Páginas

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Pois, pois...grupo Lena!

Sapo24:

Operação Marquês: Sócrates acusa Carlos Alexandre de "insinuação torpe e covarde" e "abuso de poder".

C.M. de hoje: pelos vistos há quem não concorde com a vitimização habitual e saiba como se passaram as coisas...






ADITAMENTO:

Em comunicado, Joaquim Paulo da Conceição nega, “na totalidade do seu conteúdo”, a manchete da edição do Correio da Manhã de hoje, reproduzida pela agência Lusa, de que confessara ter feito pagamentos a José Sócrates num depoimento feito no âmbito do processo da Operação Marquês.

Das duas uma: ou a notícia do CM é uma habilidade, o que duvido por ter sido assinada por Eduardo Dâmaso ( e também Tânia Laranjo) ou o que agora o visado afirma é falso .

30 comentários:

Ricciardi disse...

Ando a dizer isso desde o início. O Carlinhos usava o estatuto de amigo do pm para sacar umas comissões aos construtores e o então pm nem sabia disso.
Coisa que ocorre com frequência não apenas a este nível governamental mas também ao nível local.

Rb

Ljubljana disse...

É espantoso ver hoje a TSF com 4 notícas de topo na sua página "online", reflectindo a indignação do coitado, mais um fórum exclusivo para sua defesa, claro está. Mas esta notícia do CM, nem rasto dela. Para uma rádio séria como a TSF, a notícia deve ter sido fabricada ad hoc para denegrir o coitado.

Ricciardi disse...

Portanto, segundo o Pasquim, o Lena terá chamado o Carlinhos para este convencer o socrates a fazer com que a Lena chegasse a mercados como Venezuela, Brasil e Angola.
.
Alegadamente, a ideia era Sócrates dar uma palavrinha com os presidentes daqueles países a ver se a empresa portuguesa ganhava obras naqueles países.
.
Qualquer empresário que vai nas comitivas dos políticos ao estrangeiro faz isso. Pede aos governantes que apoiem e patrilocinem as suas empresas a chegar aos mercados do país anfitrião. Qualquer ministro, do mais honesto ao mais desonesto, responde sempre afirmativamente.
.
Não vejo crime algum nisso. Se um governante não fizer por ajudar uma empresa nacional a chegar ao mercado do país que se visita é que acharia mal.
.
Rb
.

Ricciardi disse...

Talvez seja porque isto não configura crime, mas sim, lobbing legitimo, que o mp nao avança com acusação.

Afinal de contas bastaria um crime para o acusar, não precisa de esperar por mais crimes para o fazer.

Podia até o mp acusar deste hipotético crime que o jornal relata e continuar com a investigação doutros crimes.
.
A pergunta impoe-se. Porque não acusa se tem uma testemunha que diz que falou e pagou a Carlos santos Silva para fazer lobbing junto de Sócrates?

Porque lobbing nao é crime. E aceitar interceder com presidentes de países estrangeiros também não. Se isto fosse crime então o Paulinho portas deveria ser acusado. O Paulo e todos os outros.
.
Aznar fazia ao contrário. Chamava os empresários espanhóis e dizia-lhes que ia de visita a um país estrangeiro e que queria muito que empresas espanholas ganhassem obras lá, dispondo-se a facilitar contactos.
.
Rb

Terry Malloy disse...

Tão cedo na manhã e tão "em cima do acontecimento", comentários sucessivos e "corporativos" à notícia e ao post...frisson, nervoseira, precipitação...

Parece que pode ter sido encontrada a "smoking gun"...

Carlos disse...

"Queimam-se os últimos cartuchos" como diria Artur Agostinho em linguagem futeboleira.
Espero que a justiça ganhe, mesmo que seja no prolongamento.

Tenho sérias dúvidas sobre o dia seguinte. Não vejo no país, alternativa de confiança a este pântano do "centrão mafioso". E é difícil, até porque o povo que o sustenta é o mesmo.

jkt disse...

Ando a dizer isso desde o início. O Carlinhos usava o estatuto de amigo do pm para sacar umas comissões aos construtores e o então pm nem sabia disso.

»Prendam o Carlinhos!

Ricciardi disse...

O advogado do ceo do grupo Lena desmente que o seu cliente tenha dito que subornou Sócrates.

