terça-feira, 2 de dezembro de 2008

O rebotalho ideológico

Vital Moreira, no Público de hoje, malha nos ceguinhos do PCP, como em centeio verde. "Ortodoxos", "sectários", "anti-democráticos", são as sarrafadas que desfere no lombo calejado de um partido que apanhou com um muro em cima e mesmo assim, sobreviveu por entre as pedras derrubadas.
Vital Moreira, no entanto, não dá pontapés em cães mortos ( só em mabecos) e por isso, a sua preocupação é o desgaste do discurso execrável do PCP, na verdadeira e maioritária Esquerda que por aí anda e lhe pertence em exclusivo: a do PS.
Uma Esquerda socialista que sendo social-democrata, também chega a ser liberal na economia, mas não se confunde com a social-democracia do PSD e também não comunga do socialismo de Esquerda do PCP e do BE que por sua vez, não aceita esse socialismo que socializa toda a vida social.
Poder-se-ia dizer que a Esquerda para além PCP, onde Vital Moreira finca o pé, é uma espécie de ornitorrinco ideológico.
Algo contra-natura que a natureza das coisas vai tecendo em manta de retalho. Um dia destes, o retalho maior, é o que nega a Esquerda matricial.

1 comentário:

Pedro disse...

Não posso deixar de me recordar das Cenas Parlamentares, do Victor Lopes, especialmente daquela que ocorreu na Constituinte no dia 25 de Novembro de 1975.

Os escombros do apocalipse