domingo, 3 de agosto de 2014

Prisão preventiva para Ricardo Salgado, já!

O que o Governador do BdP acabou de dizer publicamente sobre o comportamento pessoal do antigo presidente do BES, Ricardo Salgado, implica a necessidade de prisão preventiva, já, deste indivíduo.

Por dois ou três motivos previstos no CPP: perigo de fuga elevado e evidente; perigo de perturbação do inquérito instaurado e a instaurar e alarme social elevado, porque se torna insustentável que o mesmo se mantenha em liberdade depois do que foi dito.

14 comentários:

BELIAL disse...

Um lord com o "peso" dele não se mete assim no calabouço...

Manuel de Castro disse...

Acredito é em honorários chorudos para algumas firmas de advocacia.

josé disse...

Parece-me bem mais grave do que o que se passou com Oliveira e Costa.

Até há uns dias nem acreditava nesta hipótese. Agora...impõe-se.

menvp disse...

Mestres em Despesa/Endividamento é coisa que há para aí aos montes... todavia, no entanto... porque é que quem paga (vulgo contribuinte) não há-de ter uma palavra a dizer!?!?!
{nota: o contribuinte agradece que sejam apresentadas propostas/sugestões que possibilitem uma melhor gestão/rentabilização dos recursos disponíveis... ou seja: em vez de propostas de despesas/endividamentos/aumentos... apresentem propostas de orçamentos!}
.
Ora, de facto, foram Mestres em em Despesa/Endividamento [com o silêncio cúmplice de (muitos outros) mestres/elite em economia] que enfiaram ao contribuinte autoestradas 'olha lá vem um', estádios de futebol vazios, nacionalização do BPN, etc, etc, etc...
---» Bom, como é óbvio, quem paga (vulgo contribuinte) não pode continuar a ser 'comido a torto e direito'... leia-se: quem paga (vulgo contribuinte) deve possuir o Direito de defender-se!!!
.
-» Votar em políticos não é (não pode ser) passar um cheque em branco... isto é, ou seja, os políticos e os lobbys pró-despesa/endividamento poderão discutir à vontade a utilização de dinheiros públicos... só que depois... a 'coisa' terá que passar pelo crivo de quem paga (vulgo contribuinte).
---> Leia-se: deve existir o DIREITO AO VETO de quem paga!!!
[ver blog 'fim-da-cidadania-infantil'].
.
.
.
P.S.
DEMOCRACIA SEMI-DIRECTA:
- possibilita a existência de um processo ágil de tomada de decisões... e... permite que o contribuinte não passe um 'cheque em branco' aos políticos.
Nota: Vantagens da Democracia Semi-Directa 'Fim-da-Cidadania-Infantil' em relação à Democracia Directa:
1- em caso de necessidade (depois haverá uma análise dos fundamentos) o Executivo Governamental poderá tomar decisões rápidas;
2- o contribuinte não será atafulhado com casos de 'custo-bagatela'.

João José Horta Nobre disse...

Esse pedaço de lixo ambulante chamado Ricardo Salgado é daqueles que noutros tempos ía direitinho ao cadafalso, com direito a unhas arrancadas e outras operações plásticas antes da execução...

Floribundus disse...

que monotonia se tivéssemos todos:
a mesma cor
o mesmo comportamento cívico
o mesmo tratamento por parte do MONSTRO que nos devora

hoje não chove, há telefone e net junto da JF

Anibal Duarte Corrécio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anibal Duarte Corrécio disse...

"Prisão preventiva para Ricardo Salgado, já!"

Já falaram com os Almeidas Santos da nossa terra? Sem eles nada feito.

Floribundus disse...

Aqui há:
Bancos de jardim para conversa
2 barcos de turistas em Barca de Alva
Plantação de novas amendoeiras
Plantio de vinha para lotar a zurrapa francesa que o marketing nos vende como vinhos afamados

não há fome

Anónimo disse...

De acordo com um Sr. tal Baldaia, ex-jornalista desportivo e agora jornalista de tudo, terá dito que o tal Salgado, não vai dentro ou será difícil ir dentro porque se falar "atraca" muita outra gente poderosa, inclusive da justiça.
E agora!?
Como dizia alguém: quando o dinheiro fala a verdade cala.
Quem tem telhados de vidro não quer as "pedras a rolar" no telhado.
Isto fede.

José disse...

Há duas pessoas apenas que o podem prender em prisão preventiva. Duas, apenas: Rosário Teixeira e Carlos Alexandre.

Tanto quanto sei não se atemorizam com os tais que o palerma do Baldaia fala.

O problema é outro: saber se há indícios de crimes suficientes para tal.

Quanto a mim que só leio notícias, já há muitos.

Nuno Teixeira disse...

Será possível, num país com Leis, abrir um banco na Televisão, em 10 minutos, e pô-lo a funcionar, aberto ao Público, sem sequer haver uma escritura notarial a constituí-lo ?

nunusteixeira@gmail.com

José disse...

Parece que sim, se for o Regulador/Supervisor a fazê-lo...

Isto só visto, mas ainda veremos no que vai dar.

espadillo disse...

A tua mãe também te pariu e no entanto andas aqui, deves cheirar a cócó e é capaz de ser garacional a merda que sai dessa boca, tomara tu algum dia chegares as bolas do RS