sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Probidade, a qualidade que a democracia não cultiva

O Diabo de hoje:



Dos dicionários: probidade é a qualidade do que é probo. Probo: honrado, justo, honesto, íntegro.
Salazar poderia não ter cultivado a probidade. Com censura e controlo da opinião publicada e oposição também controlada politicamente, através de restrições dos direitos de associação e reunião, Salazar poderia ter enriquecido como alguns ditadores de terceiro-mundo. 

Preferiu enriquecer o país, material e espiritualmente. Fê-lo inegavelmente durante mais de quarenta anos.

É isso que não lhe perdoam os réprobos que tomaram as rédeas do poder, incluindo o mediático.




Sem comentários: