Páginas

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Bava, Granadeiro e Mexia: os grandes (in)competentes do sistema

 Observador:

Imprudente e enganadora. É desta forma que o relatório da comissão de auditoria da Portugal Telecom (PT), elaborado em julho, descreve a estratégia financeira da operadora, sobretudo, nos últimos anos, noticia o Público. Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e o administrador financeiro Pacheco de Melo são os grandes visados do documento, por terem desrespeitado uma regra elementar de boa gestão – a diversificação dos ativos – e ocultado as decisões de tesouraria ao mercado e à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Nesta foto da Lusa, publicada pelo Sol, estão aí todos. Só faltam o padrinho e o afilhado.


Sobre a PT, Belmiro de Azevedo, em tempos quis ficar com a companhia. Era portuguesa e ficava cá. Belmiro dava bom dinheiro, mas estes aí em cima não quiseram. O afilhado do padrinho, um inenarrável a quem deram poder para  mandar " nisto tudo" não deixou e por isso Belmiro foi afastado. Com os resultados que agora se vêem...

Numa entrevista ao Público de10 de Março de 2013 explicava isso de modo claro, nas entrelinhas.

Chegou a hora de pedir contas ou a de pagar a factura sem bufar?  Não seria demais?


Em complemento informativo nada melhor que mostrar a supina petulância de um Granadeiro na hora de glória. A história é retirada daqui que a repesca dali.

Como é que ganhou a OPA? Além da estratégia, do empenhamento da equipa, daquilo que já se sabe.
Inicialmente fui convidado para presidente do Conselho de Administração (CA), e depois de feitos alguns contactos com accionistas e outras pessoas, entendi que devia acumular com o cargo de presidente da Comissão Executiva (CE). Tratava-se de uma necessidade de concentrar o poder de decisão. As minhas condições de partida eram bastante desfavoráveis. Havia uma certa euforia com o lançamento de uma OPA da Sonaecom sobre a PT. Era a história romântica do David contra Golias, do poderoso Golias que atacava a PT.
Nunca viu a Sonae como o temível Golias?
Não. Analisei friamente a oferta da Sonae e verifiquei que ela não valorizava suficientemente os activos que estavam sob a minha gestão.

Quanto a Granadeiro tenho a dizer que um dos seus vinhos - um branco, "vale do rico homem",  é magnífico e custa menos de 3 euros em qualquer Pingo Doce. Gostava de saber se foi com ajudas da UE, se foi com ajudas do BES e se foi com ajudas políticas que lá chegou a esse resultado. Se não foi, parabéns.

11 comentários:

Floribundus disse...

http://www.telecom.pt/NR/rdonlyres/BCAC4FBD-BEAF-4B7D-85C4-944D2BEED203/1382444/jornalespecial.pdf

os mesmos de sempre afundam tudo.

muito satisfeitos por a PT valer 1/5 do valor oferecido pelo 'merceeiro do Porto'

Floribundus disse...

'quem te manda a ti granadeiro tocar rabecão ?'

dizia o sapateiro da historieta que tinha colegas em todas as profissões

'salgue-se quem puder'

Zephyrus disse...

A PT tentou safar-se com a chico-espertice da TDT.

Aqui ao lado os espanhóis têm dezenas de canais gratuitos. Uma empresa sueca quis instalar mais de 60 canais em Portugal, na nossa TDT. A ANACOM recusou, com o pretexto que era um projecto «muito ambicioso».

Há uma tese de doutoramento sobre o tema, na Universidade do Minho. Temos uma das piores TDT da Europa.

Parece que mais de 70% dos portugueses têm TV paga. E que no resto da Europa menos d 30% dos lares pagam um serviço de pago. Vícios de «país rico».

Zephyrus disse...

Nas aldeias da serra algarvia não há sinal de TDT. Mas no concelho de Castro Marim, e também no de Alcoutim, há sinal da TDT espanhola...

José disse...

O afilhado tinha muitos amigos e um deles era o "Joaquim" que nomeou os marcelinos, os paulos baldaias e esses todos do jornalismo desportivo.

Por isso, a tv de cá é paga a peso de ouro e ne, isso evitou a falência do amigo Joaquim, um empresário da publicidade estática que lembra a fábula do boi ascensional.

