Páginas

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Balsemão: desfaçatez absoluta

Daqui, Expresso no Sapo:

O militante número um do PSD pediu uma maioria absoluta para a coligação Portugal à Frente e considerou que esse resultado está ao alcance de sociais-democratas e centristas.

No domingo vou votar Portugal à Frente e vou fazê-lo com a esperança cada vez mais forte que para o bem do nosso país e de uma governação eficiente, a bem do meu futuro e sobretudo do futuro dos meus filhos e dos meus netos, que no domingo alcancemos a maioria absoluta", afirmou Francisco Pinto Balsemão
.

Este indivíduo que capitaneia a Impresa que detém a SIC e o Expresso é o exemplo mais flagrante da hipocrisia militante número um.  Basta ver essa tv e ler esse jornal para perceber que nos últimos 4 anos foram órgãos de informação em permanente ataque ao governo que está e à coligação que se propõe continuar a governar.
A pouca-vergonha é tanto maior quanto esse "militante número um" só aparece agora, na 25ª hora,  a posicionar-se para colher louros que nunca lhe pertencerão e cujos órgãos de informação tudo fizeram  para não vicejarem.
É preciso uma enorme desfaçatez para dizer o que Balsemão disse e só por efeito de sondagens o disse.
No caso de ser o PS a posicionar-se como virtual vencedor, este "militante número um do PSD" nunca faria este patético apelo a um voto cínico.

Em tempo: 
A abertura do Jornal da noite, às 10 horas, na SIC-N, animado pela dona Lourença é a prova cabal do que acaba de se dizer. A primeira meia dúzia de minutos é entregue ao cuidado da propaganda PS. Logo a seguir, a campanha de PaF e uma pequena intervenção do mesmo Balsemão, com focos repetidos no indivíduo que capitaneia a SICN. Ao todo menos de meia dúzia de minutos e pouco ou quase nada do líder da coligação.

Mas...quem é que teve a parte de leão na propaganda televisiva da dona Lourença? Pois...o BE. Minutos infindáveis da líder Catarina Martins, em directo do Porto, num comício a vituperar a "direita", o governo e tutti quanti lhe sirva para reconquistar os oito deputados perdidos.

É assim o jornalismo da dona Lourença. Nem com o patrão a ver...e a matutar no "share" mais deprimente de sempre e ao nível da RTP2.

A SIC-N é o iscte televisivo nacional. Vai  longe com esta política editorial...

5 comentários:

Floribundus disse...

a carteira sempre à frente

JL disse...

muito bem visto!

Antonio Cristovao disse...

Será que nãp haverá gente que lida mal com a liberdade de imprensa?
Não gostará mais de ler os jornais partidários, sempre fieis ao dono?

josé disse...

É precisamente essa liberdade que está em causa sempre que o leque de opções político-ideológicas se viram sempre para o mesmo lado, como acontece com a SIC e o Expresso.

Maria disse...

Balsemão, na pulhice, na traição, no oportunismo político e na falsidade, está irmanado ao traidor Soares e ambos vendidos ao mundialismo sionista. E tal como este último, aquele também o é na seita maçónico-sionista a que os dois pertencem e obedecem como carneiros. Por obra diabólica destes dois seres demoníacos, cada um no seu campo d'acção, assistimos ao criminoso desmembramento de Portugal e à tremendíssima tragédia humana que se lhe seguiu, só comparável ao inimaginável sofrimento e aos milhões de chacinados em qualquer uma das duas guerras mundiais. Estes dois seres inomináveis são de facto a exacta personificação do Mal absoluto. Além de mais alguns vendidos em posição subalterna, o primeiro deles foi o principal obreiro da entrega de Portugal aos dois internacionalismos e posteriormente, já os dois traidores em uníssono, os causadores absolutos da posterior perda da nossa soberania e independência e do inferno em que se transformou a vida dos portugueses desde então até ao dia em que nos encontramos.