Páginas

domingo, 3 de abril de 2016

Excelência, não é nada meu...é tudo de um amigo meu.

No Brasil os sambas de enredo tomam o lugar dos antigos pasquins que se distribuíam pelos ceguinhos que vendiam as pagelas nas esquinas das ruas para anunciar as desgraças mais inomináveis que nem o Correio da Manhã nas suas edições mais requintadas conseguiria fazer.

Um dos últimos que a TvI, RTP e SIC não conhecem é um samba que os brasileiros parecem adorar e está no you tube...para além de outros que dão efectivo uso ao ditado ridendo castigat mores:




Por cá a imaginação nunca chega a tanto. Só para as jogadas des bastidores...

8 comentários:

jbp disse...

Cá ainda impera o "respeitinho" e a portuguesissima D. Cunha... não morder a mão que poderá vir a dar de comer.

Floribundus disse...

diverti-me imenso

por cá fado no jocoso
só para dizer mal
'do cavaco'
'do passos'

a rataria os sociais-fascistas é tudo gente
'IMPOLUTA'

cuidado com a rima

zazie disse...

":O))))

O filho milionário também não é dele, é de amigo

hajapachorra disse...

Toda a gente sabe que é de um amigo dele, mas se um fabiano puser esta musiquinha no feicibuque todos os 'amigos' brasucas logo 'desembarcam'...

lidiasantos almeida sousa disse...

CONTINUAR NO PARLAMENTO QUE ACHA DE MARIA LUIZ ALBUQUERQUE COM QUEM NEGOCIAVA DIVIDAS COMO A O BANIF? IR PARA ADMINISTRADORA DA EMPRESA COM QUEM NEGOCIAVA DIVIDAS. JÁ SABIA QUE COM VELHOS BABOSOS COMO O PARALÍTICO, ERA A MAIOR, SÓ FALHOU UM TAXO NA EUROPA POR FALTA DE HABILITAÇÕES. ET LA NAVE VA, PASSOS sem Relvas não é nada RELVAS ANDA À VOLTA DO PROCESSO DO BANCO EFISA, NEM APARECEU NO CONGRESSO.FEZ MUITA FALTA, É ALEGRE BEM DISPOSTO E MUITO, MUITO ESPERTO ATENDENDO QUE ESPERTEZA NADA TEM A VER COM INTELIGÊNCIA. O SONHO DE SER BANQUEIRO VAI LIXAR O RELVAS. OS ANTIGOS PADRINHOS COMO ANGELO CORREIA. JÁ O DERAM COMO MORTO, O OUTRO ANTIGO PATRÃO ESTÁ NA EDP. Só lhe resta a Maria Luiz Albuquerque cuja astucia ele conhece como ninguém. Por isso é melhor deixa-la mesmo que isso lhe cause Serpula. O AMOR É O CAGARRA. Le Point.fr.

Jorge Libertário disse...

Zazie sobre outro assunto que comentámos num outro blogue: "Enquanto Afonso Costa era expulso todas as semanas (por vezes várias vezes por semana) e ficava sem acesso.
Mudei para este. Enquanto usei o Afonso Costa nunca usei o Manuel Buíça e desde que uso o Manuel Buíça nunca usei o Afonso Costa."

Aquela escrita só podia ser a mesma pessoa

zazie disse...

Hummm... ele não escrevia com todos aqueles pontos de interrogação e exclamação.Mas também vou lá pouco. Não me recordo muito bem.

Mas Afonsos Costa e Buíças é o que para aí há mais
Ahahahahha

Maria disse...

Esta musiquinha é o máximo! Os brasileiros são de facto únicos. São de uma inventividade e rápidos no aproveitamento de todas as oportunidades, que só visto.