Páginas

terça-feira, 3 de julho de 2012

Relvas na mira


Abriu já a época de caça ao Relvas. E como cantavam uns canadianos nos anos setenta "you ain´t seen nothing yet". "Bbbbbb..baby", concluíam na cantiga de êxito.
Por isso, Relvas como já escrevi e finito. Devia já ter saído porque isto vai piorar.

Desta vez ainda vão à licenciatura que aliás não deve ter muitas semelhanças com a que o foragido de Paris tirou na Independente e o DCIAP investigou. Relvas só tirou o curso muito tarde mas não parece que o tenha tirado por correspondência ou fax ao Domingo.
Se quisessem mesmo saber de uma licenciatura limpinha como a do trigo limpo, farinha Amparo, iam averiguar a de Armando Vara. Fantástica. Qual Relvas, qual carapuça! Vara é que foi!

Jornal i de hoje:

Miguel Relvas é um exemplo de um aluno que apenas concluiu a licenciatura após ter entrado no mercado de trabalho.

“Tirei o curso de Ciência Política e Relações Internacionais, na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, em Lisboa, depois de ter frequentado, na década de 80, os cursos de Direito e de História”, começou por explicar ao i o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares.
A entrada na Lusófona, contudo, só ocorreu em 2006 – quase dois anos depois de ter sido secretário de Estado da Administração Local no Governo de Durão Barroso.
“Fui admitido, por despacho do director do curso de Ciência Política e Relações Internacionais em Outubro de 2006. Foi-me conferido o diploma de licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais em Dezembro de 2007, nos termos do Processo de Bolonha, através de seis semestres”, afirma.

14 comentários:

Floribundus disse...

ninguém lhe engenheiro nem doutor

S.T. disse...

:-))

É o que eu suspeitava , a competência académica deles é transversal. Se sindicados todos , mais surpresas aconteceriam .
Estamos governados...

AAA disse...

SE dúvidas houvesse sobre o facto da classe política, na altura do caso sócrates/Independente, ter dito quase unanimemente que era um assunto pessoal, blábláblá, aí estão elas para se dissiparem: o que não falta é gente desta sentada no parlamento e no governo com canudos destes. Miséria de país que está entregue a mandriões e incompetentes deste calibre.

Wegie disse...

Não deve ter muitas semelhanças. Ora vejamos. Ambas concluidas num ano. Em unis privadas. Ambos de matricularam na Lusíada , simultaneamente, no mesmo ano, em Direito. Se esticar mais a coisa encontram-se muitas mais semelhanças.

Joaquim Pereira disse...

Mais as equivalências?! Uma vassoura de arame nesta gente pouco era!

Vitor disse...

Isto não é Bolonha, é "novas oportunidades" do ensino superior. A quem só tinha feito uma cadeira de direito apesar de se ter matriculado em 3 cursos superiores desde 1984, e apenas em dois anos da Lusófona fica licenciado ... é obra.
Mais um espertalhaço...

JMCL disse...

Este Relvas é uma desgraça! Vai ser um bombo de festa! Mas merece!

Wegie disse...

Falta o Seguro que tem um percurso semelhante.

Luis disse...

Dizem que vem aí mais chumbo grosso sobre a MR.
E claro, quem ataca o MR ataca o Passos.
É no que dá quando se julga impune e faz o que bem entende e nomeia quem bem entende... desde que use avental.

Lura do Grilo disse...

Bolonha dá para tudo!

Streetwarrior disse...

Quase tenho a certeza, que aqueles que verdadeiramente licenciados e competentes, são afastados á vassourada por estes aldrabões, pois representam uma verdadeira ameaça á incompetência.
Portugal, sendo um pequeno rectangulo, a máfia conhece-se e tem fortes lobbys entre eles, quando aparece alguém tratam imediatamente de o afastar...
Quando algum mafioso enfrenta algum problema, os seus irmãos mafiosos, tratam logo de lhe salvar o coiro...pois sabem que se não o fizerem, este levará outros por arrasto, coisa que não interessa ao Polvo.
Por estas simples razões, PT está condenado ao insucesso.

Só com Snippers é que isto lá vai.

ae disse...

Não entendo a "indignação". Na posse destes cursos manhosos há milhares de Portugueses.Desde fulanos que nunca sentaram o traseiro num banco duma universidade, a outros com o antigo 5ºano do liceu que num ano de uma ESE qualquer obtiveram a licenciatura e por aí fora. Eu conheço duas ou três dezenas, e conheço pouca gente. É natural que apareçam "politicozecos" a usufruírem da mesma balda.

Streetwarrior disse...

Sem duvida @ae...e quem diz licenciaturas, diz cartas de condução, atestados médicos,cartas de recomendação, baixas fraudulentas etc

skeptikos disse...

Isto dá-me vómitos. Estes marmelos que não têm outro nome, andam a rebaixar salários e regalias de pessoas competentes, a humilhar classes profissionais a seu belo prazer, só porque se escondem atrás de mentiras e vivem descaradamente do cunhacimento! Hom'essa!!! PQP!

Isto lembra o outro! Brada aos céus tamanha desfaçatez - só tinha concluído uma cadeira com 10 valores - pintava a minha cara de preto, ter 10! Cábula!

http://expresso.sapo.pt/o-caso-da-brevissima-licenciatura-de-relvas=f737264