Páginas

terça-feira, 6 de setembro de 2016

"Coimbra, cidade do conhecimento"?!


Observador:

A seis dias de serem divulgadas as listas de colocação no ensino superior em Portugal, a consultora Quacquarelli Symonds (QS) divulgou o ranking universitário para o ano lectivo 2016/2017. A primeira universidade portuguesa surge no lugar 323: é a Universidade do Porto, sete lugares acima da Universidade de Lisboa. Na posição 366 aparece a Universidade Nova de Lisboa, fechando assim o pódio das universidades portuguesas. A universidade de Coimbra está entre no lugar 452, muito acima do último colocado: a Universidade Católica de Lisboa, algures depois da posição 701.
As universidades portuguesas baixaram no ranking em relação à análise feita para o ano lectivo passado, com excepção da Universidade de Lisboa, que subiu 151 lugares em relação ao ano passado. Mas também houve uma reviravolta no universo de instituições de ensino superior portuguesas em destaque: embora a Universidade do Porto continue a ser considerada a melhor universidade de Portugal, as universidades Nova e de Coimbra desceram no ranking português, enquanto a Universidade de Lisboa subiu entre as instituições do país. No guia da consultora QS também são destacados os politécnicos portugueses, “bem reputados” e com foco na preparação do estudo para um percurso profissional específico.

As três melhores universidades do mundo são norte-americanas: o Massachusetts Institute of Technology (MIT) foi colocada em primeiro lugar, seguida da Stanford University e da Harvard University. Há cinco bandeiras norte-americanas entre as dez melhores universidades do mundo. De resto, há quatro britânicas (a University de Cambridge em quarto lugar, a University of Oxford em sexto lugar, a University College London em sétimo lugar e a Imperial College London em novo lugar) e uma suíça: a Swiss Federal Institute of Technology, em oitavo lugar
.

Quem vem de Lisboa pela A1, ao chegar a Coimbra depara com um cartaz que anuncia a antiquíssima urbe como sendo a "cidade do conhecimento".

Talvez fosse altura de retirarem o cartaz... 

4 comentários:

zazie disse...

Uma triste mas esperada vergonha

hajapachorra disse...

O cartaz é mau, mas o anterior, ainda dos primeiros tempos machadinos, era pior: Coimbra, cidade-museu. Coimbra cidade do conhecimento vem da habitual tolice e cagança, já o cidade-museu é simples ignorância e parolismo em estado agudo.

muja disse...

Os tempos presentes continuam machadinos...

jkt disse...

A que se aproveitava era a de direito.
Outros tempos agora.