“As declarações que são imputadas pelo Correio da Manhã ao meu cliente nunca foram ditas. É falso que o dr. Joaquim Paulo Conceição tenha prestado declarações dessa natureza ou tenha confessado quaisquer subornos”, afirmou ao Observador.
.
Porque razão o CM elabora notícias falsas?

Rb

josé disse...

Falsas? Então não é puro lobbying?

Ricciardi disse...

Se fosse verdade, era lobbing. Não sendo verdade a notícia é um crime claro de difamação perpetrado pelo jornal.
.
Rb

Ricciardi disse...

Se o jornal Cm não colocar o vídeo onde o ceo do grupo Lena afirma que subornou o Sócrates, ou até um documento assinado pelo dito CEO a afirmar aquilo que o jornal noticiou, devemos concluir que o jornal correio da manhã produz notícias falsas de má fé, com dolo, e pode mesmo dar-se o caso de poder ser retirada licença ao jornal ou, pelo menos, retirar licença aos jornalistas q produzem notícias falsas, difamatórias em conluio sabe-se lá com quem, configurando associação criminososa.
.
Rb

josé disse...

E o lobbying é crime? Se não for, não há difamação punível porque o facto nao desonra ninguém.

A burrice é ao que conduz...

Ricciardi disse...

Vc e a lógica.

Vejamos, se a notícia é falsa, não há lobbing. Há apenas o crime de difamação pela falsa notícia. E se for uma difamação com dolo então ainda é mais grave.

josé disse...

Se a notícia for verdadeira não há crime, nesse entendimento peregrino: há lobbying.

Se for falsa, como nunca haveria crime naquelas circunstâncias relatadas pela noticia, que difamação é que existiu?

Dizer que houve suborno em algo que se quer fazer crer que não o é mas apenas lobbying?

Ricciardi disse...

Agora, vamos recuar e perceber a razão pela qual o cm faz notícias falsas com intenção de prejudicar o Sócrates.
.
Terá a ver com os accionistas da empresa dona do jornal sediado no panamá?
Terão os accionistas do jornal algum diferendo com decisões que o ex pm tenha tomado que prejudicassem os interesses dos accionistas?
Terá o accionista relevante do jornal algum conflito de interesses com o grupo Bes (besa para ser mais específico)?
Terá o accionista desse jornal dito num jantar que iria meter salgado e socrates na prisão?
Terá o accionista grande receio que salgado revele finalmente a quem emprestou dinheiro o besa?
.
São pergunta pertinentes cuja resposta pode ajudar a perceber a campanha .


Rb

muja disse...

Pá relembra-me lá: ao Sócrates é para aplicar a lei à letra ou o que interessa é a moral?

Ricciardi disse...

A lei e a moral devem caminhar na mesma direção, mujinha.
.
Rb

muja disse...

Pois, mas tu é que dizes que para uns o que conta é a moral, para outros que a lei tem de se aplicar à letra.

Não não me lembra é qual delas se deve aplicar ao bom do sócretino entalado segundo os não-sócretinos que o carpem, nomeadamente tu.

Ricciardi disse...

Mas eu lembro-te. Ao Sócrates já não há nada para aplicar que não tivesse sido já indevidamente aplicado. Foi mal preso e isso basta.
.
Quanto ao resto o que se pede é que o mp conclua a investigação e acuse de qualquer coisinha. Que deixe de engonhar.
.
É simples não achas?
.
Rb

zazie disse...

Ninguém tira a licença a este por andar sem açaime?

zazie disse...

Parece uma maluca com o grelo aos pulos por causa do mariconço do 44

AAA disse...

Mas afinal o CEO do Grupo Lena passou de arguido a testemunha ou não?
É que se de facto isso aconteceu deve ter cantado...

Ricciardi disse...

No bolhao ninguém te estranhava.
.
Rb

Ricciardi disse...

Ninguém tira a licença a esta por andar sem badalo?

Ricciardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
muja disse...

A ti estranhavam-te de certeza, que ainda se lá não vendem burros e a ciganada tem feiras próprias. Ahaha!

joserui disse...

Caro Rb os seus comentários sobre o 44 além de um ridículo sem limites, são um verdadeiro vómito e fazem vomitar quem os lê. Tudo o que gravita em volta do trafulha é de uma falta de vergonha inacreditável e você é igual ou pior que a cacicagem que o rodeia. Inacreditável isto. -- JRF

Ricciardi disse...

