Páginas

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Eles estão aí, os lobos...elas vivem aqui, as hienas: a Censura veste Esquerda

O artigo de Alberto Gonçalves da Sábado de hoje é uma crónica das almas censuradas que põe o dedo na ferida que aqui ando a pisar há anos e anos: o domínio da Esquerda sobre o pensamento destina-se a conquistar o poder. O comunismo, coisa do passado? Pois sim...mas os fósseis ganham vida no âmbar.







Em 1975 esta fauna apareceu em palco saída de um zoo de horrores escondidos. A Esquerda comunista, incluindo a trotskista dos louçãs e quejandos,  nunca foi devidamente denunciada como assassina dos valores humanistas e reincarnação da inquisição verdadeira e horrenda, apesar dos inúmeros exemplos que vinham do Leste. Com o paleio da novilíngua conseguiu convencer os papalvos e quase toda a intelligentsia que o fassismo era o novo papão que comia as pessoas ao jantar, usando o estratagema da geringonça: trocar o sentido às palavras. O sucesso foi o que se pode ver...

Em 1975 foi publicada uma canção com melodia de antologia e que tinha como título Os Lobos: eles estão aí, com produção de...José Cid e cantado por Vieira da Silva.

A capa e contra-capa:



A cançoneta é esta. "Troquemos-lhe as voltas porque o dia ainda é uma criança"  e em vez de "comunismo" cantemos "fassismo". O sentido é idêntico...



129 comentários:

Zephyrus disse...

E isso mesmo. A Esquerda tornou-se uma Inquisicao de sinal contrario e a cartilha dogmatica e depois convertida em leis fracturantes ou legislacao sobre costumes e conversas de praca publica.

A Inquisicao tambem multava e expropriava e o dinheiro servia para tapar os buracos da ma gestao do pais. E o que faz a Esquerda que nao sabe gerir as contas da Nacao e propoe impostos sobre tudo e mais alguma coisa. Alem de condenar quem acumula riqueza... nesses tempos negros da Inquisicao da ICAR quem acumulava era suspeito de crime de judaismo...

A Historia repete-se ja diziam os gregos e os factos do passado tomam novos contornos na repeticao do padrao. E sendo assim irao atrasar materialmente e culturalmente o pais (ja o fazem ha 40 anos) e as suas consequencias persistirao por muito tempo quando desaparecerem de cena.

muja disse...

Só não percebo bem a referência a Israel que, tanto quanto sei, não permite sequer o "casamento" monossexual. Mas pronto, deve ser questão de bandeirinha obrigatória para a neo-direita.

Esta trampa do PC vem, na sua incarnação actual, das teorias de um tal Marcuse, enxertia do marxismo alemão que pegou de estaca nas universidades dos EUA, juntamente com a restante chamada "escola" de Frankfurt. E ainda há quem pense que o comunismo não pegou por lá; não, não...

O conceito central é uma coisa a que o dito chamou "Repressive Tolerance" e que o próprio resume assim:

"The conclusion reached is that the realization of the objective of tolerance would call for intolerance toward prevailing policies, attitudes, opinions, and the extension of tolerance to policies, attitudes, and opinions which are outlawed or suppressed."

http://www.marcuse.org/herbert/pubs/60spubs/65repressivetolerance.htm

Mais valia que o articulista fosse rigoroso e dissesse isto, eventualmente apontando o absurdo da coisa, no caso de não ser evidente para o incauto leitor, em vez de apelar ao estafado fascismo mai-lo socialismo que só hão-de ressoar em quem com ele concorda.

zazie disse...

Este é que é o tipo de resistência que mais me toca. A resistência ao apagamento das palavras e a ditadura do politicamente correcto.

O grande problema é que é tara que vem de fora e se tornou lei- literalmente- por poder de lobbies que ninguém conta nem se mete a pesquisar.

Este Natal, não sei se repararam, os imbecis dos jacobinos do mundo-às-avessas conseguiram deitar fora a panca de desejarem um bom solstício pela estupidês do Happy Hollidays".

Meio mundo de idiotas com o "Boas Férias" na boca e até as decorações das iluminações de Lisbo a relincharam na Rua Augusta.

O meu pimpolho não deixou passar e respondia sempre com o Merry Christmas. Ele pensa o mesmo que eu - isto é uma forma de marxismo.

Quanto ao "mariconço" isso era capaz de dar despedimento em Londres.

zazie disse...

Quanto ao sujeito- só não suporto nele ser mais um que anda a soldo de Israel.

Literalmente. Este há-de ser pago- não é apenas tara de marranismo fantástico como o CAA. Este milita pela causa e se lhe perguntarem as horas é capaz de meter a palavra Israel na resposta.

josé disse...

Esse tipo de coisas vai provocar um tiro pela culatra...

Não se engana a natureza, sempre.

A Esquerda vai engolir mais trumps...

josé disse...

Portanto, o DN ainda não anda a soldo dos marranos...ahahaha.

zazie disse...

O que aliás se torna caricato. A única "direita" que aparece é a dar para o neotonto e filo-pencuda e depois cospem na soupa tal como os LGBT que andam a soldo dos mesmo.

zazie disse...

Sabe que o meu pimpolho diz o mesmo?

Tivemos essa conversa e ele diz que o Trump vai contribuir para muita coisa mudar.

Eu dizia que a coisa é muito mais profunda e infiltrada por outras vias que não as partidárias.

Mas o argumento dele é que o Trump vai dar cobertura a uma maioria que tem sido silenciada por estes imbecis de esquerda.

E como ele também acha que a norma e a Natureza falam mais alto que o mundo de pernas para o ar, ele pensa que vai haver mesmo uma grande mudança que esta maltosa não esperava.

zazie disse...

ahahahaha

Pois anda. A marranice entrou pela esquerda e continuou pela direita porque aquilo é tudo primalhada da dona Ester

Unknown disse...

É um país moldado às Teses da Urgeiriça.
http://www.lutapopularonline.org/index.php/partido/2122-a-proposito-do-centenario-da-revolucao-de-outubro

O Grande Educador é ridículo, mas a cultura que subjaz aos delírios da Urjeiriça está hoje generalizada e revela-se diariamente.


Miguel D

Terry Malloy disse...

Do artigo:

"O que importa aos campeões do politicamente correcto é derrotar o nosso modo de vida".

A escola de Frankfurt e o marxismo cultural têm 80 anos. Começam nos anos 30.
Quase um século de avanço neste combate ao nosso modo de vida.

São a maior ameaça global à cultura ocidental.

zazie disse...

Mas só o José para recordar os lobos e as hienas

eheheheh

É assim que se arruma com estes palermas inquisidores.

josé disse...

Comprei o single numa feira, há pouco, na Regueira dos Anjos...

josé disse...

Fazem lá uma feira de vinilo, principalmente, duas vezes por ano. A última foi em 26 de Novembro passado.

Também comprei vários singles do Conjunto António Mafra e o Não há nada p´ra ninguém do Mário Mata dos anos 80.

zazie disse...

Quer dizer "Regueirão", seu malandro que nem disse nada...

":OP

josé disse...

Regueirão...pois foi chegar ao meio dia e partir às 5...de Alfa.

O tempo todo para ver os discos e só dá para comer um prego no pão lá na Portugália.

zazie disse...

Sabe mais dessas coisas que eu que passo lá ao lado duas vezes por semana para ir à fisioterapia.

zazie disse...

Para a próxima avise, sff

josé disse...

Lá para Maio, se Deus quiser.

Agora, vou partir para outro lado...inté.

mr.vertigo disse...


A principal questão nestas coisinhas é saber como se combate a idiotice...

https://twitter.com/Podemos_bases/status/551004477927751680

zazie disse...

«Óscar Alberto ‏@Artilaina 2 de jan de 2015
.@Podemos_bases El Imperio Romano fue un régimen fascista, totalitario, colonialista y genocida. ¡Exigimos disculpas del gobierno Italiano!
»

Esta gente é psicopata.

Eu não faço ideia como se combate. Acho que só quem estiver acima e tiver bons megafones pode ir dando para trás sem que lhe tramem a vida.

Eu, à minha maneira, e de modo muito subtil vou afirmando a tradição. Em nome da História e da Arte.
No outro dia perguntaram-me se não era a única.
Se calhar... nunca tinha pensado nisso mas nãop conheço mesmo mais ninguém a dar o que eu dou e sem os chavões e dogmas da moda.

