Páginas

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

A demissão dos três ajudantes de ministro está em cima da mesa

A senhora dona Lourença, jornalista da RTP3, convidou o professor Freitas do Amaral para comentar o caso dos secretários de Estado que foram ver a bola a expensas da GALP.

O professor, que por vezes enguia nestas coisas, desta vez ficou firme e hirto: os ditos secretários de Estado devem demitir-se ou serem demitidos, pelo primeiro-ministro a banhos, desmentindo o seu vice, aquele inenarrável Silva que uma vez falou na sarjeta e parece que de lá nunca saiu.

E acrescentou que é incompreensível que quem seja jurista ( como é o Secretário dos assuntos Fiscais) não tenha compreendido o que se passou...

A mesma senhora dona Lourença convidou a seguir Nuno Garoupa para falar sobre o mesmo assunto ( além do inócuo Correia de Campos que nem ouço o que diz porque prefiro ouvir ao mesmo tempo o debate no Observador a propósito da ponte Salazar, com José Manuel Fernandes, Jaime Nogueira Pinto e Jaime Gama).

Nuno Garoupa tocou num ponto que ainda ninguém referiu com impacto suficiente : a GALP pelos vistos terá convidado, para além dos secretários de Estado, também reguladores do sector e supervisores e apontou claramente tal prática como indiciando corrupção. Nem mais!

A GALP deve ser chamada à pedra nesta vertente e rapidamente.

18 comentários:

Floribundus disse...

com gente desta a lourença ainda tem um badagaios em directo

golpadas

entretanto o monhé foi
'trabalhar pró bronze'

Floribundus disse...

o 'nosso 1º' monhé é alguém que se preocupa com a sua aparência física

podia ter servido de 'paradigma' a qualquer bom escultor grego

com as recentes sondagens
lembrei-me dum relevo do Louvre
'Apolo e Nike executam libação aos deuses'

A Mim Me Parece disse...

Pare-me mais que terá ido "trabalhar para o carvão"!

Ricciardi disse...

Já eu acharia muito suspeito que um político recusasse a cortesia para assistir a um jogo importante da selecção. Que raios estaria ele a esconder para ter um comportanmento tão antinatural?
.
Rb

josé disse...

Um argumento tão estúpido nem merece comentário a não ser este.

Ricciardi disse...

É, pois, aceitei muitos convites para assistir jogos do glorioso fcp no camarote de empresas e nunca facilitei crédito por causa disso. Creio mesmo que seria indelicado da minha parte não comparecer. E quando é ao contrário fico realmente com má impressão da pessoa que recusa.
.
O conceito legalista extremo estraga a natural e normal relação entre pessoas.
Rb

zazie disse...

Este palerma julga-se eleito.

Nem para a cubata os pretos te votaram, palerma.

Ricciardi disse...

Mas eu, querida e estimada zazie, gosto especialmente de obter o poder pela força... dos argumentos.
.
Rb

Ricciardi disse...

Acho perfeitamente provinciano discutir convites para assistir a jogos de futebol. Que queres tu?
.
Provinciano e até me parece coisa tb ligada à inveja e maldicencia barata de figuras públicas.
.
Rb

zazie disse...

Idiota- és servidor do Estado?

Que interessa ao povo os favores que podes fazer a troco de convites? Acaso a lei proíbe, ó pacóvio?

zazie disse...

Lambe cu do PS que mete nojo.

zazie disse...

Passa a vida com a moral na boquinha mas em tocando aos bons dos seus filhos-da-puta já é tudo inveja e não há sequer lei para a coisa.

Ricciardi disse...

Qualquer dia um político tem de ser um ser não humano para poder exercer a nobre actividade. Não, os políticos, como pessoas, ganham amizades com quem lidam. É perfeitamente natural que se convidem os amigos para assistir a um jogo. Isto não tem nada de mal. É assim que deve ser. Não sendo assim cai-sr na hipocrisia. Se um político quiser ser corrompido não aceita convites para divergir suspeitas. Sr não quer ser corrompido não tem problema algum em ir ao jogo.
.
Rb

zazie disse...

Olha aqui, ó meu retardado mental:

A que título um gasolineira anda a gastar dinheiro em viagens para um político que não conhece de parte alguma viajar para ver um jogo da bola?

Foi para levar nas costas um reclame à Galp?

Jose disse...

Quando e que investigam a aranha que esta em frente â GALP por cima da 2ª CIRCULAR talvez encontrem algo de muito interesse que o Dr.António Costa deve
ter a resposta.

josé disse...

Este "Jose" não é o da casa...porque pode haver confusão.

Ricciardi disse...

Zazie, tontinha, pela mesma razão que a petrolífera convida fornecedores e clientes importantes, bem como os bancarios e banqueiros com quem lida no dia a dia. Com os governantes e deputados não pode ser diferente. Não faz sentido algum este pseudo problema, porque com este tipo de convites compra-se simpatia nao se compram favores.
.
Percebes a diferença?
.
Rb

Gaia disse...

Os políticos não são pessoas sérias, alguns porventura serão seres não humanos, mas às vezes apesar de não ser é preciso parecer, o quero, posso e mando, advindos da investidura destes senhores nos referidos cargos, é altamente reprovável, Portugal é um país de grunhos e oportunistas onde impera a velha máxima "aqui quem tem olho é rei" aos portugueses ceguinhos, só resta... aceitar?!
A cara de pau destes senhores é de lamentar e quem dá cobertura a estas trocas de favores é de criticar.
A lei para alguns é como o latim, é lingua morta, mas vivemos num país onde tudo é permitido, somos latinos...