sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Irá José Sócrates alguma vez escrever o seu primeiro livro?


Observador:
O ex-primeiro-ministro José Sócrates disse, numa entrevista ao jornal brasileiro Folha de São Paulo, que tenciona escrever um livro sobre a Operação Marquês. Questionado sobre se considerava que o Partido Socialista o traiu ao não o defender durante o processo, Sócrates respondeu que “a traição tem uma dimensão pessoal”, mas recusou mais comentários.


Não quero fazer este comentário. Um dia, fá-lo-ei. Mas, para já não vem a propósito. Vou escrever um livro sobre isto”, disse Sócrates.

Sendo uma boa parte das leis processuais penais que temos resultado de governos de José Sócrates e tendo os tribunais superiores sufragado a totalidade das interpretações legais ( com excepção da que foi dada por Rui Rangel, um amigo de longa data do dito cujo e agora a contas com a justiça, também por isso mesmo)  este mesmo José Sócrates atinge o paroxismo da pouca-vergonha, com estas declarações.

Aguarda-se por isso com expectativa o aparecimento do seu primeiro livro, escrito com mão própria...

Sem comentários: