticos de pacotilha tipo Galamba e quejandos. Uma pressão inadmissível que chegou à exigência pública de censura do programa por motivos de simples oportunidade política.

É isso e é triste. Por outro lado, o programa passou ao lado das questões relacionadas com as interferências que políticos muito concretos, como António Costa e outros fizeram em tempos directamente no sistema de justiça e os seus mais altos representantes.

Sobre tal assunto não se disse uma palavra no programa de hoje. Parece que é tabu. Portugal é mesmo uma democracia madura em que estes assuntos podem ser discutidos na televisão pública?
Não é porque existe uma camarilha de vigilantes que atacam qualquer pessoa que tenha a veleidade de dizer que esses reizinhos vão nus.
Um deles já tem nome, mas há muitos mais. Parece que apenas " a política" tem prerrogativas e privilégios de excepção e de direito a uma liberdade de expressão que lhes serve para atacar quem os coloca na berlinda.
Isto é que precisava mesmo de um Prós e Contras para se perceber que afinal esta democracia está mais próxima do regime de censura do que parece.

8 comentários:

Floribundus disse...

a etar do rato continua em pé de guerra contra magistrados e procuradores

estes que se cuidem se o ps for governo
porque o monhé ainda os envia para um campo de reeducação no interior

isto é uma república de estudantes de Coimbra tipo 'Prákistão'

não fujo se o ps ganhar
porque sou
velho, doente e pobre

moro perto do estádio dos índios
vários condóminos deviam andar de tanga, pena na cabeça e osso no nariz

BELIAL disse...

Fiz uma sobre angola(nos)...

BELIAL disse...

E Sousa Tavares diz que foi uma reportagem no Expresso sobre Angola.

Que temeridade...

Floribundus disse...

esta javardaria social-fascista
poderia chamar-se

'Real República Palácio da Loucura'

José disse...

Deve ter sido uma reportagem de secretária...com os "pretos" a informar in loco.

José disse...

O que me enerva nesse palerma é a petulância em falar do que não sabe segundo critérios de oportunidade e de acordo com os seus interesses de "classe" digamos assim.

Sendo compadre do Ricardo ES e tendo muito dinheiro por conta, no respectivo banco, safou-se de o perder porque não depositou mal.

É um hipócrita.

Vitor disse...

O programa foi muito fraquinho e com demasiadas asneiras ditas
Como mais ninguém se quis pôr a jeito, quem levou trombadas foi o diretor do CM.
Este programa só valeu a pena para ouvir o diretor do CM dizer na tromba do compadre do Ricardo salgado que este compadre não sabia nada de jornalismo de investigação e que era mero opinador. Na mouche. Só faltou acrescentar que a sua opinião está ao nível das dos carroceiros que se embebedam nas tascas.
Triste é a rtp1 ter alinhado na crítica a outro órgão de CS (o CM) por este não largar o osso que são os escândalos recentes do BES e do Sócrates. Todos esqueceram que a CS não tem a ver com resultados de processos crime porque as suas referências são outras.
Pode não haver crime ou prova do mesmo, mas de certeza há desvalor ético nas condutas de Sócrates. Assim, é bom que haja algum OCS que mantenha viva esta condenação ética já que muitos estão coniventes com a atividade politica corrupta.

Floribundus disse...

socialismos e socialistas
« Plus ça change, plus c’est pareil! »

'merde alors!'