Floribundus disse...

AAA no i

«A Noruega tem um fundo de 800 mil milhões de dólares criado com as receitas do petróleo. A sua dimensão é de tal ordem que, caso fosse utilizado no momento presente, tornaria milionários todos os noruegueses. No entanto, e apesar disso, foi decidido guardá-lo e aumentá-lo todos os anos.»

no largo dos ratos gastavam tudo numa semana e ainda ficávamos endividados

na foto falta o comendador da camisa preta

Vivendi disse...

Um país sem Rei nem Roque
Os portugueses assistem agora quase diariamente às jóias da coroa em oferta de leilão pelo mundo. Todas as grandes empresas portuguesas já não são mais ou estão em vias de deixar de ser controladas por grupos empresariais portugueses.

Fica assim demonstrado mais uma vez a falácia da democracia abrileira onde as grandes empresas portuguesas (muitas delas fundadas antes de 1974) chegaram a um beco sem saída pelas práticas ordinárias de administradores que pensavam que bastaria a protecção política dos partidos e dos comparsas metidos na política.

Esta é sem sem dúvida um das fases mais estúpidas e tristes de toda a história de Portugal que põe em causa o equilíbrio com a sua história passada e pior ainda deixa a nação em xeque com o futuro.

Zephyrus disse...

Parece que:

- Mais de 70% dos nossos lares têm TV paga;

- Na Europa, em geral, menos de 30% dos lares têm TV paga;

- o número de clientes da MEO aumentou muito após a introdução da TDT em Portugal;

- uma empresa sueca apresentou-se ao concurso público da TDT com uma proposta de oferta de mais de 60 canais aos portugueses, que seriam gratuitos;

- o processo tem pormenores barrocos que tresandam a «captura» do Estado pela PT por todos os lados.

Está tudo numa tese de doutoramento mas os jornaleiros nunca esmiuçaram muito o tema.

É estranho que ninguém se pergunte por que motivo os espanhóis têm canais locais e regionais e nós não temos. E por que motivo eles têm o MTV, o AXN ou canais de notícias na TDT e nós não. Ah, e por que motivo para terem canais temáticos só pagam a assinatura do canal e não são obrigados a pagar um pacote com dezenas de canais.

Jose' Salcedo disse...

Na minha opinião, Zeinal Bava cumpriu os vários papéis que lhe foram sendo designados: deu guarida a muitos incompetentes, alimentou o GES com excelentes dividendos durante anos, em detrimento de investimento inteligente, financiou o GES a fundo perdido afundando a PT com isso, levou uma PT enfraquecida e barata para mãos brasileiras muito endividadas e perto da insolvência (em breve de outra nacionalidade, quase certamente) e deixou muito lixo em Portugal. Quem o manipulou com eficácia foi o GES, a Telefónica e a Telecom Italia, que rapidamente perceberam com quem estavam a lidar... e gestores brasileiros, claro, que têm bem mais qualidade e experiência de competição internacional do que Bava, até porque em matérias de gestão e de cultura o Brasil é muito mais parecido com os EUA do que com Portugal. Curiosamente, há poucos anos Belmiro de Azevedo ofereceu mais de 10 Euros por acção da PT... e moveram-se de imediato todas as 'finas flores' da linha de Cascais para bloquear o negócio, começando por Ricardo Salgado que iria ver desaparecer dividendos para o GES e terminando no Governo da altura que iria ver desaparecer tantas oportunidades de emprego para tantos boys inúteis dos partidos dominantes. Na minha opinião, os accionistas da PT têm exactamente aquilo que merecem. Infelizmente, destruiu-se imenso valor e potencial neste processo, assim como uma imensa quantidade de dinheiro que a PT absorveu ao longo dos anos a partir dos nossos impostos e de fundos Europeus atribuídos a Portugal. Em síntese, o resultado de uma governação empresarial medíocre e irresponsável ao longo dos anos.

BELIAL disse...

Coitado do brámane: ainda acaba a vender "fró". Aos holandeses...

De bestial a besta - num "flash".

Gaborgest Lisboa disse...

O mexia devia ser posto a mexer ja e com o rabo entra as pernas