quarta-feira, 24 de outubro de 2018

A quem perde a vergonha, todo o mundo é seu

Diário Campanário:




A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, escolheu Eduardo Paz Ferreira, professor catedrático da Universidade de Lisboa, para presidir à comissão que vai renegociar a concessão do terminal de Sines, atribuída à empresa de Singapura PSA, um processo que tem como objetivo um investimento de cerca de cem milhões de euros para a expansão do terminal de contentores.

Nascido nos Açores há 65 anos, este especialista em Direito Fiscal e Finanças Públicas, entre outras áreas, é casado com a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem. O fundador da sociedade de advogados com o seu nome (Paz Ferreira e Associados) vai ser acompanhado neste trabalho por José Luís Azevedo Cacho, presidente dos Portos de Sines e do Algarve, e por Maria Lídia Ferreira Sequeira, líder da APP – Associação dos Portos de Portugal.

Por designação do Ministério das Finanças, Miguel Laranjeira Leal de Faria e Ana Sofia Arsénio Viana Fernandes completam esta comissão, identificada num despacho publicado em Diário da República esta segunda-feira, 22 de Outubro, na qual o Executivo socialista refere o objetivo de que este "processo negocial se inicie com celeridade". A extensão do contrato, para lá de 2029 é uma das contrapartidas exigidas pelo grupo singaporense para alargar o investimento em Portugal.


A corrupção, política neste caso, tem muitas faces. Até a legal. As pessoas sonsas e inteligentes são as piores. Para bom entendedor...

Sem comentários: