domingo, junho 02, 2019

A ditadura está entre nós

A revista Marianne, de esquerda francesa,  de 24 de Maio de 2019, tem um artigo interessante sobre o último livro de Michel Onfray que o Expresso de cá não conhece nem conhecerá nunca, porque a mediocridade da dupla que o dirige actualmente conseguiu acumular ainda mais cretinice do que o antigo director já reunira naturalmente.
Nem o Expresso nem qualquer outro órgão informativo, com excepção de um improvável Observador, apesar disso muito provinciano.

Por um motivo simples: a revista acaba de denunciar que a França provavelmente se encontra actualmente e desde 1974, sob ditadura. E enumera as características do que serão as ditaduras sob o império de Maastricht, da UE: destruição da liberdade; empobrecimento da língua; supressão da história; negação da natureza, propagação do ódio e aspiração ao imperialismo.

Tirando esta última, por cá temos tudo o resto. A Esquerda do PS ao PAN encarrega-se de nos mostrar diariamente a receita para a ditadura com todas aquelas característica.

O melhor será ler o que diz Onfray, em livro que provavelmente nem será traduzido.


Sem comentários:

Anos setenta, a imprensa musical