Mas a única maneira de o fazer é começar logo por explicar que a política e o discurso político é uma bengala menor. Sempre que uma questão pode ser tratada filosoficamente nunca se deve procurar a facilidade da "explicação" política.

Depois acrescento que também não pretendo fazer julgamentos morais mas apenas fazer "falar" a arte ou as experiências do passado. Por meio de factos.

E uso essa exigência para comigo própria. Porque em se cedendo ao político entra-se no campo em que a escardalhada tem tarimba e vence sempre por histerismo.

É preciso ficar cool e desmontar o moralismo que, aparentemente, eles também desprezam e detestam.

Agora na conversa do dia a dia não aguento, não consigo e nem tenho pachorra para os ouvir.

Viro as costas, ou mando boca, ou falo de jardinagem com essa malta mais assanhada e estúpida.

muja disse...

Ehehe,

Zazie, acho que esse do Império Romano era sarcástico, em relação à imbecilidade original da tomada de Granada...

zazie disse...

Pois estava a ser ehehehe

Mas podia estar a falar a sério que não se notava. A piada está aí. Uma anormalidade tem de se combater ironicamente com anormalidade maior.

zazie disse...

Li recentemente que uns idiotas quaisquer vão fazer uma série de cursos de racismo com tudo- possivelmente é como o marxismo, até com a mousse de chocolate e psicanálise combina bem.

Floribundus disse...

sobre a falsificação do holocausto

http://verdade1945.blogspot.pt/2007/10/grande-farsa-do-holocausto-judeu.html

a geringonça tornou-se proprietária do que devemos aceitar como verdade
a máquina de propaganda cada vez mais bem lubrificada

GULAG em marcha

Floribundus disse...

recordo a canção anti nazi
'les loups se sont arretés a Massy'

morei na Alée de Madrid, mas esqueci a canção

por cá temos os lobos da geringonça a tomar conta do galinheiro

zazie disse...

Reparei agora que só por estar 15 dias fora já nem sopa sei escrever
":O+

João José Horta Nobre disse...

«Esta trampa do PC vem, na sua incarnação actual, das teorias de um tal Marcuse, enxertia do marxismo alemão que pegou de estaca nas universidades dos EUA, juntamente com a restante chamada "escola" de Frankfurt. E ainda há quem pense que o comunismo não pegou por lá; não, não...»

Parece que o Muja anda a ler o blog do Mestre Nobre...

http://historiamaximus.blogspot.pt/2017/01/a-escola-de-frankfurt-esta-destruir.html

P.S. - O verdadeiro "pai" do Marxismo Cultural, foi António Gramsci. Marcuse só veio mais tarde.

muja disse...

Deve andar... Ou então também tirou um doutorado da mula ruça e do caldeirão...

Mas não é Gramsci nem o marxismo cultural que ensinam lá nas universidades gringas. Ensinam os judeus alemães da "escola" de Frankfurt.

Eles é que teorizaram a coisa em moldes académicos para consumo gringo quando se tornaram lá professores, para ser aplicada em vários campos que depois foi resumida em moldes práticos para a grunhada poder actuar, pelo Alinsky.

Mas podes levar a bicicleta do marxismo cultural ó doutor da mula ruça.

João José Horta Nobre disse...

Toma lá mais uma chupeta para meteres nessa boca ó Mujazinho:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2017/01/o-cristianismo-e-grande-quinta-coluna.html

O Mestre Nobre cuida de ti bebé...

João José Horta Nobre disse...

«Mas não é Gramsci nem o marxismo cultural que ensinam lá nas universidades gringas. Ensinam os judeus alemães da "escola" de Frankfurt.»

Porra que tu és burrinho que nem a soleira de uma porta. Gramsci é o percursor disso tudo. E sim, também se ensina Gramsci.

Foi preciso o Mestre Nobre falar da Escola de Frankfurt no seu blog, para o Muja aparecer aqui, menos de 24 horas depois, a falar do mesmo. Loooool, aposto que muja nem sequer sabia o que era a Escola de Frankfurt até eu ter falado da mesma.

AHAHAHHAHAHAHAHAH, que patético...

muja disse...

Então explica lá, à luz de Gramsci - ó doutor da mula ruça - porque é que pode haver coisas só de gueis, mulheres ou pretos, e não pode haver de pessoais normais, homens ou brancos?

Dá lá aulinha ao pessoal, em vez de ser só o copipeiste que deves fazer lá no teu coliseu dos pequenitos virtual.

muja disse...

Anda que é para escreveres mais umas barbaridades e depois borrares a cueca e apagares.

muja disse...

Bebé.

João José Horta Nobre disse...

«Dá lá aulinha ao pessoal, em vez de ser só o copipeiste que deves fazer lá no teu coliseu dos pequenitos virtual.»

Loool, em primeiro lugar, vais indicar-me onde é que eu fiz copy-paste seja do que for. Se me acusas de ser um cábula, eu agradeço que ao menos apresentes provas do que afirmas. Fico portanto a aguardar pelas provas do tal copy-paste...

Em segundo lugar, quando quiseres uma aula minha, diriges-te a mim com respeito e depois eu logo te dou a aula.

Em terceiro lugar, o único cobarde que por aqui anda és tu, que nem mostra as fuças, nem dá o nome, antes preferindo esconder-se atrás da imagem de um qualquer tarado islâmico e usando um nick de extremo mau gosto.

Em quarto lugar, quando tiveres um blog com mais de 600 000 visualizações e mais de 400 artigos publicados e assinados com o teu nome verdadeiro e não com a merda de um nick, tal como eu tenho, nessa altura logo empinas o nariz para mim. Até lá, contenta-te em seres a nulidade anónima que és e em eu ainda te dar troco, coisa que já há muito eu devia de te ter deixado de dar.

zazie disse...

Quanto a fuças o imbecil tem razão. Tinha-as à mostra e apagou que aquilo é focinho de bulldog tão horroroso quanto o que bolça.

muja disse...

ahaha desde quando é que eu te pedi troco para alguma coisa, ó pascácio?

Tu é que devias pagar propina pelo que vens aqui aprender por seres um grunho impertinente. Queres provas, vai ao alfaiate palerma!

Já ontem era tarde para deixares de vir para aqui chatear a malta e largar a tua publicidade, mas as visualizações têm de vir de algum lado, imagino...

Por mim, escusas de cá voltar. Já deu para rir com as tuas paneleirices de nacionalismo pré-histórico de caldeirão com batatinhas holandesas de séc XVII a acompanhar ao lado...

Quanto ao meu nome verdadeiro, como aqui ninguém anda a medir pilas virtuais para além de ti, não há necessidade de saber a quem pertencem - entendes ó doutor da mula ruça?

João José Horta Nobre disse...

Parece que a porca católica da Zazie decidiu vir aqui bafejar o ambiente com a sua boa educação católica.

Esta javarda sifílica da Zazie, precisava era de ir dar um "passeio" de helicóptero ao estilo Duterte:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/12/nas-filipinas-os-corruptos-vao-passar.html

Podia ser que assim a Zazie morresse como os grilos: de cu para o ar e de cornos espetados no chão.

João José Horta Nobre disse...

Muja, meu bebézinho doce, tá caladinho, a serio, fica caladinho senão ainda te vou dar tau, tau nesse focinho:

https://www.youtube.com/watch?v=WlSzPKM6sik

P.S. - O Mestre Nobre contínua à espera das provas do tal "copy-paste"...


muja disse...

eheh, não te esqueças de trazer o caldeirão bebé!

Devíamos fazer uma coisa para apostar em quanto tempo é que este Aquiles do Caldeirão demora até apagar as grunhices que escreve...

João José Horta Nobre disse...

«Devíamos fazer uma coisa para apostar em quanto tempo é que este Aquiles do Caldeirão demora até apagar as grunhices que escreve...»

As grunhices são uma arte e saber emitir grunhices, uma refinada arte é:

https://historiamaximus.blogspot.pt/2016/03/da-legitimidade-politica-do-calao.html

zazie disse...

O ilustre grunho deve fazer parte das 100 biografias do Passado São-brasense.

Não é ó patego que vais à horta do cura?

zazie disse...

Apagaste as fuças de bulldog e julgas que enganas meio mundo mas o teu azar é que te topei à primeira.

És um vigarista. De teu só tens a tara e os traumas, o resto é roubado.

Precisavas era de uma gancha de cu prá frente e outra de cu para trás


Eu vou ao S. Brás
De cu para trás
Comprar uma gancha
pr’ó meu rapaz

Eu vou ao S. Brás
de cu para a frente
Comprar uma gancha
Pr’á minha gente

Eu vou ao S. Brás
De cu para o lado
Comprar uma gancha
Pr’ó meu namorado

João José Horta Nobre disse...

