segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Fake news com assinatura reconhecida

Polígrafo no Sapo:

O primeiro-ministro António Costa publicou hoje, no jornal “Público”, uma “carta aberta” dirigida a Manuel Alegre, histórico militante do PS, defendendo a decisão do Governo de não reduzir a taxa de IVA aplicada aos espectáculos tauromáquicos (ao contrário de uma série de outros espectáculos que beneficiarão de uma redução dessa taxa em 2019), a qual tinha sido criticada por Alegre numa primeira “carta aberta” dirigida a Costa e publicada no dia 7 de novembro.
Na resposta a Alegre, Costa garante o seguinte: “Choca-me que o serviço público de televisão transmita touradas. Mas não me ocorre proibir a sua transmissão”. Mais: “Como homem da Liberdade tem também de respeitar os cidadãos que, como eu, rejeitam a tourada como manifestação pública de uma cultura de violência ou de desfrute do sofrimento animal”. E questiona: “Será assim ilegítimo, totalitário, violentador da liberdade a não atribuição de benefício fiscal à tourada? O que seria então se lhe fosse dado um tratamento fiscal agravado, como acontece com o tabaco ou o álcool?”

Depois seguem estas imagens com pouco mais de meia dúzia de anos. A. Costa é resolutamente um político que sabe surfar. Um artista, como dizia o outro...mas que  ainda vai ser preciso ajudar a ter uma maioria absoluta para nos livrar do BE para sempre. E isso, apoio, se esta opinião estiver certa.





CM de hoje:


Sem comentários:

A corrupção larvar em Portugal