Páginas

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Presos no voto

CM de hoje:


Esta imagem retrata algo triste: os dois protagonistas mais importantes do descalabro de 2011 estão presos em casa, actualmente. Um deles, foi votar em trajo casual, já desprovido das honrarias dos salamaleques de outrora; outro, em fato de cerimónia política, a modos de "como se ainda fosse".
Trágico, uma vez que denota uma grave alienação da realidade de quem julga ainda ter um futuro político à frente dos dias de preso.
Espera-se a semiótica dos especialistas em preços de roupa.

5 comentários:

BELIAL disse...

Falou como se fosse estadista, "o pintas".

O dono do mundo.

Porreiro, pá!

Ricciardi disse...

O 'pintas' foi votar sem escolta. Ora, eu, q sou figadalmente contra prisões preventivas abusivas no tempo e no modo, e tendo a opiniao de q o pintas não devia estar preso por mais de um mezito sem acusação, dizia, não compreendo como estando ele preso, bem ou mal, pode ir votar em liberdade sem ninguém da justica dizer nada. Está com medo a justiça de exercer o seu dever por sebtratsr de Sócrates?
.
Digo isto, já para precaver, sem ponta de ironia e hipocrisia.
.
Se assim é, se um preso não precisa de escolta nem autorização, as próximas eleições presidenciais são óptimas para quem se quer por ao fresco.
.
Rb
.
PS. O pintas não fugiu.

S.T. disse...


E foi mesmo votar sem escolta ? A justiça não disse nada ?

:)

josé disse...

Aquele fato de encomenda já não lhe assenta bem...

Floribundus disse...

consideraram o 'alimal feróz'

como figurante sem importância a não ser a que o próprio se atribui

tiraram-lhe a possibilidade de se vitimizar