sábado, 1 de junho de 2019

O Jornal de Notícias, do grupo de Proença de Carvalho, faliu...


CM:

‘JN’ adia pagamentos de maio aos colaboradoresDificuldade de tesouraria foi a razão apresentada.
Já em novembro passado, o grupo presidido por Proença de Carvalho (dono, além do ‘JN’, do ‘DN’, ‘O Jogo’ e TSF) pagou o subsídio de Natal mais tarde do que o habitual alegando igualmente "problemas de tesouraria".

Talvez os jornalistas deste jornal, o melhor do país, aliás, em noticiário regional e notícias "puras", percebam que o partido Socialista que manda na direcção do jornal, é um partido de bancarrotas. 

Talvez agora entendam que o senhor Camões não foi capaz de evitar a falência porque o seu ideário é socialista e foi lá colocado por influência de José Sócrates e Proença de Carvalho. 

A falência dos media do grupo liderado por este "Sombra" da democracia é um facto real. Veremos como se safa e se vai fazer como sempre: passar entre os pingos da chuva, incólume. 

Veremos...

Sem comentários:

A viagem da Apolo 11 nos media