A Zazie está a demonstrar a todos a boa e extremamente erudita educação que ela recebeu na catequese.

Observem todos o que ela escreve e vejam bem o nível da ordinarice da porca. Aliás, eu pessoalmente adoro isto, porque só me dá razão quando eu digo que os católicos são a maior cambada de hipócritas na face da Terra. Gente moralmente nojenta, mesmo.

zazie disse...

Disfarça. Explica lá então porque é que apagaste as fuças e não fazes parte dos 100 ilustres?

zazie disse...

És um vigarista. Andas com nome e tese roubados. E apagaste as fuças de cão que tens porque com tantas peneiras expuseste-te demasiado.

zazie disse...

E isto não é ordinarice. Tu dizes-te historiador e filho da terra de S. Brás de Alportel e tinhas obrigação de conhecer estas rimas populares a S. Brás.

És um bulldog tinhoso e vigarista. Um mija-nos-finados ressabiado.

zazie disse...

aqui

e
esta no cadeiral de Oviedo com o S- Braz protector das gargantas e a sereia a provocar o macaco- dá cá o pito, toma lá a gancha.

Aprende, imbecil que devias blogar com uma saca de batatas enfiada pela cabeçorra abaixo. E bastava assinares bulldog que se sabia logo quem era.

João José Horta Nobre disse...

«És um vigarista. Andas com nome e tese roubados.»

Então, já que eu roubei o nome e a tese, façam lá o favor de me mostrar quem é esse tal João José Horta Nobre a quem eu roubei o nome e a tese?

AHAHAHAAHHAHA, esta teoria da conspiração inventada pelo doidinho de Macau, já dura há mais de um ano e entretanto, ninguém ainda me conseguiu apresentar esse tal outro João José Horta Nobre a quem eu alegadamente terei usurpado a identidade e a tese.

Ui, ui, quem sabe se eu assassinei o verdadeiro João José Horta Nobre, suguei-lhe o sangue, esquartejei-lhe o corpo e de seguida enterrei os pedaços no meu quintal...

Ui, ui, se a bófia lê isto eu tou lixado... vão descobrir que eu sou um extraterrestre sugador de sangue e surripiador de teses que veio do planeta Zitrón, situado mesmo ao lado da Estrela Verga-de-Mel, na Galáxia Alpha ZY.

zazie disse...

és o Horta Nobre e o João Nobre de S. Brás de Alportel?

Quem o disse publicamente foste tu.

Portanto, o 2 em 1 e o que mais desejas é que sejas reconhecido e bajulado, a que título apenas falas de uma tese e não falas dos outros livros que apresentas na tua terra natal?

Fui eu quem inventou que és natural de S. Brás de Alportel?

Tens de ir a correr apagar mais esse e já não vais a tempo.

https://gyazo.com/742f9dabbe43a69d76b4c0bfa912da81


zazie disse...

Tu hás-de ser mais um daqueles que se arma a dizer que dá o nome e cara (quando apagaste todas as fotografias) mas não te hás-de importar de ser anónimo do costas em sanitários do género (e a piada tem copyright do valupateta).

zazie disse...

E depois, como és o grande carácter que só sabe insultar os outros e dizeres que toda a gente é vigarista e encapotada, apagas o que publicas, não é?

Disseste aos outros que eras de S. Brás de Alportel e ias postar o texto. Postaste e apagaste mais esse.

zazie disse...

Para teu maior azar, vê lá tu que a página que apagaste está em cache online


Grande amor pelos mata-frades...

Parentescos, né?

joserui disse...

Olá Zazie, já estava com saudades :) .
600.000 ò Horta e Nobre, isso são só bots man. É a CIA e MI6 (e as outras realmente secretas que não se conhece o nome) a vigiarem-te de perto. Eu até saía da internet e principalmente deixava de vir aqui comentar. Ainda acaba num avião sem marcações. -- JRF

joserui disse...

Dito isto, o Trump tendo em conta o próprio e a ralé com que se rodeou, tenho imensas dúvidas que vá ser positivo para o que quer que seja. Não me satisfaz minimamente que a esquerda engula Trumps, porque eu também tenho de os engolir. Nada de bom virá dali.
Eu não vejo direita que não seja bronca, para onde me vire. São os do "mercado", são os porcos anti-ambiente, são conservadores estilo americano, são as 1001 variedades da extrema direita, incluindo a cavernícola aqui representada, são os liberais, são os libertários e sei lá que mais. O Trump consegue ser uma soma disto tudo, desde que seja do seu interesse.
Espera-nos a todos um futuro radioso. Só tenho pena é dos meus filhos, a factura maior se calhar já não será para o nosso tempo. -- JRF

hajapachorra disse...

Desculpai, mas uso de entender o pc como cousa de esquerda é simplesmente estúpido. Conheço muito comuna e ex-comuna que abomina o pc. Aqui a internacional é outra e até tem matriz liberal (em sentido europeu e americano). O relativismo moral irmana a direita e a esquerda materialistas. É tudo a mesma bosta. Não se iludam: a ortodoxia paneleira, abortista, feminista vai do bloco ao cds. Onde não há Deus é como o menino quiser e os meninos mais rufias são quem manda no recreio. Chegámos aqui, ao infantário, pode um infante mudar de sexo? Pode, se ele quiser pode. Pode um pai ou uma mãe foder os filhos? Pode se eles quiserem. Só não pode foder animais, ou pode, como no admirável Canadá, sem penetração.

muja disse...

muito comuna e ex-comuna que abomina o pc

Estive para escrever isso porque sei que noutros países é assim. No nosso não sei, mas se não é, é porque o PC ainda não fez a viragem toda como em França, por exemplo. Hão-de ser os tais trinta anos de atraso...

Agora, o não ser de esquerda é mais "já" não é "só" de esquerda. Mas isso também pode ser por hoje em dia ser tudo de esquerda, incluindo a direita...

Mas que teve origem lá, teve...

João José Horta Nobre disse...

«és o Horta Nobre e o João Nobre de S. Brás de Alportel?»

Loool, claro que sim, claro que sou eu!

Tanto quanto sei, há apenas um único João José Horta Nobre em Portugal, que sou eu próprio. O outro tarado de Macau diz que há mais um e que é a pessoa a quem eu roubei a identidade. Ele anda a tentar contactar esse tal outro João José Horta Nobre há mais de um ano, obviamente sem sucesso, pois ele simplesmente não existe...

E sim, sou eu mesmo que também já apresentou um livro a convite do próprio autor, no cine-teatro da vila de São Brás de Alportel. Não falo disso no meu blog, porque o meu blog não é lugar para eu falar disso, nem julguei o assunto assim tão importante.

Entretanto, depois de já ter residido anteriormente nos Estados Unidos durante oito anos e em Coimbra, vivo actualmente em Lisboa, mais propriamente na freguesia de São Jorge de Arroios, sendo que só vou à minha terra Natal ocasionalmente.

A Zazie deseja saber mais alguma coisa?

E não é segredo nenhum o facto de eu ser natural de São Brás de Alportel, já falei disso a propósito de um tema mais "engraçado", aqui:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/01/cabos-de-faca-no-cu.html

Portanto Zazie e restantes crentes na teoria da conspiração de Macau, como podem ver, eu nada tenho a esconder.

João José Horta Nobre disse...

«Tu hás-de ser mais um daqueles que se arma a dizer que dá o nome e cara (quando apagaste todas as fotografias)»

Loool, eu simplesmente nunca sequer cheguei a ter quaisquer fotos minhas na net...

João José Horta Nobre disse...

«Para teu maior azar, vê lá tu que a página que apagaste está em cache online»

Apaguei, porque a partir de certa altura decidi que só queria artigos da minha autoria no meu blog e por isso mesmo, eliminei todos os artigos que não foram escritos por mim.

João José Horta Nobre disse...

«600.000 ò Horta e Nobre, isso são só bots man. É a CIA e MI6 (e as outras realmente secretas que não se conhece o nome) a vigiarem-te de perto. Eu até saía da internet e principalmente deixava de vir aqui comentar. Ainda acaba num avião sem marcações. -- JRF»

Loool, eles antes de me virem buscar a mim, tinham de primeiro ir buscar peixe muito mais gordo do que eu, como por exemplo, o ferozmente anti-sionista David Duke, o David Icke, o Alex Jones, o Richard Spencer, entre muitos, muitos outros...

Eu estou muito abaixo na lista de alvos a abater da Nova Ordem Mundial.

zazie disse...

Não digas mais. Não digas mais que nem merece a pena.

Andavas de foto e fatinho completo e isso esteve online durante mais de um ano.
Tiraste.

E apresentas livro enquanto João Nobre e não enquanto João José Horta Nobre.
Porque tu sabes que as pessoas precisam de defender a sua privacidade.
E defendes a tua.
Portanto, devias ser o último a vir para aqui dizer que andam escondidos atrás de um nick

Tu é com a verdade que enganas. Andas de nome completo associado ao teu blogue mas depois o que fazes ao vivo é só como João Nobre.

Até tens um texto lá publicado no museu do trajo em que tiveste o desplante de te citar a ti próprio com link para o blogue numa treta republicana e chunga.
Nem precisavas, mas a vaidade foi maior e fingiste que estavas a citar outra pessoa que não tu próprio.

Tens todo o direito de te esconder. Agora vê lá é se comes num prato e cospes depois por trás no mesmo.
O xuxa da câmara de Alportel não ia gostar muito de convidar aqui o melro psicopata.

zazie disse...

O PC é de esquerda. Tivemos essa conversa em família e é falso que não seja.

O que se pode dizer é que atrás dele vai muito mais tolinho sem saber porquê.
Mas foi teorizado por gente de esquerda e a seguir à guerra precisamente para que os judeus não ficassem com a possibilidade de uma discriminação positiva enquanto minorias.

É uma luta de classes por outras vias, porque já nem precisa de classes mas apenas de lobbies.

E é de esquerda porque foi teorizadoa pelo Marx no Manifesto Comunista. O mundo às avessas. Tudo o que é sagrado é profano, tudo o que é sólido dissolve-se no ar.

zazie disse...

Quem é que aboliu Deus?

Foram os marxistas. O PC tem raiz aí e nos lobbies judaicos pós-holocausto.

zazie disse...

Quem financia os lobbies das minorias?

A resposta a isso é que completa a questão.
Porque não se trata apenas de panca de militãncia ideológica mas de legislação aprovada na ONU, UNESCO e UE.

Esta ditadura do politicamente correcto é uma hidra poderosíssima. E tem magnatas a alimentá-la.

zazie disse...

E nem foi apenas o Marcuse ou o Gramsci. Muito mais importante foi o da intelligentzia judaica russa- o Georg Lukács.

A dada altura mistura-se com o que se chama direita americana pela única razão que por lá continuou como lobby teórico judaico a defenderem direitos de libertários.

É por isso que agora esta cena bloquista das crianças poderem mudar de sexo até podia ser feita em parceria com neontontos mais assanhados.

Uns amputam os órgãos em nome do direito indicidual do uso do corpo e os outros vendem-nos, em nome do mesmo.

João José Horta Nobre disse...

«Andavas de foto e fatinho completo e isso esteve online durante mais de um ano.
Tiraste.»

Não, eu nunca publiquei nenhuma foto minha online. Se alguém publicou, isso já é outro história, mas eu nunca retirei foto nenhuma, pois simplesmente nunca sequer cheguei a publicar qualquer foto da minha pessoa na internet.

«E apresentas livro enquanto João Nobre e não enquanto João José Horta Nobre.
Porque tu sabes que as pessoas precisam de defender a sua privacidade.
E defendes a tua.
Portanto, devias ser o último a vir para aqui dizer que andam escondidos atrás de um nick»

Também não. A pessoa que escreveu a apresentação, à apresentação do livro, decidiu colocar apenas o meu primeiro e último nome. Pessoalmente, eu assino sempre com o meu nome completo.

«Tu é com a verdade que enganas. Andas de nome completo associado ao teu blogue mas depois o que fazes ao vivo é só como João Nobre.»

Também não. Sempre me apresentei e apresento como João José Horta Nobre. Eu não tenho nada a esconder. Não fiz mal a ninguém.

«Até tens um texto lá publicado no museu do trajo em que tiveste o desplante de te citar a ti próprio com link para o blogue numa treta republicana e chunga.
Nem precisavas, mas a vaidade foi maior e fingiste que estavas a citar outra pessoa que não tu próprio.´»

Lool, quem mete textos no site do museu do trajo são as pessoas que gerem o site e não eu. Eu agradeço a divulgação dos meus textos e portanto é normal que os mesmos sejam e tenham sido divulgados amplamente. Sei que também no facebook circulam muitos dos meus materiais, que são divulgados por leitores meus. É tão simples quanto isto.

«Tens todo o direito de te esconder.»

Esconder? Sabes o meu nome, sabes os locais onde já vivi, sabes onde estudei, sabes o que penso e eu é que me estou a esconder. Zazie, tu precisas é de te olhar ao espelho, pois se há pessoa aqui que se esconde e que há anos anda pela net a enxovalhar tudo e todos, és tu.

Além disso, és claramente uma frustrada, pois nem um simples blog com interesse consegues manter e depois descarregas a frustração da tua clara insuficiência intelectual, nas caixa de comentários. O mesmo aplica-se ao do tarado muja que ladra, ladra, mas blog, nem vê-lo...

João José Horta Nobre disse...

«Quem é que aboliu Deus?»

Os cristãos laboram contra os nacionalistas e as pátrias:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/10/os-cristaos-laboram-e-conspiram-contra.html

zazie disse...

Não sejas besta. Também assinaste apenas como João Nobre no texto conjunto do livro publicado no Museu do Trajo de S. Brás de Alportel.

E foi também com link de João José Horta Nobre que foste agradecer ao do Gates of Vienna e depois assinaste como João Nobre.

E não mintas mais que não é preciso. Andavas de foto de bulldog e até cheguei a vê-la nos comentários no Combustões (que depois também apagaste).

Vai lá lamber os xuxas que te alimentam que comigo a coisa acabou.

Isto foi apenas para te calar a boca quando andavas para aí a chagar o muja e meio mundo dizendo que não davam a cara como tu dás.

É mentira. Tu publicamente preocupas-te em separar-te do teu blogue e por isso nunca usas o nome completo.

Só um idiota conseguia acrescentar em nota de rodapé num livro colectivo um link para um seu próprio texto fingindo que era de outra pessoa.

zazie disse...

Para acabar- eu respeito a privacidade das pessoas e podias assinar como o zé dos anzóis que eu até achava mais decente que comprometeres a família.

Caso não respeitasse já tinha botado aqui as tuas fuças e os links para todos esses textos.

Vai bardamerda, tarado mongo que julga que é gente.

zazie disse...

E és estúpido e dás desculpas esfarrapadas como essa da nota de rodapé num texto assinado por ti (João Nobre) ser da autoria de quem publicou o livro.

Isso era o mesmo que dizer que até foram outros que o escreveram. Uma nota de rodapé não é da autoria de mais ninguém a não ser do autor do texto. Incluíste aquilo por vaidade e como bibliografia e foi besta porque o texto do blogue é caca política e o outro era uma mera aprese3ntação de um antigo político republicano da tua terra.

Se não fosses um palerma até aproveitavas este facto para demonstrares como sentes necessidade de esconder a personagem virtual de Direita, da personagem real que depende da escardalhada, para publicar umas merdas ou de xuxas da cãmara para dar um arzinho de "jovem historiador e mestre" ou de um militante do PCP para te orientar a treta de tese.

zazie disse...

Portanto, hipocrisias e acusações a outros por "andarem encapuçados" cakut, meu. Kaput e enfia o barrete que careca à mostra já tens.

João José Horta Nobre disse...

«Não sejas besta. Também assinaste apenas como João Nobre no texto conjunto do livro publicado no Museu do Trajo de S. Brás de Alportel.»

E? Por acaso já nem me lembrava disso, mas mesmo que tenha assinado, qual é o mal???

Loool, é incrível a mesquinhice destes católicos, a sério, isto realmente só visto, pois contado ninguém acreditaria numa coisa destas.

«E foi também com link de João José Horta Nobre que foste agradecer ao do Gates of Vienna e depois assinaste como João Nobre.»

Sim, e??? Onde é que está o problema aí???

«E não mintas mais que não é preciso. Andavas de foto de bulldog e até cheguei a vê-la nos comentários no Combustões (que depois também apagaste).»

Eu já cheguei foi a usar avatares no passado, mas foto minha nunca tive. Ou tu me estás a confundir com outra pessoa, ou então és uma grande mentirosa, aposto mais na segundo hipótese...

«Vai lá lamber os xuxas que te alimentam que comigo a coisa acabou.»

Podes apresentar provas disso? Agradecia que mostrasses provas do que dizes. Xuxas que me sustentam? A, sério?

«É mentira. Tu publicamente preocupas-te em separar-te do teu blogue e por isso nunca usas o nome completo.»

Achas mesmo que essa barbaridade que acabaste de vomitar pelos dedos, faz alguma lógica?

«Só um idiota conseguia acrescentar em nota de rodapé num livro colectivo um link para um seu próprio texto fingindo que era de outra pessoa.»

Isso é mentira. Eu nunca fingi que sou outra pessoa. Tu não tens uma única prova disso. És mais outra ao estilo do taradinho de Macau, vomitam merda pela boca e juram saber tudo, mas não têm provas de absolutamente nada e quando se exige as provas, metem o rabo entre as pernas e batem em retirada.

Zazie, tu és uma valente de uma mentirosa e uma cabra sem escrúpulos, isso é que tu és.

João José Horta Nobre disse...

«comprometeres a família.»

Estás a ameaçar a minha família, é isso?

João José Horta Nobre disse...

«Caso não respeitasse já tinha botado aqui as tuas fuças e os links para todos esses textos.»

Está calada parva, tu não tens fotos nenhumas de mim e quanto aos textos, é um favor que me fazes se os divulgares.

João José Horta Nobre disse...

«Isso era o mesmo que dizer que até foram outros que o escreveram. Uma nota de rodapé não é da autoria de mais ninguém a não ser do autor do texto. Incluíste aquilo por vaidade e como bibliografia e foi besta porque o texto do blogue é caca política e o outro era uma mera aprese3ntação de um antigo político republicano da tua terra.»

Bem, agora é que eu me perdi completamente, pois juro mesmo que não sei do que estás a falar. Porém, conhecendo essa cabecinha doente e psicadélica que tu tens, deduzo que deve ser mais paranóia atrás de paranóia.

Tu queres é falar mal de mim, isso é que te interessa e portanto pegas em tudo e mais alguma coisa para atirares contra mim. Depois, quando já não tens argumentos, inventas, que é o que estás a fazer neste momento.

jkt disse...

Morreu o mario soares...

(arranjem um quarto)

;)

João José Horta Nobre disse...

«Se não fosses um palerma até aproveitavas este facto para demonstrares como sentes necessidade de esconder a personagem virtual de Direita, da personagem real que depende da escardalhada, para publicar umas merdas ou de xuxas da cãmara para dar um arzinho de "jovem historiador e mestre" ou de um militante do PCP para te orientar a treta de tese.»

Para começar, eu nunca escondi que sou de direita, portanto escusas de estar com essa treta da "personagem real" e da "persinagem virtual".

Em segundo lugar, eu nunca dependi, nem dependo de esquerdalhada nenhuma. Limitei-me a aceitar um convite de um autor para apresentar um livro e não recebi um cêntimo em troca. O presidente xuxa apareceu lá, sem eu saber sequer que ele ía e eu mal lhe falei, à margem dos cumprimentos meramente formais.

Nunca tive, nem tenho qualquer relação com nenhum presidente xuxa, ou câmara xuxa, ou partido xuxa. Aliás, já disse até anteriormente que voto PNR, portanto penso que isto diz tudo...

Quanto ao meu orientador de tese, o que é que isso é chamado para aqui???

muja disse...

Foi-se o rabi da cubata e veio agora este afonso costa da celtibéria substituí-lo. É de mau a pior...

Eu bem digo que a cena de israel é a prova do algodão. A simpatia por aquela trampa traz sempre água no bico.

Tanto nacionalismo e, afinal de contas, não passa dum Afonso Costa de pacotilha. Aquelas cores do vídeo dos adoradores da panela não estavam lá por acaso, não...

Se é isto a base do PNR, hão-de ir longe... Há-de ter cada um seu país imaginário...

É cada imbecil que faz favor...

muja disse...

E tem-me isto um doutoramento ou um mestrado ou lá o que é, em história.

Um calhau que se diz nacionalista e depois refere o Grócio sem saber que relevância teve para o próprio país.

Ahahah!

Floribundus disse...

o boxexas esticou o pernil
diz-se que desligaram a máquina depois dos festejos
agora temos o 'elogio da merda'
não faltam ratos pingados

João José Horta Nobre disse...

O único imbecil que anda por aqui és tu muja. Seu imbecil de merda que tens o cérebro ligado ao intestino grosso, não passas de um tarado religioso que reza a um judeu bastardo.

zazie disse...

E pior- feito em Coimbra.

A prova do descalabro de tudo- do ensino e da dita Extrema Direita que não passa de escardalhada jacobina dentro de caldeirão.

muja disse...

Ahahah!

Muda a cassete ó calhau!

Se se apagarem as aleivosias que debitas só sobram banalidades. Andou o contribuinte a subsidiar-te a "educação" para andares por aqui a zurrar sobre judeus bastardos...

És tão tosco que ainda nem entendeste que o menos religioso que aqui anda sou eu. Incluindo o dono da loja que, só por caridade certamente, ainda te não cortou o pio...

Para humilhar rancorosos abrutalhados como tu não é preciso ser religioso, basta ter o mínimo de cultura geral.

muja disse...

Cortar o pio, aliás, como certamente fazes lá na tua chafarica - que aleivosos como tu normalmente é assim: vão cagar a casa dos outros para poderem dizer que a deles é muito limpinha.

muja disse...

O mais interessante nem é saber com que ventas se apresenta o quadrúpede. Curioso é que ele é todo contra a maçonaria, apesar de ser um jacobino incontinente.

Pouco mais e recusaram-lhe o cu a beijar e ficou ressabiado ahahah!

João José Horta Nobre disse...

Artigo sobre o bandalho judeu:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/07/jesus-cristo-era-um-judeu-percebem-o.html

Isto é sempre a abrir, o blog já conta com mais de 645 000 visualizações. Toca a meter a artilharia em cima da putada filo-semita e da comunalha. Ou parte ou racha!

João José Horta Nobre disse...

É preciso ilegalizar todas as religiões abraâmicas, demolir todos os templos abraâmicos e queimas todas as obras religiosas dos abraâmicos. Cada vez tenho mais a certeza disto.

João José Horta Nobre disse...

O radicalismo doentio e intolerante da Zazie e do Muja, são a prova definitiva do mal que é inerente à prática da religião cristã.

A seita demoníaca a que chamam Cristianismo tem de ser totalmente erradicada da face da Terra, em conjunto com as suas congéneres islâmica e judia. Esse lixo abraâmico deve ser todo ilegalizado e oficialmente perseguido pelo Estado até à extinção.

muja disse...

É, olha, podes começar por ir, de marreta em punho, tentar demolir a igreja matriz lá da tua terrinha, a ver o que os teus conterrâneos acham disso.

Devem ficar orgulhosos do filho da terra...

Entretanto vai pensando também num nome novo lá para o sítio, que S. Brás é nome de seita demoníaca.

E andou este melro a receber "formação" "superior". E há-de ter mamado bolsa também. Paga o contribuinte, claro.

Cum caraças...

João José Horta Nobre disse...

As religiões abraâmicas são o mal na Terra. Quanto à Igreja Matriz, os velhos alucinados gostam, os novos como eu, estão-se bem a cagar para a Igreja ou o Cristianismo.

João José Horta Nobre disse...

Para ser sincero, o Cristianismo nem precisa de ser ilegalizado, pois ele, na prática, já morreu na Europa Ocidental. Todos sabemos que quase ninguém nascido de 1980 para a frente, frequenta a Igreja ou acredita nas mentiras degeneradas que são difundidas pela mesma.

O Cristianismo na Europa Ocidental vai morrer da mesma forma que o Mário Soares morreu hoje: velho, podre e decrépito.

muja disse...

Pois pois. Ao teclado cantas de galo, mas depois dizes que ah e tal os velhos gostam...

Pudera, levavas um arraial de pancada tal que nem um pote de ferro de três pés te safava a mona.

O valentão das dúzias quer erradicar a religião mas nem os velhos da terrinha enfrenta ahahaha!

João José Horta Nobre disse...

«Pois pois. Ao teclado cantas de galo, mas depois dizes que ah e tal os velhos gostam...»

Sim, é óbvio que os velhos gostam. Eles levaram a vida toda a ser sujeitos a lavagens cerebrais feitas pela Igreja. Da mesma forma que tu és um alucinado cristão, porque te martelaram esse esse lixo semita para dentro da cabeça.

Isto acabou de vez. As novas gerações estão já praticamente descristianizadas por completo. A Igreja na Europa Ocidental não tem futuro. Eu próprio já escrevi sobre isso:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/05/o-cristianismo-tem-futuro-na-europa.html

Por mais barulho que tu faças muja, por mais que tu ladres e chores, tu sabes tão bem como eu que o Cristianismo está acabado na Europa Ocidental. Podes não o admitir por uma questão de orgulho, mas tu sabes que essa tua seita está a viver os seus dias finais por cá.

Vocês cristãos não têm futuro por cá. Metam isso na cabeça de uma vez por todas.

muja disse...

Que valentia, que bravura! Um verdadeiro guerreiro celtibero! Dar pontapés a mortos e moribundos.

Dizes que a religião está morta mas não fazes outra coisa senão dar-lhe pontapés. Virtuais, claro está. Não vá ela só estar adormecida... e mais vale deixar os velhos descansados, que o canastro agradece.

Então mas ó Viriato da Ria Formosa, o judaísmo e o islão estão bem vivinhos da silva.

Porque é que não pegas na marreta, ou vá, numa cartolinazita, escreves uma coisa assim dessas e vais para a porta da mesquita ou melhor, da sinagoga ou da embaixada de Israel, continuar a erradicar a religião?

Isso é que era de homem! Isso é que era de guerreiro nacionalista neopagão!

muja disse...

Olha lá ó quadrúpede, barulho fazes tu a zurrar aqui, que ninguém te para aqui chamou.

A zurrar e a poluir com a trampa dos teus linkes a mendigar "vizualizações"...

A fazeres o que cortas aos outros lá no teu curral.

Dize lá, se eu fosse para lá escrever sobre a tua religião dos paneleiros o que tu aqui escreves sobre as outras, deixavas passar?

Responde lá meu hipócritazinho de quatro patas.


João José Horta Nobre disse...

«Dize lá, se eu fosse para lá escrever sobre a tua religião dos paneleiros o que tu aqui escreves sobre as outras, deixavas passar?»

Claro que não deixava passar! Isso no meu blog é proibido.

Mas como neste curral cristão não há censura, eu aproveito-me da vossa fraqueza cristãos!

AHAHHAAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHA

Vocês são todos tão estúpidos que nem topam que eu ando a gozar à brava à vossa custa.

Palhaços filo-semitas!

João José Horta Nobre disse...

AHAHAHAHHAAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA

josé disse...

Pode gozar, mas o melhor é não se estender muito...

hajapachorra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria disse...

João Nobre, tente não lançar tanto ódio sobre as religiões, que, embora não o afectando a si pessoalmente e isso nota-se e até parece dar-lhe um prazer desmedido, não só insulta desnecessàriamente quem o lê e é crente, como se trata de uma enorme falta de respeito, diria mesmo de uma afronta, que ofende muitíssimo quem as professa. Por quê deitar tanto fel sobre as religiões, será que alguma delas lhe fez mal ou tê-lo-á ofendido gravemente, a si, pessoalmente? Se não foi esse o caso e espero não ter sido, então por que motivo o faz senão por tratar-se - e desculpar-me-á a frontalidade - de uma pessoa èticamente mal formada? Eu lia os seus escritos no seu blogo e até fui ler alguns textos e visionar vídeos por si sugeridos, mas, digo-lhe sinceramente, cada vez me custa mais ir ler o que escreve. Não porque não encontrasse lá alguns temas interessantes, mas porque a minha formação moral não suporta o que por aqui o João tem vindo a destilares, é o termo. Causa-me repulsa, não exactamente pelo que no seu blogo vai escrevendo, mesmo se atingindo por vezes as religiões, embora de um modo mais ou menos educado e só o lê e aceita o que escreve quem quiser, mas o que por este Porta da Loja vai deixando em sucessivos comentários (e desculpe-me a sinceridade) é simplesmente inaceitável, permito-me frisá-lo não sendo eu òbviamente a dona do blogo. E digo-o, porque este é um espaço de elevação, nos textos e na forma, que não merece esse tipo de linguagem imprópria, mais que não seja porque este não é o seu blogo pessoal onde naturalmente poderá escrever o que lhe aprouver que ninguém tem nada a ver com o assunto.

Só deixo uma palava para o José, pessoa por quem tenho enorme admiração e igual respeito, que além de tratar todos os assuntos com elevação, incluíndo os temas políticos e respectivos actores: gabo-lhe a extrema paciência ao aceitar na SUA CASA tanto impropério e maledicência contra as religiões e pessoas que as professam e que, independentemente das suas próprias convicções, cada um está no seu pleno direito de o fazer sem ser contraditado (para não dizer amaldiçoado por quem as ostraciza visceralmente, segundo se depreende pelo seu relambório) e que, pelo facto comprovado de que as crenças em algo ou em alguém que nos é superior existirem desde que o mundo é mundo, devem ser incondiconal e inquestionàvelmente respeitadas.

josé disse...

Ora bem. Eu não tenho assim a ideia de que um blog é a casa de alguém.

Em primeiro lugar é uma casa americana, controlada por americanos que alugam o espaço, por enquanto gratuitamente para o utilizador que só paga o tráfego da informação na conta respectiva do fornecedor de acesso.

Em segundo lugar é um espaço público, não inteiramente reservado e por isso não deverá ser controlado pelo administrador do lugar a não ser que contenda com coisas pessoais e inadmissíveis em dose evidente.

Insultos, opiniões, por mais estrambólicas que sejam ou meras exposições de pareceres não devem ser controladas a não ser pelo próprio que as emite, com aquela ressalva.

Isto dito, em resumo: esta casa não é minha. Estou aqui como outros podem estar, com a vantagem de poder escrever na primeira página o que me interessa em primeiro lugar a mim próprio, para me esclarecer.

Em segundo lugar para mostrar a quem quiser. Mas tenho algum pudor em pretender influenciar seja quem for. Não é do meu timbre e por isso tolero até ao limite os desmandos e exageros ou até certas enormidades.

Não me envolvo nesse controlo. A Liberdade para mim não é um mito.

João José Horta Nobre disse...

Cara Maria, e não lhe causa repulsa os crimes da Igreja?

Acaso já viu uma pessoa a ser queimada viva, para saber como eram os "autos de fé" promovidos pela Igreja Católica?

Aqui tem um video do Estado Islâmico a queimar vivos dois soldados turcos, tal e qual como a Igreja fez durante séculos:

http://heavy.com/news/2016/12/new-isis-islamic-state-amaq-news-cross-shield-syrian-arab-army-russian-turkey-turkish-soldiers-burned-to-death-execution-wilayat-halab-aleppo-syria-video/

O problema das religiões é que a fronteira entre o "moderado" e o "extremista", muito facilmente pode ser cruzada. Basta que se misturem os ingredientes sócio-económicos certos e acredito mesmo que a Igreja ou outro qualquer grupo de radicais cristãos, pode vir a fazer novamente o que a Inquisição fez no passado.

Agora a Maria repare numa coisa, eu nunca usei de linguagem ordinária consigo, nem com o José, porque vocês são educados e não partem para os insultos gratuitos, ao contrário da Zazie, do muja e do joserui.

Eu por vezes "estico-me" na linguagem porque me provocam. Depois, obviamente arrependo-me de ter sido tão duro e até chego a ficar com remorsos, pois não gosto, nem me dá qualquer prazer tratar mal as pessoas.

muja disse...

Mas como neste curral cristão não há censura, eu aproveito-me da vossa fraqueza cristãos!

AHAHHAAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHA

Vocês são todos tão estúpidos que nem topam que eu ando a gozar à brava à vossa custa.


Olha os remorsos do menino...

Comigo não precisas de ter bebé. Não sejas tímido.

Com o José pias fino pelas razões óbvias. Quando foste armar-te para o Dragão ele pôs-te logo no sítio.

Até fizeste birra a choramingar a dizer que nunca mais lá voltavas ahaha! Com declaração solene e tudo!

Passado dias estavas lá outra vez, rabinho entre as pernas e ele a gozar contigo ahaha!

Não vás ao médico não...



João José Horta Nobre disse...

Eu não entendo porque é que o Muja trata as pessoas assim. Não entendo mesmo. Vê-se claramente que é uma pessoa mal formada e mal educada. Um cristão radical, perigoso e intolerante.

São exactamente cristãos como o muja que dão razão a pessoas como eu. Quando mais ele insulta e mostra o seu ódio a todos os não-cristãos, mais razão ele me dá...

muja disse...

