Páginas

sábado, 16 de junho de 2012

Nunca saimos da cepa torta

 O título desta notícia é: "PSD viu à lupa juiz do PS"

"O PSD esteve durante uma semana a analisar a lista de nomes para o Tribunal Constitucional que o PS lhe entregou. Estes dois partidos e o CDS anunciam finalmente a lista conjunta de quem ocupará as três cadeiras vazias no Palácio Ratton. "

Em  primeiro lugar o tal juiz para o Constitucional não tem que ser do PS. Mas o PS acha que sim, o que diz tudo sobre os juízes do Constitucional.

Em segundo lugar, essa coisa de "viu à lupa" significa que o PSD não quer um juiz tipicamente PS e que tenha rabos de palha que lhes venha a estragar arranjinhos tácitos entre entendidos.

Portanto, nesta escolha dos juízes para o Tribunal Constitucional temos dois critérios não escritos nem admitidos publicamente mas amplamente reconhecidos tácita e consentaneamente entre os partidos ( todos sem excepção): devem ser pessoas com capacidade de respeito pela ideologia que os nomeou ou pelo menos o partido que os indicou de modo a merecerem a confiança que neles depositaram. Ou em último caso da loja que os indicou na sombra e no anonimato relativo.

Por último, isso de "ver à lupa" significa ainda que foram recolhidas informações pessoais, eventualmente íntimas,  sobre a pessoa escolhida. Quem é; de onde vem; o que fez na vida; como faz na vida; o que pensa em matérias conhecidas; como se comporta pessoalmente e o que há a esperar profissionalmente dessa pessoa.

Para recolher estas informações não são suficientes as "fontes abertas". Temos por isso um candidato proposto pelo PS, tal como os demais propostos pelos outros partidos que foi espiolhado "à lupa", seguindo critérios que eventualmente nem o "espião" Silva Carvalho utilizou nos seus ficheiros de colecção particular. Ou até mesmo, fiando-nos nas notícias de hoje, o tipo de informações que o dirigente do Sporting, ex-PJ, Pereira Cristóvão, guardava para usar em proveito do clube.

Notável, revelador e vergonhoso, mas que ninguém admitirá publicamente. Et pour cause.

Os mesmos que os escolheram mai-los seus papagaios amestrados nos media de influência nunca admitirão esta pouca-vergonha que apontam a outros como inadmissível e "muito grave"...

5 comentários:

Luis disse...

Se já os ministeriáveis e secretariáveis de Miguel Relvas foram "vistos à lupa" muito antes de ser governo, não é de estranhar que continue a cuscar (os outros)com lupa para estes cargos. Mas apenas para garantir que estes percebem o que se quer deles... claro.

Floribundus disse...

dizia-se no meu tempo de Roma:
«guarda che casino».

isto parece a 'Micas da Boa', conhecidíssima 'casa de tias' da portuense Boavista

Streetwarrior disse...

E o tipico carneiro da plebe, a pensar que eles lá estão por mérito.
Isto só mesmo para rir, já nem dá para chorar!

E quem diz Juises, diz também outros imporatantes cargos de " confiança politica "
Como é que estes tipos hão-de algum dia bater com os costaços no xilindró....not in a million years!

Ai o Trócaste teve por cá a almoçar!
E não houve ninguém que lhe desse 1 T??? nos ?????

Karocha disse...

Também deviam ver à lupa a candidata do PSD!!!

Karocha disse...

Nem imaginam o que vão encontrar !!!