Jrf, a verdade custa muito a engolir qdo se quer muito acreditar numa mentira.
.
Vc acredita no enredo criado à volta do indiciado. Eu tenho a certeza que aquilo que vc acredita é mentira.
.
Vc engole tudo o que lhe dizem e nem precisa de provas. Eu não. Não engolo. Preciso de provas e as que leio são contrárias à tese em que vc acredita.
.
Quem é vc para me chamar cacique oh bordamerdas?
.
Rb

Ricciardi disse...

Estamos a regredir nas piadas mujinha. Isso era para ser piada ou é assim um humor infantil?

Maria disse...

José, primeiro bem haja por ter vindo a republicar notícias antigas que nos fazem relembrar o que se passou então a respeito desta saga, para muitos propositadamente esquecidas. Depois, parabéns ainda pela suas opiniões, porque bom conhecedor dos factos. Opiniões, essas, imparciais, inteligentes e muito bem documentadas.

O que se passa com aqueles, poucos, que defendem à outrance a personagem em questão, mais não é do que uma cópia passada a papel químico do que aconteceu com umas tantas personagens públicas e privadas que defendiam teimosamente - e contra todod os dados da investigação que comprovavam inequìvocamente a culpa dos arguidos, particularmente dois deles, Pedroso e Cruz - a 'inocência' deles no processo Casa Pia. Tudo se está a passar tal e qual. Jornalistas de todas as áreas, advogados que pareciam saber mais do processo do que os próprios investigadores..., mais do que um desembargador, alguns ex(?)-juizes, até um certo P.G.R. suspeitosamente parcial, também alguns, poucos, actores da comédia e do drama, alguns cantores de intervenção e pelo menos um fadista muito conhecido, etc.

Em poucas palavras, este processo está a decorrer com as sistemáticas ofensas ao Juiz Carlos Alexandre exactamente como o fizeram a esse herói e grande português Juiz Rui Teixeira. Ao juiz C.A. acusam-no de ter dito que era saloio, que não tinha dinheiro em contas de amigos, que não tirava férias porque o trabalho não lho permitia, etc. Ao Juiz R.T. a ladaínha era a mesma com outros contornos: que era juiz mas que andava de ténis e calças de ganga, que acusava os pedófilos sem ter provas concludentes, que acreditava nos jovens depoentes e que estes eram todos mentirosos..., etc. E no entanto veio a provar-se ser o Juiz Rui Teixeira quem tinha completa razão nas acusações proferidas.

Quanto ao Juiz C.A., os seus acusadores (Sócrates e quem o protege, em primeiríssimo lugar) só descansarão quando for substituído no processo que tem em mãos ou quando os seus superiores hierárquicos o despromoverem e o enviarem para um tribunal para julgar processos fora da esfera política, bem longe da Capital. Esperemos ardentemente que isso só aconteça, se escandalosamente tal vier a acontecer, quando o Juiz C.A. deixar tudo muito bem explicadinho ou seja, quando o processo Marquês chegar ao fim e ele provar por A+B todas as acusações por ele formuladas e os arguidos sofrerem as penas que lhes forem aplicadas.

Tem uma certa piada que Socrates propale uma e outra vez que foi primeiro ministro só para mostrar aos ingénuos, primeiro: que um tal cargo político merece muito respeitinho..., depois: que por isso mesmo ele era incapaz de ter cometido os crimes de que a Justiça o acusa. Curiosamente no Brasil um ex-presidente da República está sob suspeita de ter cometido burlas e crimes económicos e a ser investigado por procuradores e Juizes corajosos que nada temem por ele ter tido esse alto cargo político (e jurar a pés juntos nada ter cometido de errado), que, convenhamos é bem mais importante do que ser primeiro ministro do seu país e ainda que o fosse nada alteraria òbviamente os termos em que está a ser investigado. Pois é, mas a investigação no Brasil é outra loiça. A nossa Justiça bem podia seguir o extraordinário exemplo do Brasil e apender umas coisas com a Justiça que lá se pratica. Não só ganharia o respeito de todo um povo, mas também o próprio sistema judiciário sairia altamente beneficiado. E já não era pouco.