Ahaha!

És uma vítima! Coitadinho!

zazie disse...

Este gajo a querer converter os tugas a uma religião não-abraâmica, é o mesmo que querer convencer que o sushi é que é a nossa comida tradicional


Grande imbecil- como é que uma coisa destas pode ter feito um curso de História e mestrado e tudo?

É de se ficar parvo.

O imbecil nem o património respeita ou conhece.

zazie disse...

Que raio de religião é que este imbecil queria que os portugueses tivessem?

Macumba?

Até mete dó não conseguirem atingir a mais importante base de identificação e coesão social e civilizacional.

Como se pudesse existir alguma civilização sem espiritualdade ou cada um com a sua.
Era a regressão das espécies. Passavam à catdura dos piolhos.

muja disse...

Então mas se ele até a fundação da nacionalidade rejeita. Diz que Portugal não começou com o D. Afonso Henriques!

zazie disse...

Ah... foi com a bruxa da terra, só pode.

Maria disse...

Pois José, é a sua opinião e a ela tem todo o direito. Mas na minha opinião os insultos verbais ou escritos são completamente dispensáveis quando se trata de entabular uma conversação por gente educada. Além de que não acrescentam nada ao discurso escrito ou oral, excepto descer o nível deste e descridibilizar a pessoa que os pratica. E é muita pena. Mas isto sou apenas eu a dizer, que não tenho qualquer voto na matéria.

João José Horta Nobre disse...

Cara Maria, se há pessoas que continuamente neste bog ofendem ordinariamente tudo e todos, é a zazie e o muja. Acho muito desonesto da sua parte criticar-me a mim, mas não ser capaz de dizer nada sobre a zazie ou o muja, que são dois provocadores claramente ordinários e muito mal formados.

A Maria que leia a javardice que a Zazie tem escrito neste blog e a forma como ele rebaixa e ofende os outros comentadores. Veja o comportamento do muja, um claro fanático religioso e muito mal educado. Se há quem ande a ofender os outros por aqui é a Zazie e o muja. Não sou eu.

Maria disse...

Desculpe lá João, mas não vejo que Muja o trate mal. Ele só brinca com o seu discurso e nunca o vi escrever nada que possa ser encarado como insulto grave. Ele limita-se a rebater à sua maneira, tudo quanto o João escreve. Não passam de frases gozonas, digamos assim, que não chocam quem as lê, sinceramente o digo. Volto a repetir, gosto/gostei de muito do que li (e volta e meia ainda leio) no seu blogo. Continue com o nível que se notava nos seus escritos iniciais, que só o prestigiam.

zazie disse...

ehehe

Este gajo comigo não faz farinha

":O)))))))))

É pá, tu só a pontapé.

O Muja dá-lhe por igual porque também não é frouxo nem estúpido. No estaminé do mongo só há monguice para pnr de panela.

É a nossa direita da escola pública. Igualzinha à do Avante.

Maria disse...

Se não me fugiu entretanto (ontem não consegui nem por nada fazê-lo), vou enviar daqui a pouco a segunda parte do meu anterior comentário dirigido especialmente ao João. Não leve a mal o que lá vem - de resto jamais escreveria algo ofensivo para si ou para qualquer outro comentador ou visitante do Porta da Loja - já que não foi, não é, nem nunca será, essa a minha intenção.

muja disse...

Nem por igual lhe dou porque não ele não chega para isso nem consegue irritar-me tal é o desconchavo dos propósitos.

Já temos trocado mimos bem piores entre nós, quando nos pegamos, do que o que ele tem levado. Mas nunca pulhices ordinárias como as que ele escreve, que é mesmo só baixeza pela baixeza.

Mas este tipo é mesmo para os apanhados, depois do que escreveu para aqui, agora ainda faz o número de virgem ofendida ahahaha!

muja disse...

Olha que tu não és do povo eleito bebé. A choraminguice não te dá dividendos...

Que diriam lá os frequentadores da tua chafarica se vissem as figuras que aqui fazes? Ahahah!

O Viriato da Ria Formosa a choramingar que lhe chamaram nomes na internet! ehehehe!

João José Horta Nobre disse...

«Desculpe lá João, mas não vejo que Muja o trate mal. Ele só brinca com o seu discurso e nunca o vi escrever nada que possa ser encarado como insulto grave.»

A sério Maria? Então e quando ele me chama um "homem das cavernas" ou um "doutor da mula ruça"?

A Maria gostava que lhe chamassem a si uma mulher das cavernas ou uma doutora da mula ruça no caso de ser licenciada?

Isto é o comportamento típico das pessoas moralmente desonestas: ofendem e insultam os outros, mas depois dizem que elas é que foram insultadas e ofendidas.

A sério, eu nunca vi tanta hipocrisia junta na minha vida. Isto é surreal, mesmo.

João José Horta Nobre disse...

«É pá, tu só a pontapé.»

Aqui temos a Zazie a ameaçar-me fisicamente. É para que todos vejam o nível da violência e do extremismo a que chegam estes cristãos fanáticos. Imagino como seria se esta gente alguma vez voltasse a ter o poder absoluto na mão, aposto que não tardaríamos a assistir a autos de fé em pleno Terreiro do Paço...

João José Horta Nobre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
muja disse...

LADO A:

Parece que a porca católica da Zazie decidiu vir aqui bafejar o ambiente com a sua boa educação católica.

Esta javarda sifílica da Zazie, precisava era de ir dar um "passeio" de helicóptero ao estilo Duterte:

Podia ser que assim a Zazie morresse como os grilos: de cu para o ar e de cornos espetados no chão.

Observem todos o que ela escreve e vejam bem o nível da ordinarice da porca

Zazie, tu és uma valente de uma mentirosa e uma cabra sem escrúpulos, isso é que tu és.

Muja, meu bebézinho doce, tá caladinho, a serio, fica caladinho senão ainda te vou dar tau, tau nesse focinho:

Seu imbecil de merda que tens o cérebro ligado ao intestino grosso, não passas de um tarado religioso que reza a um judeu bastardo.

Toca a meter a artilharia em cima da putada filo-semita e da comunalha. Ou parte ou racha!

É preciso ilegalizar todas as religiões abraâmicas, demolir todos os templos abraâmicos e queimas todas as obras religiosas dos abraâmicos. Cada vez tenho mais a certeza disto.

Esse lixo abraâmico deve ser todo ilegalizado e oficialmente perseguido pelo Estado até à extinção.

Mas como neste curral cristão não há censura, eu aproveito-me da vossa fraqueza cristãos!

Vocês são todos tão estúpidos que nem topam que eu ando a gozar à brava à vossa custa.
Palhaços filo-semitas!


LADO B:

Eu por vezes "estico-me" na linguagem porque me provocam. Depois, obviamente arrependo-me de ter sido tão duro e até chego a ficar com remorsos, pois não gosto, nem me dá qualquer prazer tratar mal as pessoas.

Eu não entendo porque é que o Muja trata as pessoas assim. Não entendo mesmo. Vê-se claramente que é uma pessoa mal formada e mal educada. Um cristão radical, perigoso e intolerante.

Se há pessoas que continuamente neste bog ofendem ordinariamente tudo e todos, é a zazie e o muja.

A Maria que leia a javardice que a Zazie tem escrito neste blog e a forma como ele rebaixa e ofende os outros comentadores. Veja o comportamento do muja, um claro fanático religioso e muito mal educado. Se há quem ande a ofender os outros por aqui é a Zazie e o muja. Não sou eu.

Aqui temos a Zazie a ameaçar-me fisicamente. É para que todos vejam o nível da violência e do extremismo a que chegam

A sério, eu nunca vi tanta hipocrisia junta na minha vida. Isto é surreal, mesmo.

muja disse...

Para que não se diga que eu não estou de boa vontade, resolvi ajudar-te e resumi em formato K7.

O título escolhes tu.

João José Horta Nobre disse...

O muja é intelectualmente muito desonesto, pois ele esqueceu-se de meter o lado pré-A, ou seja, tudo aquilo que ele e a zazie me disseram e chamaram aqui, a pontos de terem despoletado essas minhas reacções.

É uma questão de leitura, eu não tenho paciência para estar aqui a reunir tanto insulto, mas quem quiser que veja nos comentários acima a quantidade de ofensas e insultos que o muja e a zazie proferiram contra mim, muito antes de eu os ofender a eles.

