sábado, 22 de setembro de 2018

A primeira missão da novel PGR


A primeira missão de Lucília Gago será demarcar-se disto que o CM publica em caricatura. Demarcar-se dessa caricatura não será fácil, no contexto presente.

É espinhosa, a primeira missão da novel PGR Lucília Gago.  Mas não parece difícil, se houver recta intenção e consciência de que a sua escolha poderá ter verdadeiramente o sentido proclamado publicamente.
 Para além disso, uma parte da opinião pública e publicada está convencida que a sua escolha e nomeação se deve a manobras de um certo PS que ainda não fez o luto  político por José Sócrates. E isso é muito difícil de esbater. Van Dunen é casada com Paz Ferreira, um socialista dos primórdios e auto-proclamado co-co-fundador do partido, quando ainda era jornalista no República do maçónico Raul Rego.

Há toda a "mãozinha" de um certo PS nesta nomeação e por isso a missão espinhosa daquela, se realmente for isenta, independente e proba como Joana Marques Vidal o conseguiu ser, será mesmo importante.

Se não for, tal se revelará oportunamente e disso que ninguém, nem ela mesmo, tenha qualquer dúvida. Um gesto menos reflectido, uma declaração fora do caco ou uma desnomeação ou nomeação suspeitas e fica com o labéu colocado...porque em política o que parece, é. E o cargo é também político, como se deve saber.

Pode ser que não se importe nada e isso será afinal o sinal que faltaria. Mas veremos. Veremos...para já a hipocrisia em política ( e não só) tem este retrato perfeito. O olhar de JMV  parece dizer tudo apesar da encenação fotogénica:


Sem comentários: