Páginas

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Fustigar o comunismo é preciso.

Jornal O Diabo de ontem, um artigo de Pedro A. Santos em que se analisa o que mais ninguém nos media o faz: o comunismo e a sua história negra.
Os últimos números de O Militante estão pejados de lamúrias pelas "campanhas" contra "o Partido", feitas de "falsidades e difamações" , aliás nunca explicadas ou contestadas.
 Ainda bem porque há décadas que essas "falsidades e difamações" têm passado incólumes nos media nacionais que não se incomodam nunca com o PCP e a sua história negra ligada ao comunismo internacional de expressão mais dura e estalinista.
Um dos fenómenos mais intrigantes da democracia que já leva 40 anos é a condescendência permanente com o PCP e a esquerda em gera.

Portanto, com o comunismo e este PCP que há só se perdem as que vão por fora...


4 comentários:

Santos disse...

Isto da Esquerda é tudo gente séria, imaginem se fosse com a direita, as esganiçadas já estariam todas estéricas a pedir a demissão deste secretário de estado, que até o Sol agora vamos ter de pagar.

No entanto, agora não é "austoridade", é justiça fiscal.

Estamos mesmo a caminho da Venezuelaização.
http://observador.pt/2016/08/03/rocha-andrade-viajou-para-o-euro-pago-pela-galp/

Floribundus disse...

actualmente no rectângulo
pior que o comunismo do pcp

é o da parceria monhé-be
com a graciosa ajuda do beijoqueiro

a dívida sobe assustadoramente enquanto escrevo estas linhas

requiescat in pace

contra-baixo disse...

Coisa mais pobrezinha e patética (o artigo do Diabo), até consegue falar do assassinato do Aldo Moro, ignorando o pacto histórico, estabelecendo uma associação entre as BV e o PCI (cadé a Gládio?).
Os nexos de causalidade da moda estão a tornar-se doutrina oficial.

josé disse...

De facto, esse argueiro é o mais importante do artigo...e ler mal essa passagem dá o retrato de quem lê.