sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Quem parte e reparte o Orçamento...

O Governo reservou para si e respectivos Gabinetes a módica quantia de 64,4 milhões de euros para fazer face a despesas com pessoal ( salários de membros de gabinete e respectivas contribuições para a Segurança Social) deslocações, estadias, comunicações telefónicas ( internet e telemóveis) combustíveis ( frota de dezenas e dezenas de carros de cilindrada a condizer com o topo do Executivo), livros ( coitados, têm que se actualizar...) prémios e condecorações ( para amigos e apaniguados) e pareceres jurídicos ( o maná que muitos escritórios de advogados escolhidos estão à espera como de pão para a boca, literalmente).

O CM de hoje mostra como é este ano:


Isto é que se chama viver à tripa forra enquanto outros apertam o cinto de aumentos que nunca chegam, de há dez anos a esta parte...
Não pagam comunicações, transportes, refeições, lazeres diversos em viagens e afins, etc etc. Podem poupar integralmente o que lhe paga o Estado como vencimento estipulado porque o Orçamento paga-lhes tudo o resto. E nem é contabilizado para efeitos de IRS...


Sem comentários: