segunda-feira, 19 de abril de 2010

Mário Lino, ex-ministro

Sol:

"O que o antigo responsável pelas Obras Públicas diz ter a absoluta certeza é que as conversas nunca versaram sobre a PT: «Ele passava para me cumprimentar, para falar sobre futebol, sobre coisas que o preocupavam, nessa altura ele estava para ter um filho». «Mas pode ter a certeza que nunca falei, não falaria, não passaria pela cabeça do dr. Rui Pedro Soares vir falar [sobre a PT], porque nisso sou muito rigoroso. PT só com o dr. Granadeiro», acrescentou Mário Lino, reiterando: «Com Rui Pedro Soares eram conversas particulares, de futebol, dos amigos. Não tratei de assuntos da PT».

Notável explicação...Mário Lino compete com o PM neste tipo de explicações. Merece que respeito? Nenhum?!

14 comentários:

Mani Pulite disse...

SERÃO HUMANOS OU CANÍDEOS ESTES DOIS?A QUESTÃO É LEGÍTIMA DEPOIS DESTAS"EXPLICAÇÕES" PARA JUSTIFICAR AS VISITAS AO MINISTÉRIO.

Carlos disse...

É o chamado Mentolino.

Carlos Silva

O Clandestino disse...

Por outras palavras, "PT, JAMÉ!"
E nós acreditamos piamente, pois então. Vindo de quem vem...

Unknown disse...

Mário Lino portou-se muito bem! Meteu os deputados em sentido! ML é uma velha raposa com muitos anos de PC.

Foi até divertido vê-lo responder ao jovenzito que só sabe gritar pelas comissões e que precisa de muita Maizena!

GM

Domingos disse...

Há sempre uns desmiolados que acham que estes aldrabões são divertidos!

joserui disse...

Dá um trabalhão ser ministro das obras públicas. Um trabalhão. -- JRF

Lamas disse...

Sinceramente espero que o ML estivesse a gozar com os deputados e com os contribuintes que lhe pagam o ordenado.
Quero pensar que seja assim.
O que me preocupa é pensar que o homem não estava a gozar e que aquilo é verdade.
Escusam de andar à procura de razões para odescalabro do PAís.
Está à vista

Unknown disse...

E foi lindo o PS ceder parte do seu tempo para o PCP e o PSD (Pacheco Pereira) interrogarem Miguel Pais do Amaral.

Ficaram sem pinta de sangue, embasbacados. O PCP não, mas o PSD (o imberbe do Pedro Duarte) teve a distinta lata de mendigar ao PS o tempo.

Quando o PS disse que sim, caiu o queixo ao Pacheco Pereira.

Quem não deve, não teme!

GM

josé disse...

gonçalo:

V. acredita que o primeiro-ministro não sabia do negócio?

Não estou a pedir factos. Só convicções.

Unknown disse...

E se soubesse? Qual é o problema?

GM

Unknown disse...

Outra coisa:

Quando o PS suscita a "suspeição do relator" e/ou a "desobediência do jornalista", aí a oposição em bloco "aqui d'el rei" a acusar o PS de bloquear a comissão, de entravar os trabalhos...

Quando é a oposição a suscitar a "desobediência de um jurista" como que, por encanto, desaparecem todos os "óbices" ao bom andamento dos trabalhos...

Onde está a isenção? Onde está o rigor? Está mais do que provado que as "conclusões" da comissão já estão escritas.

Sejam honestos! Não há dois pesos e duas medidas!

GM

Unknown disse...

Mais:

Tal é a ânsia da "oposição" em "condenar Sócrates" que até o presidente da "comissão", Mota Amaral, que é do PSD, como se sabe, ameaçou hoje demitir-se caso o PSD conluiado com o PCP insista em mudar as regras do jogo com o jogo a decorrer.

Sejam honestos!!!

GM

josé disse...

Problema?

Pequeno e só um: o primeiro-ministro disse na AR que não sabia. E continua a dizê-lo.

Que é um mentiroso já sabemos há muito. Que lhe desculpem as mentiras, é outra coisa.

Unknown disse...

Mas onde está a prova de que mentiu no Parlamento?

Condena-se sem provas?

GM