Páginas

sábado, 12 de novembro de 2016

A mansão sobranceira de Domingues

O gestor António Domingues ganhou umas massas largas nestes últimos trinta anos, após ter estudado a contabilidade do POC e feito uma perninha em bancos privados de renome ( BPA e BPI).
O antigo MRPP, à semelhança de outros da mesma linha negra, passou para o lado daqueles que dantes combatia ideologicamente e desmente diariamente tudo aquilo em que possivelmente acreditou, ridicularizando essas crenças ipso facto.

Como bom esquerdista reciclado, os princípios foram alterados e só restará o cinismo de uma memória perdida.
Sabendo que a lei o obrigava a declarar rendimentos para público conhecer ( é esse o sentido da lei senão nem seria preciso haver lei) desobrigou-se de tal princípio retorcendo o espírito e condicionando um patarata que lhe deu assentimento.  Vendo-se encurralado na obrigação relapsa, mantém a recusa e justifica a antiga opção ideológica de sobranceria geral típica dessa gente. 

O Correio da Manhã mostra hoje o que pode ser mostrado de tal personagem que gosta de alta fidelidade em aparelhagem dCs: a casa que tem registada em seu nome e que o jornal foi espiolhar no registo e no local. 4 milhões de euros para voyeurs saberem. É muito bem feito para quem assim se comporta.



10 comentários:

joserui disse...

Passar pelo MRPP é melhor que um MBA… -- JRF

Floribundus disse...

para o fundador do mrpp
''isto é tudo um ...''

fora o que está oculto

o prof dr vara sem medida de coacção
Pedro Dias porque gozou o sistema vai para cadeia de alta segurança, alta por ficar em Monsanto

a esquerda cada dia mais voraz

neste momento a divida dos contribuintes continua a aumentar

resolvi alterar o título do 3º cap do meu diário maçónico, porque os paneleiros usam novas posições
está na moda 'frango assado'

foca disse...

JRF

É que é mesmo isso, muito melhor que um MBA no INSEAD.
Além da infinita capacidade de gestão financeira, ficam todos com aura de excelentes alunos e génios da maçã podre.
Mesmo dizendo uma coisa para os outros e fazendo o oposto para os próprios, continuam a ser bafejados (ou bocejado, nas palavras do grande educador das almas apreciadoras de futebol) pela sorte, e até podem (como este Domingues) ganhar fortunas em época de recessão financeira, quando todos perdem, e quem sabe receber prémios de gestão do BPI quando estavam proibidos, uma vez que estariam em assistência financeira do Estado.

O Salgado foi um menino de coro

lusitânea disse...

Isto é tudo um putedo nas vanguardas que ao zé povinho é recomendado que adiram à raça mista dando a filhinha às diferenças e desigualdades.

hajapachorra disse...

Fosca-se, o pintas é o rei da pintarola. Quem lhe desse com uma marreta na mona.

Lura do Grilo disse...

Não sabia deste amor assolapado pela esquerda. Vão ter uma luta revolucionária para esconder o seu património.

Floribundus disse...

parece que o fisco que avaliou a casa da coelha

não o mesmo que avaliou esta mansão em 1 milhão

novo slogan
'a divida continua ... a subir'

o monhé das beiçolas
especializou-se em graçolas

diz-se que a tvi está à venda

aprendam mandarim

porque os Chineses conpra a CGD em preço de salde-se quem puder

'a qui ulpa é do Trump'

Arnatron disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arnatron disse...


Parece que o artista um adepto do MR PUM PUM convertido aos deleites do Capitalismo Selvagem, também têm acções do BPI, o que penso ocasionar um conflito de interesses ...
Se for verdade, o que não custa a acreditar, têm uma razão de peso para não querer mostrar o seu património ...
Se for verdade o Centeno e o Costa sabiam disso e talvez por causa disso criaram leis à medida, assinando contratos de dispensa e agora assobiam para o lado ...
Gente sem caracter, honra e dignidade ...
Estamos mesmo entregues à bicharada ...

josé disse...

Gente de esquerda é outra coisa...