Não adianta, eu não sou o primeiro a queixar-me da má educação militante da zazie, já houve outros leitores aqui do portadaloja que se queixaram do mesmo e alguns deixaram mesmo de cá vir por esse motivo, pois essa senhora intolerante trata mal as pessoas e insulta a eito, mas comigo não adianta, pois os insultos não me demovem.

Maria disse...

E, João, note que tem todo o direito de dizer mal daquilo que bem quiser, desde a política nacional à internacional, passando pelos péssimos dirigentes mundiais, os presentes e os do passado - sem esquecer os gravíssimos crimes de sangue cometidos por muitos deles, alguns dos quais no nosso próprio País por gente cá nascida - até às mudanças climáticas, etc., mas por favor (para não dizer "por amor de Deus", já que tem escrito vezes sem conta Nele não acreditar) não diga mal das religiões. O João repete incessantemente que todas elas são falsas e criminosas, mas isso é o que pensa e não os milhões ou mesmo biliões de seres humanos por esse mundo fora, desde o ser mais humilde ao mais poderoso. Se as religiões nunca lhe fizeram mal, calculo eu, por que motivo as odeia de morte? Ou será que sofreu algo de grave provocado por alguma ou por todas elas? Não seria melhor direccionar todo esse fel que o consome para os dirigentes mundiais, sem esquecer os nacionais, que tanto mal têm feito à humanidade, não só no presente como o têm vindo a fazer desde há centenas de anos? E não me venha dizer que é por causa das religiões que o mundo está no estado deplorável que nos é dado viver, opinião que não aceito de modo algum, pelo contrário acho sinceramente que o inferno em que nos encontramos deve-se única e exclusivamente à acção dos homens e ao que estes fazem delas, religiões. Homens, estes, sem escrúpulos, sem Fé e sem alma. Culpados? Os políticos e governantes mundiais em primeiríssimo lugar e isto desde há séculos, incluíndo neste lote alguns homens elevados aos mais altos cargos eclesiásticos que não estão livres de gravíssimas culpas, o que aliás vem acontecendo desde a fundação das ditas religiões. Não são as religiões que são culpadas do inferno que se abateu sobre o mundo e que tem vindo paulatinamente a destruir a humanidade, mas sim a maldade intríseca que se apoderou do espírito do homem, lato sensu. Este é um Mal profético que caso não seja travado urgentemente e já vai sendo tarde, não há-de deixar pedra sobre pedra no Planeta Terra. Todo o tremendíssimo mal que se vem verificando em todo o Globo, com cada vez mais catástrofes, algumas de dimensões bíblicas e a maioria delas artificialmente provocadas, já não acontecem de dois ou de quatro em quatro anos, como há tempos acontecia, mas quase diàriamente e atingindo quase todos os países e matanmdo cada vez mais pessoas (as guerras fratricidas continuam sem cessar lá pelo Oriente Próximo e Médio Oriente, mas os desastres e acidentes de todo o género, artificialmente provocados, ajudam e de que maneira a tal redução da humanidade em 50% até 2050, anunciada e prometida há alguns anos pelo governo mundial) estes são factos evidentes e indesmentíveis e que estão à vista de quem tem olhos pra ver. Não quererá isto significar que estamos perante o verdadeiro Anti-Cristo há muito profetizado? Pode ser.

Curiosamente talvez sejam as tão causticadas religiões que possam vir em nosso auxílio para tentarem reverter o curso da História e ainda a tempo de deitarem a mão a um mundo às avessas, que se encontra num estado demasiadamente periclitante e perigosamente à beira do abismo e que nos deve preocupar sèriamente.
Como saberá, o futuro não nos pertence. O homem representa menos de um grão d'areia na imensidão do Cosmos. Pense nisso.
Eu, que acredito em Deus, rezo todos os dias suplicando-Lhe que nada de castatrófico aconteça à humanidade. E com a Sua protecção, estou certa que não acontecerá.

Maria disse...

Numa nota à parte, aconselho o visionamento no youtube do oportuno e sábio discurso do talvez mais importante governante da actualidade, o inteligente Wladimir Putin cujas palavras, pelo seu passado político insuspeito, adquirem ainda maior valor e significado e por isso mesmo a dever ter-se muito em conta. Ele aborda o tema da religião e da sua permanente descredibilização através do "polìticamente correcto" imposto de fora e adoptado pelas democracias através da imprensa falada e escrita, estas a soldo dos respectivos governantes, todos maçónicos, bem como pelas inúmeras associações, movimentos e ligas de todo o género e feitio, estas secretamente ao serviço da maçonaria sionista ou, o que é o mesmo, do "governo mundial não eleito" (designação correctamente adoptada por David Duke) a somar a outros meios subversivos espalhados pelos cinco Continentes e todos com o mesmo propósito, o de subverter os valores morais e alterar por completo os conceitos sociais, familiares e religiosos, comum e livremente aceites, praticados pelos povos desde há séculos. Inteligente discurso, este de Putin, pondo o dedo na ferida e acusando indirectamente os verdadeiros culpados da degradação sistemática da vida, da paz e do bem estar dos povos e dos países, proferido por aquele que parece ser o grande Governante da nova Rússia e por extensão, quem sabe?, da própria Europa, ajudando esta a livrar-se de forças diabólicas que tentam por todos os meios dominar os países europeus e os dos restantes Continentes e estão a conseguí-lo, forças diabólicas e obscuras (mas já nem por isso) que tanto mal têm feito ao mundo. E se tal facto se vier a concretizar será sobretudo para bem da Europa e em seu próprio benefício, por se estar perante países sem governantes à sua altura e por isso à mercê de todo o mal que lhes queiram fazer, países estes a serem governados desde há décadas por anti-patriotas, oportunistas, incompetentes, ignorantes, corruptos, mentirosos, falhos de valor e de ética, o que faz com que eles e as políticas por si adoptadas estejam a ser cada vez mais rejeitadas pelas populações - os primeiros por estarem totalmente descredibilizados e as últimas por terem sido há muito ultrapassadas por ineficazes ou baseadas em falsas promessas com o intuito perverso de jamais serem cumpridas - Rússia cujo povo bom e cristão que tanto sofreu durante décadas e décadas por justamente a religião professada desde sempre pelos seus milhões de cidadãos ter sido proibida e o seu culto (nunca abandonado por este povo devoto, nem tão pouco pelos dos países sob regime soviético durante o tempo que durou o regime e não obstante as severas proibições, esse culto nunca foi abandonado sendo comovente e religiosamente praticado no recôndito dos seus lares) considerado crime grave sujeito a penas longas de prisão, pelos seus sanguinários dirigentes.

E o que levou estes governantes-déspotas a praticarem genocídios vários, bem como a provocarem as mais pavorosas mortandades devido aos longos períodos de completa escassez de alimentos nos campos, à miséria, à fome, ao frio e aos terríveis maus tratos recebidos pelas centenas de milhar de prisioneiros desterrrados para a Sibéria (milhares deles brutalmente assassinados pelos guardas, perante a indiferença total de Estaline, a caminho dos Gulags), décadas de terror em que pereceram milhões dos seus compatriotas? Ora, por esses governantes se julgarem donos e senhores dos seus actos e não serem tementes a Deus.

Não é Deus nem são as religiões que obrigam os homens a praticar o mal, são os homens que em nome Dele e Delas, convencidos que podem pôr e dispor de tudo a seu bel-prazer, se permitem fazer o mal aos outros homens.

zazie disse...

ehehehe

Thanks, rapaz.

Ainda estou em dívida com a aposta porque estou com gripe desde que regressei.

Bisou

muja disse...

Ehehe, não era para si, era para o grunho dar o título à cassete dele.

Ele diz que não tem tempo para procurar os insultos... ahaha, pois não! Só para passar o lado A e o lado B.

zazie disse...

ehehehehe

O sujeito quer colinho. A Barloff é que podia adoptá-lo que também anda carente.

":O))))))))

João José Horta Nobre disse...

«mas por favor (para não dizer "por amor de Deus", já que tem escrito vezes sem conta Nele não acreditar) não diga mal das religiões. O João repete incessantemente que todas elas são falsas e criminosas,»

A Maria está muito enganada sobre mim. Isto é o que dá as pessoas julgarem-me sem me conhecerem pessoalmente e sem sequer se darem ao trabalho de tentarem conhecer o que eu penso sobre um determinado assunto. Trata-se de uma mentira chapada dizer-se que eu alguma vez disse que todas as religiões são "falsas e criminosas", é uma questão de leitura:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/12/reflexoes-sobre-religiao-parte-i.html