Páginas

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Quem paga é sempre quem manda..




Observador:

É alemão e lidera as Finanças da economia europeia mais influente. Também é, segundo o Jornal de Negócios, a figura com mais poder na economia portuguesa.

A Geringonça tem este patrão à perna... e pode o Jerónimo, mai-lo Louçã, mai-lo Costa andarem a fazer de conta que mandam que no final de contas quem nos permite gastar o que gastamos é quem manda em nós.
Chipre já o descobriu há uns anos. A Grécia também e nós havemos de o descobrir e acabar com a fantasia da Geringonça.


Salazar sabia-o tão bem que não quis recorrer a um grande empréstimo, nos final dos anos vinte em que estávamos bem pior que agora, fruto das aventuras da Geringonça da época.

Esta realidade não encontra eco nos media nacionais mas devia.

6 comentários:

Floribundus disse...

PPC mandou indirecta no beijoqueiro sobre o montante do defice

a jusante a geringonça gasta à tripa forra até ao derradeiro resgate

o último a sair às escuras talvez utilize a porta

a economia já deu à costa

Maria disse...

Assim é que se fala. Parabéns José.

Dudu disse...

Tripas convocou e ganhou o referendo contra a austeridade; depois foi obrigado a aplicar um programa pior que o anterior e em que não acredita.
Só encontro uma explicação, o apego ao poder, com o objectivo de minar a União Europeia.
Costa vai pelo mesmo caminho.

muja disse...

Não sei se estávamos bem pior. Parece que há mais coisas hoje, mas quanto disso sobrará quando a realidade nos alcançar e o consumo tiver de ser brutalmente contraído?

Produzimos muito pouco que se veja, e saberemos eventualmente produzir pouco mais.

Dantes as pessoas com um pedacito de terra ainda remediavam a alimentação em parte. Estavam habituadas a viver com pouco e sabiam fazê-lo. Parece-me que hoje já não será assim.

Aparentemente estamos melhor. Mas as aparências iludem...

Floribundus disse...

houve canibalismo na Europa durante e no funal das pestes

o rectàngulo importa 70% da alimentação

e dinheiro para 'funcionários e afins'

as toiradas serão com unicórnios devido a austera idade

Ricciardi disse...

Nada como sossegar o patrão com uma execuçao orçamental supimpa.
.
Agora é manter o rigor e demonstrar que não é preciso ajoelhar para produzir bom desempenho. Salazar e Costa tem essa semelhança nesse capítulo específico. São pessoas que, ao contrário de passos coelho, não se prostam perante ameaças, nem previsões de previsões de ameacas previsionais, mas que trabalham para as reduzir.
.
Por esta altura, se ppc fosse pm (truz truz truz), o orçamento já teria sido alterado algumas vezes. Tantas quantas as previsões deste e daqueles.
.
Com o défice finalmente abaixo dos 2,5%, Portugal pode começar a reduzir a dívida pública.
.
A geringonça é bastante melhor do que eu próprio estimava. Eu achava que as esquerdas radicais iriam ser implacáveis e virar demasiado à esquerda. Estava enganado. A esquerda radical, afinal, não tem radicalidade. Estão a ser até bem pragmáticos.
.

Rb