Páginas

sexta-feira, 14 de julho de 2017

A sondagem deveria fazer-se em Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos...e entre os militares.

 JE:

Na sequência dos incêndios em Pedrógão Grande, e da polémica relacionada com  roubo de material militar em Tancos, uma sondagem mostra que, mesmo assim, os portugueses não defendem a demissão da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e do ministro da Defesa, José Azeredo Lopes.
A sondagem foi realizada pela Eurosondagem para o Expresso e a SIC nos dias 10, 11 e 12 de Julho.

Se tivessem mostrado nas tv´s as imagens dos corpos carbonizados, a sondagem não era assim, estou em crer. A higienização mediática também serviu para lavar a incompetência e negligência de quem governa e manda.

8 comentários:

Floribundus disse...

deve ter caído um raio sobre o dinheiro angariado

a culpa é da Altice

'isto é tudo um ......'

joserui disse...

Relativamente aos militares não entendo… só se for para também sacudirem água do capote. As forças ármadas saídas do 25A não podem ser mais que uma anedota. Armas sem vigilância e vigilância privada… negociatas deve ser em cada quartel. Pioneiro foi o Valentim Loureiro, a roubar batatas da messe dos oficiais…

josé disse...

Essa do Valentim foi ainda no Ultramar, anos antes de 25 de Abril. Foi corrido mas como um que também esteve envolvido foi reabilitado ( julgo que post-mortem) o Valentão aproveitou e exigiu tratamento igual...

josé disse...

E assim ficou major para sempre.

José Domingos disse...

Estão a falar do Valentim da Guiné. Ou rua ou tribunal militar, escolheu a primeira. Eu, com as calças do meu pai, também sou um homem.
Os xuxas andam nervosos com a Altice. Estes não se devem domesticar, como o restante jornalixo. esperemos que seja uma pedrada no charco,
A sondagem é mais um frete.

Apache disse...

Errata
Onde se lê
“Na sequência dos incêndios em Pedrógão Grande, e da polémica relacionada com roubo de material militar em Tancos, uma sondagem mostra que, mesmo assim, os portugueses não defendem a demissão da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e do ministro da Defesa, José Azeredo Lopes.”
Deverá ler-se
“Na sequência dos incêndios em Pedrógão Grande, e da polémica relacionada com roubo de material militar em Tancos, uma sondagem mostra que, mesmo assim, (a maioria) dos portugueses (que participaram nela) (pressupondo que não houve manipulação de resultados) não defendem a demissão da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e do ministro da Defesa, José Azeredo Lopes.”

Detesto que escrevam “os professores…” sempre que o Mário Nogueira orneja qualquer coisa.

jbp disse...

omo lava mais branco

lusitânea disse...

A rapaziada democrata não gosta de ver cadáveres.Por isso é que são a excepção mundial no abandono dos ossos dos soldados pelos sertões africanos alegadamente no "campo da honra"...