quarta-feira, 5 de setembro de 2018

O retrato de Marcelo feito por Artur Portela Filho

O Jornal, 2 de Abril  de 1976. Um retrato aprimorado do que era então Marcelo Rebelo de Sousa. Os nomes a descodificar não são difíceis, para quem acompanhou a política da altura.


O escriba APF tinha na altura estas páginas regulares sobre a Feira das Vaidades e eu adorava ler isto.

Glossário das personagens por ordem de aparição em cena:

Personagem central, Marcial Ribeiro de Souzela: Marcelo Rebelo de Sousa.

O pai de Marcelo, Baltazar Rebelo de Sousa,  sub-Secretário de Estado no governo de  Salazar, deputado na Assembleia Nacional,  enviado para Moçambique, como Governador, por Marcello Caetano, logo em 1968

Prof. Guedes Navarro: Marcello Caetano.

Prof. Salema: Salazar.

Brás Ferreiros: Brás Medeiros, co-proprietário do Diário Popular, a par do tio de Francisco Balsemão.

Francisco Leão e Francisco Baião: Pinto Balsemão.

Visconde de Saque e Arneiro: Sá Carneiro.

Magalhães Tota: Magalhães Mota, co-fundador do PPD/PSD, já falecido.

Prof. Guerra: Emídio Guerreiro, antigo anarquista, presidente efémero ( 1974-1975) do PPD.

Jornal Povo: Jornal Novo.

João Amândio Seabra: José Augusto Seabra, deputado do PPD, já falecido.

Alfaro de Sousa: Alfredo de Sousa, deputado do PPD, já falecido.

Vargas Velho: Henrique de Barros, primeiro presidente da Assembleia, ainda Constituinte.

Marquês de Solares: Mário Soares.

Conde de Abranhos: Diogo Freitas do Amaral.

Palmelense: Expresso.

Diário da Tarde: Diário Popular.

Partido Regenerador Renovado: PPD

Abrilada: 25 de Abril 1974

Em 20 de Fevereiro de 1976 Artur Portela Filho publicou outro apontamento da Feira das Vaidades. Desta vez sobre a formação do CDS.



Glossário:

Conde de Abranhos: Diogo Freitas do Amaral.

Abelino Adérito de Castro: Adelino Amaro da Costa, já falecido no desastre em que morreu Sá Carneiro.

Baltazar Honório: Basílio Horta ( tem patilhas...)

Conselheiro Vargas Paixão: antigo ministro da Educação de Marcello Caetano, Veiga Simão, tornado socialista...

Coronel Pato: Pato Anselmo, opositor do Exército e de Salgueiro Maia, no dia 25 de Abril de 1974, junto à Praça do Comércio.


Sem comentários: