Páginas

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Delille & Araújo em desespero de causa

Económico:

A defesa de Sócrates enviou à Procuradora-Geral da República um requerimento em que pede uma intervenção que ponha fim à “campanha de denegrimento” do ex-primeiro-ministro na comunicação social, que conta com a “aparente conivência cúmplice” do Ministério Público (MP).

“[…] Apressaram-se diversos 'jornalistas', assistentes do MP, a divulgar, através dos órgãos de comunicação social para que assumidamente trabalham, a difundir por todos os meios ao seu dispor calúnias e deturpações torpes e vis de elementos do processo. Calúnias que não só procuram esmagar os mais elementares direitos individuais do nosso constituinte, cidadão José Sócrates, como denigrem terceiros e ridicularizam a Justiça portuguesa e o Ministério Público que V.ª Ex.ª representa, numa efectiva tentativa de assassinato de carácter”, lê-se no documento.

No requerimento de quatro páginas assinado pelos advogados de José Sócrates, João Araújo e Pedro Delille, a defesa acusa o MP de “completa inércia” e “aparente conivência cúmplice” em relação à divulgação de elementos do processo, através da comunicação social
.

Repare-se: estes causídicos a quem um dos arguidos do processo do Marquês passou procuração para o defenderem, entendem que tal actuação processual passa necessariamente pelos palcos mediáticos, sempre.
O processo tem mais arguidos, mais advogados e mais intervenientes processuais. Nenhum deles se comporta como estes dois causídicos inacreditáveis e que se julgam o centro mediático do mundo judicial, à semelhança do arguido que representam e se julga por sua vez o centro do umbigo nacional.
Esta actuação é de doidos, para os demais arguidos que têm processos como este. Por exemplo os dos Vistos Gold e outros menos mediatizados.
Acresce que pelo que se  conhece os factos relativos a este arguido são de tal modo graves que o normal seria que o mesmo estivesse reservado e caladinho à espera de organizar uma defesa coerente e consentânea com o bom senso que a tal obriga. Nada disso acontece e os causídicos da causa actuam como baratas tontas a mando do cliente insuportável.
Como este nem o arguido Cruz no auge do processo Casa Pia que também esbracejou e esperneou para nada, com o apoio do seu advogado similar.

Agora repare-se ainda na coerência insana destes causídicos:

Há uns meses ofendiam-se e rasgavam as vestes por causa do aparato mediático da prisão do seu cliente, transmitida em directo pelas tv´s porque uma delas teve acesso ao momento adiado, aliás, por obra do próprio arguido que protelou a operação com intuitos inconfessáveis.
Depois voltaram a rasgar a veste cada vez mais reduzida por causa das violações de segredo de justiça cuja responsabilidade imputaram logo clara e afoitamente ao MºPº, porque era o titular do processo, a par do JIC interveniente no mesmo. Fizeram-no sem rebuço de maior e publicamente repetindo tal aleivosia nas tv´s sabendo que as violações de segredo de justiça nestes casos são quase inevitáveis a partir do momento em que foi aprovado, no tempo do governo do dito arguido,  legalmente,  a obrigatoriedade de colocar em mandados de busca e apreensão e de detenção de arguidos os indícios fundamentais dos factos imputados.
Depois, rasgando ainda mais o reduto de vestes já em tanga, mostraram as partes gagas da indignação hipócrita e tudo fizeram para conseguir,  em recursos que percorreram quase todos os desembargadores da Relação, a revogação do segredo de justiça. Conseguiram-no agora através de um desembargador que já se pronunciara sobre o processo, a favor do arguido.
Pois em resultado disso o segredo de justiça ficou escancarado como aliás os mesmos causídicos queriam e até fizeram gala em proclamar em tom provocatório, ao mesmo tempo que insultavam as autoridades judiciárias na praça pública.
De repente ficaram nus e o espectáculo é deprimente por causa das poucas-vergonhas pendentes, uma vez que o pudor ainda é um valor a respeitar quando se pretende ser respeitado.

Agora esta reacção destemperada contra o jornalismo que aproveitou aquilo por que sempre lutaram, ou seja, o da exposição pública de uma putativa ausência de provas que afinal se revela um logro e reforçam ainda mais os indícios que se tinham visto no início.
A patética reacção agora exposta só tem paralelo com a pobreza de argumentos de defesa e a proclamação de sucessivos contra-sensos em que já ninguém acredita.

É para isso que tais causídicos recebem honorários?

55 comentários:

Alberto Sampaio disse...

Caro José,
"percorreram quase todos os desembargadores da Relação"
uma estratégia que acabou por colher quando se juntaram os juízes certos. Demorou, mas chegaram lá. Talvez felizmente foi já perto do "apito final"

Jmarvao disse...

ja reparou que o comportamento acintoso, miseravel, desafiante, arrogante e insultuoso dos advogados de Socrates e mais ou menos a atitude de Costa e demuita gente no PS? Nao lhe parece estarem todos a receber o mesmo tipo de instrucoes?

zazie disse...

É das mangas de camisa. Têm todos a mesma falta de educação caseira.

joserui disse...

"o espectáculo é deprimente por causa das poucas-vergonhas pendentes"? É mesmo! -- JRF

Zephyrus disse...

Ferro Rodrigues presidente da Assembleia.

Que desgraça!

Zephyrus disse...

Pelo que diz aquele artigo do CM a Côncia sabia de tudo.

Passou estes anos todos a destilar veneno contra todos os que não ajoelham perante os da sua seita.

Noutro país mais civilizado o público e a comunicação social exigiriam explicações. Provavelmente, isto significaria o fim da carreira.

Aqui não se passa nada e continuará com a sua habitual arrogância.

E se fosse alguém de Direita? Recordam-se o que fizeram a outra jornalista, de nome Manuela Moura Guedes?

Zephyrus disse...

Há uns anos li uma entrevista do Jerónimo em que dizia basicamente isto. O fim da História portuguesa seria o comunismo. Mas iria demorar tempo. Seria por fases. Primeiro a social-democracia, depois o socialismo, finalmente o comunismo. Estes movimentos radicais actuam por fases. Chama-se a isto gradualismo.

Zephyrus disse...

Há dias estava a ler Sófocles e encontrei uma frase mais ou menos assim: «quem tem medo de usar palavras fortes tem medo de grandes acções».

A Direita tem medo de abrir a boca há muito tempo mas a Esquerda nunca se calou.

Salvo algumas excepções, um bando de meninas.

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
josé disse...

"Essa lista está a ser procurada como cães pelos investigadores do MP português para a fazer desaparecer."

A lista só por si vale quase zero. Ninguém vai investigar negócios em Angola, um país soberano. Ninguém jamais saberá se tal lista é apócrifa ou não.

Para quem anda a colocar dúvidas sobre o conteúdo de gravações existentes no processo é de lamentar a estupidez.

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Ah! então é isso. Toca-lhe pessoalmente.


Apagou tudo mas deu para perceber.

Ricciardi disse...

Pessoalmente não. Nada. Conheço o assunto porque estive lá. E até estive no sector da com social. Projecto q fracassou e que suspendi há pouco tempo por causa da crise q lá se instalou.
.
Rb

zazie disse...

Vieste, não. Fugiste de lá porque corrias risco de vida.

Já percebi. O cinismo é apenas um. Angola. O vigarista tem de ser safo por causa dos tais "pendentes".

Ricciardi disse...

Ehehe tu inventas largo. Valha-me Deus.

josé disse...

Então fica aqui o esclarecimento para que toda a gente leia: a lista referida e que foi apagada dos comentários é uma suposta lista de schindler que o Salgado terá em mãos para chantagear quem lhe interessar.

Como a estupidez da imputação ficou também fica isto.

Ricciardi disse...

Angola está nas três situações em discussao. Ou quatro.
.
No vale do Lobo, no BES, nos dinheiros de Sócrates, nalguns casos do processo vistos gold.
.
Rb

josé disse...

A lista de Salgado vale muito pouco, mas valerá muito mais se disser a quem deu boa parte dos 14 milhões que recebeu através da Escom e onde foram parar. A quem, em concreto.

Muita gente desconfia, mas se for o don Ricardo a dizer é muito mais rápido descobrir.

zazie disse...

Estupidez ao quadrado e cobardia e cinismo ao triplo.

Não inventei nada. Se quiseres faço copy paste do que tu próprio disseste.

Mas nem merece a pena- és um vigarista com o cu a arder.

josé disse...

Agora aparece este com revelações fantásticas de quem imagina conspirações...

josé disse...

É uma espécie de Krieken deste processo...

zazie disse...

Acerca desses 14 milhões e da inocência do Sobrinho já este pascácio lavou mais branco e escreveu por todo o lado que era pura mentira.

Ricciardi disse...

A estupidizacao através da com social é que me preocupa. Principalmente a quem tem cabeça para usar e ligar os pontos.
.
A lista existe porque não é crível que um banco não saiba a quem emprestou. A nacionalização do BESA (agora banco económico) foi a a melhor forma de controlar danos no regime.
.
Rb

josé disse...

Faz lembrar aqueles chico-espertos que por muito que lhes mostrem a realidade arranjam sempre modo de desconfiar que é inventada...e que eles é que a conhecem.

Ricciardi disse...

Vigarista é a tua mãe.
.
Rb

Ricciardi disse...

Dei-lhe as ligações. Use o cérebro.

josé disse...

No Cômputo da corrupção que se desenvolveu a partir de 2005 ( Vara abriu conta no banco suíço logo em Novembro desse ano até há relativamente pouco tempo) Angola tem que estar presente e algumas pessoas também.
Mas isso é apenas um dos tentáculos. Confundir a parte com o todo é a especialidade da chico-espertice, exacerbada pelo erro na parte respectiva.

zazie disse...

Judeus e basta. Até passam as listas ao inimigo para se safarem

AHAHAHAHHAHA

Ricciardi disse...

E ainda nem foram ao Dubai.

josé disse...

Mais que o Salgado a chave do "Projecto global" é o advogado que aqui tem sido citado sempre e é fácil procurar pelo nome.

josé disse...

O Bataglia é outro que sabe dessa parte porque participou nela.

Mas há mais e muito mais, segundo penso. Por aqui na devida altura foi mencionado o que devia ser por causa da estranheza de procedimentos, apenas:
CGD-BCP, com o idiota útil Berardo.

Sonae OPA ( Belmiro vai ser ouvido).

EDP, REN etc.

PT.

Tudo isso cheira a esturro que tresanda. Tudo isso não são 30 milhões. São vinte vezes mais.

josé disse...

E o conhecimento que tenho disto releva apenas do que foi noticiado na altura. Basta conferir as datas e o que então escrevi.

Se me enganei foi por defeito.

josé disse...

O MP só começou a investigar criminalmente este indivíduo Inenarrável em data recente e muito depois de ter saído do Governo.

Deveria ter começado logo em 2005...

josé disse...

Este Inenarrável considera-se inocente porque sabe muito bem que nem foi o principal beneficiário destas manigâncias todas e os outros que têm modo de justificar rendimentos safam-se.

Pois então se a lista do Salgado é comprometedora a lista deste Inenarrável é mortal. Literalmente. Se começar a falar por um qualquer intervalo lúcido que lhe advenha, liquidam-no.

josé disse...

Mas isso não lhe retira um grama de responsabilidade penal. Antes pelo contrário.

josé disse...

Que se prepare para daqui a três anos passar outros dez à sombra e sem poder gozar os rendimentos nem ajudar "as mulheres" e os seus próximos.

Se não fugir entretanto que é isso que irá fazer, no meu entender.

josé disse...

Todas estas considerações fazem parte de uma obra de ficção que ando a elaborar mentalmente. São elementos de uma trama conceptual romanesca e que poderia ser mote para um romance policial.

zazie disse...

eheheh

zazie disse...

Pela minha parte cruzava os dedos para que fugisse.

Ainda era o melhor que nos podia acontecer.

zazie disse...

Mas o maluco botou alguma lista que nem vem nos jornais?

eheheheh

zazie disse...

«Dei-lhe as ligações. Use o cérebro.»

eheheh Isto foi escrito com um funil na cabeça

":O))))))))

zazie disse...

O "projecto" do funil chama-se cofina

ahahahaha


É só schindlers

Ricciardi disse...

Fugiria se no processo encontrasse factos e provas. Não fugirá se vir, como me parece, que não tem sustencao.
.
O curioso disto é que agora que dizem ter a prova consolidada soltam o homem. Em vez de terem investigado primeiro e agora com a prova dita consolidada o prendessem por perigo de fuga é q seria racional.
.
Esgotaram o tempo de preventiva e agora mostram as cartas para o adversário agir.
.
Que bando de bananas.
.
Ando a dizer isto há meses. Que adianta? Os adiantados mentais tiveram orgasmos antes do coito. É o que é.
.
Rb

Ricciardi disse...

Olha mete o projecto cofina no sitio q bem sabes. Não passas duma peixeira que em qualquer conversa fazes ataques pessoais. Uma triste.

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
josé disse...

"Esgotaram o tempo de preventiva e agora mostram as cartas para o adversário agir."

Nem esgotaram o tempo da preventiva nem mostraram as cartas.

Que grande banana.

josé disse...

Se se prova que o dinheiro é do indivíduo e que proveio por artes mágicas de entidades que tiveram negócios com o Estado e o Governo enquanto o indivíduo era PM e que tal proveniência não está legitimada seja por que for, que provas necessita mais? De um contrato assinado por ambas as partes relativamente à corrupção?

josé disse...

V. assim nem banana consegue ser. Faz figura de abécula.

muja disse...

Ai as pretas da Muxica que ficam sem esmolinha!...

Ricciardi disse...

Se...

Ricciardi disse...

Um prognóstico nunca é tão demolidor quanto uma certeza. Não há acusação e o arguido teve acesso ao processo onde estão as ditas provas. Para a preventiva já não vai até ao julgamento. O arguido pode avaliar se têm ou não têm provas no processo que o motivem ou não a fugir.
.
E a abécula sou eu?
.
Rb