sábado, junho 25, 2022

As aguarelas inglesas

 Há muitos anos topei que o Sunday Times de vez em quando publicava uns artigos ilustrados por aguarelas notáveis e de qualidade excepcional que me encantavam. E nem sequer vinham assinadas.


Algum tempo depois, já em 1997, uma ilustração de uma casa comercial do Porto deu-me o nome do ilustrador: Matthew Cook. Fantástico, simplesmente, a técnica, a mestria, a escolha do tema e do ângulo do esquisso, a economia das pinceladas, as cores vibrantes pelo contraste e ao mesmo tempo subtis, das tintas, etc. etc: 




Sem comentários:

A pobreza aflitiva da nossa BD