sábado, setembro 18, 2021

Abusos de poder e peculatos efémeros

 Esta, pespineta como se apresenta, aparentemente não conhece os deveres de função. E isso apesar de ter em casa um exemplo flagrante de abuso de poder do mesmíssimo género e com condenação transitada em julgado.

Espera-se que o MºPº regional do Porto abra o inquérito necessário, o que duvido muito venha a suceder, cá por coisas...




Sem comentários:

O director do DCIAP parte a louça