sábado, 9 de fevereiro de 2019

Como é difícil governar...a CGD!

Jornal Económico:

Paulo Macedo admitiu que CGD vai trabalhar com três sociedades de advogados por causa de incompatibilidades que estes têm aqui e ali. Revelou duas que já contratou: Vieira de Almeida e Linklaters. Mas terá de haver uma terceira sociedade.

Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai precisar de contratar pelo menos três sociedades de advogados para avaliar processos de responsabilidade civil sobre ex-gestores, devido à existência de conflitos de interesse. A revelação foi feita na quinta-feira por Paulo Macedo no Parlamento.


Não há mais ninguém em Portugal, na área jurídica para tratar destes assuntos tão, tão complexos que mais ninguém os entende a não ser a Vieira de Almeida. a Linklaters e quejandos. 

Isto é corrupção,  mas da boa.  Da pura, daquela que é indetectável a olho nu e por isso fica à vista de todos, porque é perfeitamente legal. Só gostaria de saber o orçamento da empreitada. Deve dar para pagar um mês de ordenado a todos os "escravos" que lá andam a mourejar pelos 2 mil euros por mês...

Portanto duas já estão escolhidas e falta uma terceira. Acho que é fácil de adivinhar qual vai ser...

Para a CGD são trocos. Para quem lá tem o seu dinheiro e paga as taxas e comissões é um perfeito abuso de gestão. Uma anomalia que o tal Macedo se fosse patrão privado nunca cometeria. 

Sem comentários: